Dólar com. R$ 3,159
IBovespa -0,9%
18 de outubro de 2017
min. 22º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Justiça absolve ex-sócio do escritório de Adriana Ancelmo
10/11/2016 às 02h52

Blogs

E o Donald chegou lá ...

O recado dos eleitores americanos mostrado ao mundo ontem,  foi um basta a saturação do modelo socio/político adotado no país, onde (qualquer semelhança com o Brasil não é mera coincidência) o fosso entre ricos e pobres nunca parou de aumentar. Trump teve votação expressiva entre as classes de menor renda e em alguns estados com população operária que, tradicionalmente, votavam nos democratas. Além disso o discurso de Trump contagiou uma "esquerda" silenciosa que ficou fora do ângulo de visão dos institutos de pesquisa. Trump, por não ser político profissional,conseguiu atrair a atenção de boa parte do eleitorado insatisfeito que em outras eleições nem se deram ao trabalho de votar, mas que nesse pleito o fizeram em sinal de protesto, votando nele . 


 Do outro lado, enquanto Trump crescia "silenciosamente" , os marqueteiros de Hillary cantaram vitória antes do tempo,inclusive antes do FBI entrar em cena contra a candidata democrata. Não prestaram atenção ou simplesmente ignoraram a estratégia  de Trump em intensificar seus discursos( em alguns estados mais de uma vez) em estados em que "era certa "a vitória de Hillary. Se danaram nas avaliações. O FBI não conseguiu provar nada de concreto contra Hillary , mas o fato em si gerou um impacto negativo à imagem da candidata roubando-lhe preciosas intenções de voto na reta final da campanha.

 
Enfim...num país que já elegeu um ator de quinta categoria para o mesmo cargo, me pergunto  porque a surpresa pela eleição de um "âncora de reality-show"...? Apesar de não estar  nem ai pro Donald , não nego que quero assistir de camarote o grande jogador do mundo dos negócios girando   a roleta politica mais importante do planeta .Se não acabar como seu "Taj Mahal "pode até dar certo ...

 Antes de qualquer conclusão precipitada, vamos observar onde ele vai colocar suas fichas para poder analisarmos melhor depois ... Por hora só podemos ter certeza que " Hillary: You're fired"...


Etcetera por Ricardo Leal

Carioca, publicitário, radialista, poeta e escritor. Radicado em Alagoas desde 2002, trabalhou em diversas campanhas eleitorais no estado. Foi diretor da Organização Arnon de Melo (OAM) e do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP). É diretor executivo da Press Comunicações e titular da coluna/blog Etcetera, veiculada no portal Painel Notícias e no jornal Painel Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]