Dólar com. R$ 3,297
IBovespa +0,09%
11 de dezembro de 2017
min. 26º máx. 29º Maceió
sol com poucas nuvens
Agora no Painel Justiça Federal aceita denúncia e Rocha Loures vira réu por corrupção passiva

Blogs

GRANDES DIRETORES - FILMES MENORES

17.09.2011 às 09:39

Os grande gênios do cinema mundial, de Alfred Hitchcock à Martin Scorsese, em algum momento em suas filmografias fizeram um filme menor, um trabalho que tinha tudo pra se tornar um grande clássico do cinema, mas que por um motivo ou por outro não deram certo, e olhe que temos um filme vencedor do Oscar, não é que seja um filme ruim, mas em relação aos outros é só mais um filme comum... E não me matem por isso.

Alfred Hitchcock

Mestre dos filmes de suspense, sendo um dos mais conhecidos e populares realizadores de todos os tempos.

Cortina Rasgada (Torn Curtain,EUA,1966)

 

Stanley Kubrick

foi um dos cineastas mais importantes de todos os tempos, responsável por uma carreira notável e bem-estruturada.

De Olhos Bem Fechados (Eyes Wide Shut,EUA/UK/1999)

 

Francis Ford Coppola

Pai da franquia O Poderoso Chefão,Foi indicado 14 vezes ao Oscare 5 vezes a Palma de Ouro de Cannes.


Jack (Idem,EUA,1996)

Martin Scorsese

Considerado um dos grandes nomes da indústria cinematográfica americana e mundial.Muitos de seus famosos filmes trazem o selo de sua devoção católica.

Os Infiltrados (The Departed,EUA,2006)

Brian De Palma

De Palma é considerado por muitos como o sucessor de Alfred Hitchcock.

A Fogueira das Vaidades (The Bonfire of the Vanities,EUA,1990)

Postado por Mondo Bizarro

ISSO É CINEMA : Acossado e A Força do Amor

17.08.2011 às 16:26

Em 1960, o cultuado diretor francês Jean-Luc Godard fez a obra-prima da Nouvelle Vague chamada Acossado (À bout de soufflé) juntamente com seu amigo,François Truffaut, que cuidou do roteiro. 20 anos depois o diretor americano, Jim McBride, resolveu refilmar o clássico e chamou Richard Gere e a estreante Valérie Kaprisky para os papeis que eram de Jean Paul Belmodo e Jean Seberg.

Com muito rock, principalmente a musica tema do roqueiro Jerry Lee Lewis, e referencia as historias em quadrinhos, o personagem de Richard Gere e louco pelo Surfista Prateado, McBride fez uma das poucas refilmagens que brigam cara a cara com o original.

Comparem os dois finais.

1960 – Acossado (A bout de souffle )

 

1983 – A Força de um Amor (Breathless)

Postado por Mondo Bizarro

Incubus – O filme mais amaldiçoado do cinema

12.08.2011 às 17:11

Quem disse que o filme mais amaldiçoado do mundo é O Exorcista de 1973 ou Poltergeist – O Fenômeno de 1982 está redondamente enganado, esse titulo vai para um filme quase obscuro chamado Incubus.

Produção feita pelo diretor Leslie Stevens, criador da famosa serie A Quinta Dimensão, em 1965 e que conta com o ator Willian Shatner, pouco antes de estrelar o papel que lhe daria fama, a do Capitão James T. Kirk no seriado Jornada nas Estrelas, e que segundo alguns estudiosos em ocultismo fora feito por ocultistas e para ocultistas.

O filme foi todo rodado em esperanto, língua criada para facilitar a comunicação entre os povos do mundo inteiro. Para saber mais http://pt.wikipedia.org/wiki/Esperanto

Incubus foi o segundo filme a ser produzido completamente nesse idioma, um ano após Angoroj ter sido dirigido por Atelier Mahé na França. A sonoridade estranha dos diálogos funciona em perfeita comunhão com a fotografia em preto e branco, do mestre Conrad Hall, e os cenários bucólicos da aldeia quase em ruínas.

Foram tantas as tragédias que acompanharam a conclusão do filme que Leslie optou por arquivar a sua obra-prima.

