Dólar com. R$ 3,266
IBovespa +1,75%
23 de maio de 2017
min. 25º máx. 27º Maceió
chuvoso
Agora no Painel Defesa de Aécio recorre ao STF para retomar mandato
18/04/2017 às 00h01

Blogs

Fachin quer acelerar tramitação das investigações da Lava Jato

Arquivo/Agência Brasil


Com aval da presidência

Após encontro com a presidente do STF, Cármen Lúcia , o ministro Edson Fachin decidiu criar um novo  grupo de trabalho para acelerar a tramitação das investigações da Operação Lava Jato. Cerca de 109 pessoas passaram a ser investigadas no STF após citações de ex-diretores da Odebrecht.

Segundo previsão da FGV Direito Rio os processos criminais envolvendo autoridades com foro privilegiado  podem levar , no mínimo, cinco anos e meio para serem concluídos.


Temer entrevistado

Em entrevista à rádio Jovem Pan,na manhã desta segunda-feira (17), Temer admitiu sentir constrangimento com a citação de seu nome em declarações prestadas aos membros do MPF.  Para Temer,“ trata-se de uma inverdade”. Além disso pesam sobre seu governo declarações estarrecedoras de delatores da Odebrecht  envolvendo nomes do seu “primeiro escalão”.


“Não vamos parar”

Além de oito ministros de Temer, são citados nas delações 12 governadores, 24 senadores e 39 deputados federais. “ ‘Olha, não vamos parar’. Ainda ontem [domingo, 16], fizemos reuniões com membros do governo, hoje e amanhã faremos com o Legislativo exata e precisamente para que não se altere a governabilidade”, afirmou Temer durante a entrevista, ponderando  que as “desagradáveis” e “preocupantes” alegações feitas pelos executivos “transmite uma imagem muito negativa do Brasil no exterior”.

“Nós temos reformas pela frente, já fizemos muita coisa no país neste menos de um ano que eu estou à frente do governo e temos que fazer muito mais. Ou seja, é estarrecedor mas não deve ser paralisador. Não pode paralisar as atividades do Brasil”, acrescentou.


Moro X Lula I

O juiz federal Sérgio Moro decidiu aceitar pedido da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva para arrolar 87 testemunhas de defesa em uma das ações penais da Operação Lava Jato. No entanto, Moro determinou que o ex-presidente compareça a todas as audiências para “prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes”.


Moro X Lula II

“Já que este julgador terá que ouvir 87 testemunhas da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva, além de dezenas de outras, embora em menor número arroladas pelos demais acusados, fica consignado que será exigida a presença do acusado Luiz Inácio Lula da Silva nas audiências nas quais serão ouvidas as testemunhas arroladas por sua própria defesa, a fim prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes, impertinentes ou que poderiam ser substituídas”, decidiu Moro.


*Com assessorias







Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soltinho 1866 - sala 11 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566 celular/whatsapp (82)99308-0873
[email protected]