Dólar com. R$ 3,19
IBovespa +0,14%
22 de outubro de 2017
min. 24º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Temer quer que deputados não compareçam à votação de denúncia
09/06/2017 às 23h35

Blogs

Rede Sustentabilidade inconformada com decisão do TSE

A Executiva Nacional da Rede Sustentabilidade, assim como milhões de brasileiros e brasileiras, declara estar inconformada com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral de absolver a chapa Dilma/Temer, mesmo diante das extensas e cabais provas de responsabilidade expostas pelo relator ministro Herman Benjamin e depois ratificadas e aceitas pelos ministros Luiz Fux e Rosa Weber. Não nos insurgimos contra o direito do voto de cada um dos Ministros, mas nos declaramos perplexos pela fragilidade e insustentabilidade – em certos momentos chegando ao grotesco – dos argumentos desfiados por aqueles que, ao arrepio das evidências, votam contra a sociedade e em favor daqueles que, em 2014, transformaram as eleições presidenciais em palco de fraude, corrupção, abuso de poder. Fraude esta movida a propina debitada na conta do povo brasileiro.

Mas a roda da História continua e também a luta por um país renovado, livre do lixo político que hoje esperneia para permanecer manejando os cordões, como se o Brasil fosse um boneco de mamulengo nas mãos de péssimos artistas que tentam impor sua narrativa perversa como se fosse virtuosa, seu interesse privado e grupal como se fosse o de todos nós. A decisão foi tomada pela maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral. Porém, ela não é o capítulo final. De nossa parte, recorreremos a todas as instâncias e de todas as formas legais para que a verdade seja contemplada e a vitória da burla não fique como legado deste período difícil e crítico que vivemos.

Cabe, ainda, reconhecer o esforço, a competência e a brilhante argumentação feita pelo ministro Herman Benjamin, cuja carreira tem passagem importante e reconhecida na área do Direito Ambiental. Nesses dias, no TSE, manteve-se na sua linha consistente de argumentação, suportando ataques, deboches, artimanhas feitas para desestabilizá-lo, sem êxito. A denúncia inatacável do sub-procurador Geral Nicolao Dino e as falas fundamentadas e contundentes dos ministros Fux e Rosa Weber que corroboraram a posição do relator, deram à cassação da chapa o caráter que ela deveria efetivamente ter: o de imperativo jurídico diante do atentado cometido contra a democracia e o Estado de direito nas eleições de 2014.

O Brasil não pode se curvar a este prêmio dado à política corrupta, ilegal, antiética, enganadora, brutal, que quer matar o futuro do país e travar qualquer esforço de mudança no caminho de uma Democracia enfim plena.


Heloisa Helena por Heloisa Helena

Heloísa Helena Lima de Moraes Carvalho, nasceu em Pão de Açúcar, interior de Alagoas. É enfermeira, professora e política brasileira. 

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]