Vejamos:

O ator Milos Milos, que interpreta o Incubus da história, matou sua namorada, a ex-mulher do renomado ator Mickey Rooney, e se suicidou 6 meses depois;

A atriz Ann Atmar, que fez o papel da irmã de Willian Shatner, cometeu suicídio 12 dias antes da estréia do filme nos cinemas;

A filha da atriz Eloise Hardt que fez o papel da succubus chefe, foi seqüestrada e morta por um psicopata, dois anos depois da realização de Incubus;

Os cenários onde foram rodadas muitas das cenas do filme incendiaram-se meses depois;

A cópia exibida na pré-estréia não tinha som - outra cópia teve que ser providenciada às pressas, enquanto os convidados esperavam impacientes;

O diretor divorciou-se de sua esposa na época do lançamento do filme, Allyson Ames;

A empresa de produção, Daystar Productions, de propriedade do proprio Leslie Stevens, foi à falência;

A terceira esposa de William Shatner, Nerine Kidd-Shatner, se afogou em uma piscina na semana em que o filme foi lançado em DVD.

Ninguém ousa falar sobre o filme, nem mesmo William Shatner.

Postado por Mondo Bizarro

ISSO É CINEMA: MEU NOME É NINGUÉM

05.08.2011 às 17:00

O eterno Trinity, personagem mais conhecido do ator italiano Mario Girotti a.k.a Terence Hill, aparece aqui em um filmaço dirigido por Sergio Leone e Tonino Valeril.

O filme ainda conta com a presença do monstro sagrado Henry Fonda no papel do pistoleiro Jack Beauregard, que cansado  de sua fama de mais rapido gatilho do oeste forma uma dupla com o hilário ninguém, personagem de Hill.

Uma curiosidade o ator Terence Hill nunca apagou o estigma de ser chamado de Trinity em qualquer filme que fez.

Apenas dois filmes foram feitos com a alcunha de Trinity,  Eles Me Chamam Trinity de 1970 e Trinity Ainda é Meu Nome de 1971.

E toda a vez que ele aparece o povo diz: - olha o Trinity!!

Dentre as grande cenas memoráveis desse filme, fico com essa, onde Ninguém da uma surra em um malfeitor no saloon.

Postado por Mondo Bizarro

As outras versões do Capitão América

28.07.2011 às 16:57

Estréia amanhã em todos os cinemas brasileiros a superprodução Capitão America: O Primeiro Vingador, filme baseado em um personagem de  HQ (história em quadrinhos) da Marvel Comics. Criado por Joe Simon e Jack Kirby, apareceu pela primeira vez em Captain America Comics #1 (Março de 1941).

Você sabia que essa não é a primeira aventura do paladino da justiça nas telinhas do mundo.

Em 1944 a produtora Republic Pictures resolveu fazer um seriado para o cinema baseado vagamente no personagem. Este foi o último seriado sobre super-heróis produzido pela Republic, e também foi um dos mais caros daquela Companhia Cinematográfica.

O seriado apresenta o Capitão América, na realidade o promotor Grant Gardner, tentando frustrar os planos de Scarab (Escaravelho), curador do museu do Dr. Ciro Maldor - especialmente em relação às suas tentativas de adquirir o "Dynamic Vibrator" e o "Electronic Firebolt", dispositivos que poderiam ser utilizados como super-armas.

Em um raro elemento da trama da Republic, a identidade secreta do vilão é conhecida do público desde o início, mas não para os personagens da série. A abordagem usual do estúdio foi o uso de um vilão misterioso que só seria desmascarado como um dos outros personagens de apoio, no capítulo final.

E como curiosidade O traje do Capitão América era, na verdade, cinza, azul escuro e branco, fotografado em preto e branco. O traje perdeu, também, as asas; as botas de pirata foram substituídas por sapatos altos, assim como a cota de malha se tornou pano normal. Bandeiras em miniatura foram adicionadas às luvas e o cinto se tornou um pequeno escudo

A serie durou 15 capítulos e hoje é figurainha carimbada naqueles admiradores de seriados antigos.

 

No finalzinho da década de 70, mas precisamente em 1979, devido ao sucesso de series como a do Incrivel Hulk com Lou Ferrigno, do Homem Aranha e da Mulher Maravilha a produtora de Tv CBS resolveu fazer mais uma versão do herói e então surgiu o primeiro telefilme de 2 que também foram exibidos no cinema.

