Dólar com. R$ 3,252
IBovespa +1,58%
22 de novembro de 2017
min. 21º máx. 31º Maceió
sol com poucas nuvens
Agora no Painel Após nova ordem de prisão, Albertassi, Melo e Picciani se apresentam à PF
16/08/2017 às 23h30

Geral

Serviços de drenagem são executados todos os dias em Maceió

Obras de drenagem são realizadas pelas equipes da Seminfra - Foto: Pei Fon/Secom Maceió

Os serviços de drenagem nas ruas de Maceió são ações contínuas e prioritárias da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) para levar mais conforto e menos transtornos para a população. De janeiro até o mês de julho, o órgão já contabiliza um total de 894 intervenções, sejam elas em trabalhos de manutenção, execução ou recuperação de galerias de águas pluviais.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Ib Brêda, as ações de drenagem fazem parte do cronograma permanente de atividades do órgão, mas as chuvas intensas registradas neste ano aumentaram as demandas e os serviços foram intensificados.

“O grande volume de água que caiu na cidade trouxe muitos prejuízos, tanto para a malha viária, quando para as nossas galerias, que sofreram muito com o lixo que veio com as chuvas, além dos afundamentos e pontos crônicos de alagamentos. Em alguns desses pontos, foi preciso construir novas galerias, para prevenir alagamentos. Enfim, o nosso empenho é diário para levar mais conforto aos maceioenses”, destaca Ib.

Os serviços de manutenção incluem as limpezas de boca de lobo, poços de visita e linha d´água; desobstrução de galerias; colocação de grelhas e tampão, entre outros. Estas demandas são as campeãs no relatório de serviços executados, somando um total de 716. Em segundo lugar estão os trabalhos de recuperação de galerias, com 157 intervenções. Por fim, com o número inferior por se tratar de obras maiores e mais demoradas, estão as execuções ou construção de novas galerias, com 21 trabalhos concluídos.

O coordenador geral de drenagem, Esdras Maia, explica que a construção de uma nova galeria acontece em locais com alagamentos crônicos e onde não existe drenagem.  É um trabalho que envolve mais de uma equipe e demora vários dias a depender da extensão da tubulação. “As execuções são mais demoradas e realizadas para resolver problemas maiores de alagamentos permanentes. O prazo para conclusão desse tipo de ação sempre é maior. O serviço que está sendo executado agora na Forene, por exemplo, deve durar 30 dias.  O que foi concluído em julho na Via Expressa durou cerca de 15 dias. Já as ações de manutenção, são o nosso dia a dia e realizadas mais de uma por dia. Por isto, o número é bem maior”, esclarece.

A programação das intervenções é montada pela coordenação dos serviços, em atendimento às demandas que chegam por meio dos telefones fixos do órgão (3315-5007 / 3315-5008), imprensa ou presencialmente, além do mapeamento realizado pelos técnicos.

“Procuramos atender todas as demandas, que são inúmeras. Em relação aos alagamentos, a gente vem mapeando esses locais. Nem sempre conseguimos agir no inverno, mas os pontos estão levantados para que, no verão, a obra seja realizada e o problema não volte a acontecer nas próximas chuvas”, ressalta o secretário Ib Brêda.


Fonte: Ascom Seminfra

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]