Dólar com. R$ 3,339
IBovespa -0,3%
25 de junho de 2017
min. 22º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Receita Federal alerta para envio de falsas intimações pelos Correios
27/01/2017 às 09h16

Blogs

A reconstrução de Arapiraca

O prefeito Rogério Teófilo, ao lado da vice Fabiana Pessoa e da secretária Municipal de Saúde, Aurélia Fernandes

O prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo, é um homem cordato e tem em sua biografia o registro de uma ação política dignificante no desempenho de vários cargos públicos de relevo que tem ocupado ao longo de sua vida. Conhece os mecanismos da engrenagem da administração e saiu vitorioso na ultima eleição pelo desejo de mudança de princípios, almejado pela população da maior cidade do interior alagoano.

Ao assumir o mandato ao contrário da maioria não saiu pregando a “herança maldita” apenas para justificar os atropelos do começo de uma gestão. Tratou de formar uma equipe de técnicos competentes para uma missão que não é fácil: reorganizar o caos de uma administração que o antecedeu e trouxe sérios prejuízos ao desenvolvimento do município, pela incapacidade de administrar e em muitos aspectos a irresponsabilidade como tema.

O prefeito Rogério Teófilo logo que assumiu deu mostra de como seria a austeridade de suas ações. Cortou na própria carne e reduziu drasticamente a despropositada máquina administrativa deixada como presente pela falta de compromisso com a coisa pública da administração anterior.

Passados mais de vinte dias deu para a equipe que administra Arapiraca sentir o tamanho do rombo deixado nas contas da prefeitura em razão de débitos com folhas salariais, fornecedores, previdência, além de processos de contratações cheios de dúvidas e contradições.

Como não poderia deixar de ser o novo prefeito cumpriu rigorosamente a obrigação de apontar os erros e vícios da prefeita que o antecedeu, sob pena de ser incriminado pelo pecado que não cometeu. Assim diz a lei e assim ele o fez.

Mesmo diante de tantas agruras Teófilo fez uma ressalva: “Não vamos deixar ninguém desassistido. A população continuará sendo atendida nos serviços essenciais. Mas a austeridade neste momento é fundamental para que possamos honrar nossos compromissos”.

Não será nada fácil reconstruir o desastre administrativo com o qual se defronta, mas com transparência, compromisso com o interesse público e vontade de fazer o correto, certamente poderá avançar muito e cumprir com a missão que o povo de Arapiraca lhe conferiu.


Essa justiça é uma zona

Condenado a 11 anos de prisão por exploração sexual de crianças e adolescentes, o ex-prefeito de Coari (AM) Adail Pinheiro recebeu indulto e teve sua pena extinta nessa quarta-feira (24). Com isso, o político acusado de chefiar uma rede que explorava sexualmente meninas de 9 a 15 anos, conforme mostrou série de reportagem do Fantástico, na Rede Globo, ganhará liberdade e se livrará das acusações.

A decisão que o beneficiou foi tomada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), com base em parecer favorável do Ministério Público estadual, que concluiu que Adail se encaixava nos requisitos do perdão presidencial, definido em decreto assinado no final de 2016 pelo presidente Michel Temer. O ex-prefeito cumpria pena em regime domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica.

O decreto presidencial prevê o indulto para condenados em crimes praticados sem grave ameaça ou violência à pessoa e quando a pena não for superior a 12 anos de prisão. O preso, no entanto, precisa ter cumprido um quarto da pena, se não for reincidente, ou um terço, se tiver reincidido em crime.

Vale lembrar que continua mais ou menos assim: prisão é para pobre, preto e puta. Com raras exceções.


De olho nas malas

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella, declarou esta semana que as novas regras para o transporte aéreo, que têm, entre os pontos mais polêmicos, o fim da franquia obrigatória de bagagem podem ser revistas. Como se sabe as companhias aéreas passam a cobrar pelas malas despachadas. Segundo o ministro, se os preços das passagens não caírem, a medida pode ser revista.

O ministro afirmou que a medida faz parte de um pacote de ações para fortalecer o setor aéreo no Brasil, para aumentar a concorrência entre as empresas e reduzir o preço das passagens.


Um bom jogador

O jovem Antônio Moura é um dos mais bem avaliados do primeiro time do prefeito Rui Palmeira. Desde a primeira gestão já passou por várias e importantes funções sempre deixando sua marca de empreendedor e compromissado com o interesse da população. Neste novo mandato foi escalado para dirigir a problemática e complicada SMTT, que cuida de nosso amaldiçoado trânsito e “adjacências”. No órgão mesmo em pouco tempo, tem revelado seu espírito ativo e sua efervescente disposição de empreender, sempre voltado para que sejam oferecidos melhorias nos serviços públicos. Transparente, exímio negociador é mais uma vez destaque como craque e está apenas começando. Esse vai longe.

Acredite se quiser

Dentre os prováveis indicados para a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal está o atual presidente do TRT, jurista Ives Gandra Martins Filho. Vejamos o que o que pensa o cidadão, com sua opinião publicada no livro Tratado de Direito Constitucional, v. 1, 2ª edição da Editora Saraiva que: “as mulheres devem submissão aos maridos, casamento deve ser indissociável e deve apenas acontecer entre o homem e a mulher”. Além disso, ainda comparou uniões homoafetivas ao bestialismo, usando como exemplo uma mulher casada com um cavalo.

Ideias medievais

O jurista Ives Gandra Martins filho é integrante da seita ultraconservadora da igreja católica, Opus Dei, criada durante a ditadura franquista na Espanha e trazida para o Brasil por seu pai e que é uma das principais organizações fascistas que atuam no planeta. Essa organização tem como principio se infiltrar na mídia, nos meios empresariais e nos poderes constituídos, principalmente o Judiciário.

E o pior é essa mídia influente que está fazendo de tudo para esconder as “qualidades” da Gandra com o objetivo de que ele chegue à Suprema Corte, que já não estão bem vista na sociedade brasileira que de vê afrontada diante de equívocos na órbita da magistratura brasileira.

Ele também é “celibatário por opção” e fez “votos de pobreza”. Dá para acreditar em uma pessoa com essas recomendações?


Benedito de Lira

(BRASÍLIA) - Está pronta para votação na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) a proposta do senador Benedito de Lira que incentiva a técnica da aquaponia.

A aquaponia é um sistema de produção de alimentos que combina a criação de peixes e crustáceos com a hidroponia (cultivo de plantas em água) em um ambiente integrado. Em pequenos espaços, por exemplo, é possível produzir diversos vegetais, não sendo necessário adubo, pois as fezes dos peixes mineralizam a água.

Entre os benefícios previstos, estão prioridades na concessão e renovação de direitos de uso de recursos hídricos; incentivos fiscais; preferência a quem adotar a aquaponia para ser um fornecedor do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA); e o direito a Crédito Rural com juros diferenciados.

Ponto para o senador Benedito de Lira.

Como estão os pardais?

Ninguém mais vê ninguém mais fala. Como anda o processo para instalação e funcionamento dos “pardais” no trânsito de Maceió. Sabemos que o prefeito Rui Palmeira quer instalar, porém a burocracia animalesca dos órgãos públicos que deveriam contribuir só atrapalha. Mecanismos eficientes de redução de acidentes estão funcionando em praticamente todas as capitais, mas aqui parece que a burrice ou a preguiça (ou mesmo a má intensão) predominam além do interesse da coletividade. Vamos soltar os “pardais” gente!!!


Pedro Oliveira por Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político dos jornais " Extra" e " Tribuna do Sertão". Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão,  membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras.

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
contato@painelnoticias.com.br