Captain America, que foi ao ar 19 de janeiro de 1979, e Capitão América II: Death Too Soon, que foi ao ar 23 de novembro de 1979,A série não emplacou, mas os filmes se tornaram cult no universo do colecionismo, principalmente se estiver com a dublagem original da Tv. No papel principal de Steve Rogers / Capitão América, está o ator Reb Brown.Os filme eram figurinhas carimbadas nas noites do Sbt.

Captain America

Captain America II: Death Too Soon

 

Em 1990 com a intenção de coincidir com o aniversario de 50 anos do heroi, a produtora 21st Century Film Corporation co-irmã da produtora Cannon, aquela da América Vídeo Filmes (Quem tem mais de 30 anos e lembra dessa distribuidora de filmes em vhs) de propriedade do picareta-mor Menahem Golan inciciou um ano antes as filmagem do novo filme do heroi, mas problemas de ordem finaceira o fizeram lançar em 1992 e apenas direta para o vídeo e TV a cabo.

Tudo que você imagina de errado acontece com esse filme, por isso ele tenha virado Cult.A direção é do incapaz Albert Pyun, diretor daquela coisa chamada Cyborg o Dragão do Futuro, com Jean Claude Van Damme, o Capitão America é interpretado por Matt Salinger. O Caveira Vermelho é (pasmem) italiano e interpretado pelo canastra Scott Paulin. O filme ainda conta um bom elenco de apoio, Melinda Dillon, Michael Nouri,Ned Beatty e Ronny Cox, que estavam sem dinheiro para pagar o aluguel e resolveram entrar nesse clássico do cinemão ruim. Enfim não agradou a todos e execrado pela Marvel, mas é amado por uma geração de jovens, e agora com a estréia do novo filme, o diretor resolveu lançar uma versão UnCut com duração de 122 minuntos, o que foi lançado so tinha 97, devido aos cortes dos produtores que tomaram a coisa das mãos de Albert Pyun.

 

E tomara que esse novo filme do Capitão América seja bom, porque Thor e  Lanterna Verde não deram nem pro caldo.

E eu quase ia me esquecendo... La nos confins da Turquia foi feito um filme sem a autorização da Marvel e que se chama 3 Dev Adam, o seu titulo em inglês é Three Mighty Men", traduzido essa barcaça "Três Homens Fantásticos ou simplesmente "Capitão América e Santo Contra o Homem-Aranha", nas copias que perambulam na rede. É isso mesmo que você leu o Capitão América se junta com o Santo, herói popular de luta-livre do México – pô! Aquele da mascara, para acabar com os planos do diabólico vilão Homem-Aranha... Que??? Essa loucura foi feita pelo diretor T. Fikret Uçak la nos anos de 1973, dêem um olhada nesse trailer.

Postado por Mondo Bizarro

ISSO É CINEMA: OS INTOCÁVEIS

20.07.2011 às 14:48

Chicago, década de trinta, Al Capone comanda a cidade com mãos de ferros e somente um grupo de agentes da lei são única esperaça da sociedade contra esse facínora.

Soberbo filme dirigido por Brian De Palma em 1987, com um elenco de primeira, encabeçado por Robert De Niro, Sean Connery ( Ganhou o Oscar por esse papel),Kevin Costner e Andy Garcia. Narra a batalha que aconteceu nas Chicago dominda pelos contrabandista de bebidas na época da Lei Seca.

A Cena da escadaria é de uma estética fantástica, uma homenagem do direttor ao filme russo O Encouraçado Potemkin. Vejam.

 

Postado por Mondo Bizarro

O Brasil e o Oscar

07.07.2011 às 22:04

Para quem pensa que a historia do Brasil com a maior festa do cinema mundial, começou a partir da retomada do cinema brasileiro, todos estão completamente errados.

Aqui vai a  lista que contém a relação dos filmes brasileiros indicados para os prêmios Oscar ou os interpretes. Até a data presente, o único vencedor é Orfeu Negro (1959). Este filme, no entanto, foi creditado como sendo de direção francesa (Marcel Camus, diretor) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas---uma co-produção Ítalo-Franco-Brasileiro. O Beijo da Mulher-Aranha (1985), uma co-produção com os Estados Unidos, e Cidade de Deus (2002) são as produções brasileiras que mais receberam indicações: quatro cada. Fernanda Montenegro é a única atriz brasileira indicada em uma categoria de atuação.

