Dólar com. R$ 3,261
IBovespa +1,28%
18 de novembro de 2017
min. 21º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel TSE pede que governo mude início do horário de verão de 2018 devido às eleições
09/11/2017 às 08h40

Blogs

O Poder surta?

Coluna palanque da edição 09 do Painel Alagoas

Reprodução Youtube

 O Poder surta?!

Se nunca apareceu na mídia com uma opinião ou uma ação relevante em favor dos Direitos Humanos, pasta que dirige como Ministra, Luislinda Valois (foto) resolveu compensar o tempo perdido com uma “causa” em defesa própria. Apresentou ao governo pedido para acumular o seu salário de desembargadora aposentada com o de Ministra, o que totalizaria um vencimento bruto de R$ 61,4 mil.

Em 207 páginas, ela reclama que, por causa do teto constitucional, só pode ficar com R$ 33,7 mil do total das rendas. A ministra diz que essa situação, “sem sombra de dúvidas, se assemelha ao trabalho escravo.

Segundo o Código Penal,rabalho análogo ao de escravo é o que submete a pessoa a condições degradantes, jornada exaustiva, trabalho forçado, cerceamento de locomoção e servidão por dívida. Como ministra, Luislinda tem direito a carro com motorista, jatinhos da FAB, cartão corporativo, imóvel funcional e a salário de R$ 30,9 mil.

Ô escravidão!!!!


Malha da PF

O vereador Antônio Hollanda é suspeito de compra de votos, na eleição de 2016. Semana passada ele foi bonitinho dar depoimento na Polícia Federal, sob condução coercitiva. O elo entre o político e o possível crime eleitoral, é a ONG Pense Maceió, criada às vésperas da eleição, onde funciona um consultório médico no bairro do Vergel. A PF investiga uma suposta troca de prestação de serviços por votos, na qual Hollanda teria sido o maior beneficiário.


Nem tudo que reluz, é ouro

O PDT foi de mala e cuia para a base política do governador Renan Filho (PMDB), mas há quem jure que o deputado Ronaldo Lessa, comandante da legenda no estado, pode fazer o caminho de volta para o ninho do tucano Rui Palmeira, mais cedo do que se pensa. Pero si, pero no, o parlamentar vai conservando as relações com a gestão municipal para não perder o controle dos passos, caso queira retomar a aliança.


Pelas redes sociais

“Em abril, a Câmara aprovou um Projeto de Lei que tratava dos aplicativos de transporte urbano (uber, cabify). Votei contra porque o texto inviabilizava, ao invés de regulamentar o serviço. O Senado votou esse projeto e fez uma série de alterações, agora sim avançando no sentido de regulamentar. A matéria agora volta pra Câmara e, como na primeira votação, votarei pelo respeito aos profissionais desse serviço e aos seus usuários” Deputado Pedro Vilela.


Pelas redes sociais 2

 “O ajuste fiscal de Temer contra os trabalhadores continua. Agora são os servidores públicos, por Medida Provisória, e sem ouvir ninguém, com congelamento dos salários e aumento de tributos. O Congresso não pode apoiar esse massacre! “ Senador Renan Calheiros.


Boa notícia

A Prefeitura de Maceió, por meio da SIMA, beneficiou quase 110 mil famílias com a isenção da Contribuição para Custeio da Iluminação Pública (Cosip) no mês de setembro, por consumirem menos de 60 kw de energia. Dos 331.748 consumidores, 109.156 ganharam a isenção no mês passado, quase nove mil acima do número de beneficiados de agosto (100.906). Esse número representa 32,81% do total de famílias que pagam a conta de luz todo mês na capital alagoana, um recorde este ano. 


Fonte: Painel Alagoas


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]