Dólar com. R$ 3,295
IBovespa +0,34%
11 de dezembro de 2017
min. 23º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Incidência de Aids em presídios é 138 vezes maior do que média nacional
04/05/2017 às 19h09

Blogs

Liberdades concedidas na Lava Jato provocam racha na Segunda Turma do STF

Divulgação


Ao submeter ao  plenário do STF a decisão sobre o pedido de liberdade de Antônio Palocci, o ministro Edson Fachin sinaliza insatisfação com as recentes decisões de alguns de seus colegas da Segunda Turma, que determinaram a soltura de “figurões da Lava Jato”, entre eles o ex-ministro José Dirceu. Além do ex-ministro  petista  a  Segunda Turma  já havia concedido liberdade para Eike Batista, José Carlos Bumlai e João Genu.


 A atitude de Fachin, além de constranger os ministros Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, retira dos mesmos o poder que teriam de libertar Palocci, e uma decisão do plenário contrária ao pedido de liberdade pode, segundo integrantes da força-tarefa da Lava Jato, levar o MPF a solicitar uma revisão das decisões anteriores da Segunda Turma, baseada num entendimento de todo o colegiado sobre critérios referentes a prisão preventiva.


Para membros da força-tarefa da operação Lava-Jato as recentes liberdades concedidas pela  Segunda Turma,  jogam por terra anos de trabalho da operação e contribuem para  inibir Antonio Palocci de fechar um suposto acordo de delação, como foi insinuado pelo mesmo em seu último depoimento ao juiz Sérgio Moro.


A decisão do  relator dos processos referentes a Lava Jato, no STF, conta com  o apoio da presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia,  e pode, dependendo de seu desfecho , lançar  Lewandowski , Toffoli e Mendes numa irreversível “maré de humilhação”, e identificá-los  como parciais, mal intencionados e contrários ao sucesso da maior operação anticorrupção da história política do país.


Leia também

Lava Jato: STF decide libertar José Dirceu em dia de nova denúncia  



Etcetera por Ricardo Leal

Carioca, publicitário, radialista, poeta e escritor. Radicado em Alagoas desde 2002, trabalhou em diversas campanhas eleitorais no estado. Foi diretor da Organização Arnon de Melo (OAM) e do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP). É diretor executivo da Press Comunicações e titular da coluna/blog Etcetera, veiculada no portal Painel Notícias e no jornal Painel Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]