1944: Melhor Canção Original - Ary Barroso por "Rio de Janeiro" do filme Brazil (indicado) dirigido pelo diretor americano Joseph Santley.

1959:  Melhor filme estrangeiro – Orfeu Negro (vencedor)

1962: Melhor filme estrangeiro – O Pagador de Promessas (indicado)

1985: Melhor filme – O Beijo da Mulher-Aranha (indicado, co-produção americana)

Melhor diretor – Hector Babenco por O Beijo da Mulher-Aranha (indicado, argentino)

Melhor ator – William Hurt em O Beijo da Mulher-Aranha (vencedor, americano)

Melhor roteiro adaptado – Leonard Schrader por O Beijo da Mulher-Aranha (indicado, americano)

1995: Melhor filme estrangeiro – O Quatrilho (indicado)

1997: Melhor filme estrangeiro – O Que É Isso, Companheiro? (indicado)

1998: Melhor filme estrangeiro – Central do Brasil (indicado)

Melhor atriz – Fernanda Montenegro em Central do Brasil (indicada)

2001: Melhor curta-metragem – Paulo Machline por Uma História de Futebol (indicado)

2003: Melhor fotografia – César Charlone por Cidade de Deus (indicado,uruguaio radicado no Brasil)

Melhor direção – Fernando Meirelles por Cidade de Deus (indicado)

Melhor edição – Daniel Rezende por Cidade de Deus (indicado)

Melhor roteiro adaptado – Bráulio Mantovani por Cidade de Deus (indicado)

2004: Melhor curta-metragem de animação – Carlos Saldanha por A Aventura Perdida de Scrat (indicado)

2011:  Melhor documentário - Lixo Extraordinário (indicado)

Postado por Mondo Bizarro

ISSO É CINEMA: KEOMA

19.06.2011 às 23:21

Em 1976, o diretor italiano Enzo G. Castellari dirigiu uma obra-prima que veria a ser o canto do cisne para um genero morimbundo,o Faroeste Spaghetti, Keoma é seu nome, Franco Nero faz o papel do mestiço que volta para a sua cidade natal para coompreender a sua natureza, lá entra em conflito com seus meios-irmãos e o grupo que domina a cidade.

E essa é a cena crucial do filme, onde mostrar Keoma se redendo e sofrendo um golpe tremendo ate a sua crucificação, isso tudo embalado pela gloriosa musica titulo cantada por Sybil & Guy e escrita pela dupla Guido e Maurizio DeAngelis, figurinha carimbadas no cinemão italiano nos anos 60,70 e 80.

 

Postado por Mondo Bizarro

Atores Injustiçados: Steve James

03.06.2011 às 10:18

O ator Steve James é um daqueles rostos que acostumamos a ver nos filmes, geralmente os de ação, como o parceiro do herói, mesmo ele lutando mais do que o herói. Fiquei muito triste em saber que ele morreu. E olhe que já fazem quase 20 anos.

Aqui vai minha pequena homenagem ao cara que descia a porrada nos bandidos e em especial nos malvados Ninjas.

STEVE W. JAMES nasceu no dia 19 de Fevereiro de 1952, na cidade de New York, começou a trabalhar em comerciais de Tv, o pulo pro cinema foi logo, começou a trabalhar como dublê em diversos filmes como Os Selvagens da Noite, de Walter Hill, O Mágico Inesquecível de Sidney Lumet entre outros.

Seu primeiro papel principal foi no filme O Exterminador de James Glickenhaus, onde fazia o parceiro de Robert Ginty. Entretanto ficou conhecido no mundo todo quando fez parceria com Michael Dudikoff nos filmes América Ninja 1 e 2,(Aliais é um dos filmes preferidos do meu pai.) onde interpretava o soldado Curtis Jackson e descia a lenha nos malvados Ninjas que apareciam pela frente.

Ele não só atuou em filmes de pancadaria, mostrou também o seu talento em filmes dramáticos como Marcas do Destino e comédias com Johnny Bom de Transa e Um Morto Muito Louco 2.

Foi também roteirista, escreveu o roteiro do filme Street Hunter (1990), participou de séries como A Gato e o Rato, Carro Comando e Os Gatões.

Atuou também como parceiro de Chuck Norris nos filmes Comando Delta e Um Herói e o Seu Terror, com David Carradine em Pelotão de Guerra e Christopher Walken em McBain - O Guerreiro Moderno.Seu último filme foi o piloto para a série Mantis-A Vingança Que Não Tarda. Já muito doente pelo câncer que o estava consumido, acabou falecendo no dia 18 de Dezembro de 1993.Ele tinha 41 anos.

Steve, onde quer que você esteja continue nos defendendo dos malvados Ninjas.

Postado por Mondo Bizarro

CROCODILO 2 (Crocodile 2: Death Swamp,2002,EUA)

27.05.2011 às 16:50

Deus do céu!!! é pior do que o primeiro.

E eu achando que o primeiro exemplar dirigido por Tobe Hooper era o fim da picada, é por que não tinha visto esse, em mais uma produção picareta do incansável Boaz Davidson o todo poderoso à frente da Nu Image nos presenteiam com mais uma porcaria capaz de deixar os filmes do Bruno Mattei como uma aula de cinema.

Como começa a falar disso: Bem vamos lá, logo na primeira cena vemos um assalto onde um grupo bem armado de criminosos invade um banco e provoca um massacre, muito mal dirigido que isso fique bem claro, nesse ínterim uma garota, que trabalha como aeromoça, esta marcando com seu namorado para se encontrarem em um hotel nas praias do México, logo depois do último vôo dela e adivinhe em que avião os bandidos que estão tentando fugir também para o México entram??? Acertou quem respondeu que é no mesmo avião que a mocinha trabalha.hehehe, que criatividade!

É aí que os passageiros sobreviventes percebem que aquele não é o seu dia de sorte, que além de aturar os bandidos eles tem uma supresa quando um crocodilo ataca um dos passageiros que estava dentro do rio, a fera é morta a tiros pelos bandidos, em cena tirada dos filme de Tarantino. Quando todos pensam que o susto passara, um outro crocodilo, ainda maior começa a persegui-los espalhando a morte e o terror entre os sobreviventes.Ficamos sabendo que o primeiro crocodilo era um filhote e sua mãe decidiu se vingar de todos, que genialidade!

No México, o namorado desesperado da mocinha arruma um caçador para encontra-la, esse mesmo caçador conta logo a lenda sobre um crocodilo que permeia a região, hahahaha, de novo que grande tirada do roteiro.O caçador para registro geral é interpretado por Martin Kove (de "Rambo 2 - A Missão", "Revanche Sangrenta" e da série cinematográfica "Karatê Kid"), o único rosto conhecido nessa porcaria.

Então o roteiro é isso, todo os sobreviventes querendo fugir da ira insana do crocodilo, além é claro das mãos dos bandidos. Tem muita correria, muita babaquice, até uma cena inacreditável, onde o crocodilo derruba um helicóptero.NOSSA!!!!!


Agora vem cá. Como é que pode alguém em sua sã consciência pode gostar desse filme?? Ou de alguém colocar dinheiro numa coisa dessas?? Só mesmo o nosso querido picareta Boaz Davidson para nos presentear com essa porcaria. Que saudades do hoje falecido,Bruno Mattei.

O que importa nesse filme é como eles podem fazer um crocodilo mais fake do que o do primeiro, palmas para a equipe de (de)efeitos especiais. Eles estão de parabéns.Pois o bicho num assusta ninguém, onde é que vamos parar, como é que podem nossas distribuidoras lançar esse tipo de filme em nosso mercado, enquanto vários filmaços encontra-se inéditos no nosso mercado.

O filme é tão ruim que eu não decorei nenhum nome dos personagens, e lá na meia hora final, tive que voltar o filme umas três vezes, pois sempre acabava dormindo, para tentar termina-lo, que chatice!Esse filme deixa o primeiro parecendo um clássico do gênero.

Enfim você vai perde 1 hora e meia da sua vida, onde poderia curtir de outra maneira, tipo saindo com os amigos e enchendo a cara ou namorando. Até ler O Capital de Karl Marx no original é mais divertido. E depois não diga que não avisei!

Postado por Mondo Bizarro


Mondo Bizarro por Titara Barros

Natural de Palmeira dos Índios, Alagoas. Começou sua vida cedo ao lado de uma Olivetti Lettera 82. Trabalhou na Radio Sampaio, bem como no Semanário Tribuna do Sertão, formou-se jornalista em 2012. Roqueiro de alma e cinéfilo de coração, adora escrever com bom-humor e acidez sobre seus assuntos preferidos.

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]