Dólar com. R$ 3,136
IBovespa -0,02%
20 de setembro de 2017
min. 24º máx. 26º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Temer defende solução diplomática para a crise com a Coreia do Norte
19/04/2017 às 18h08

Política

Câmara vai investigar preços dos combustíveis em Maceió

Requerimento solicitando uma Comissão Especial de Inquérito será apresentado durante sessão ordinária desta quinta-feira com nove assinaturas

Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Maceió deve instalar na sessão ordinária desta quinta-feira (20), uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar um suposto cartel no preço da gasolina praticado nos postos de combustíveis de Maceió. Com nove assinaturas conseguidas na sessão ordinária desta quarta-feira (19), duas a mais do que necessário e conforme determina o Regimento Interno da Casa, o requerimento é de iniciativa do vereador Zé Márcio Filho (PSDB).

De acordo com o vereador, ele tem recebido, diariamente, denúncias e reclamações sobre o alto preço cobrados por donos de postos na capital alagoana. Hoje, o maceioense paga até R$ 4,00 por um litro de gasolina. As denúncias também têm dado conta de que cidades como São Miguel e Arapiraca, o valor do litro do combustível é de pelo menos R$ 0,40 centavos a menos que em Maceió. Em outros estados, como Pernambuco, o valor chega a ser bem menor: há cidades como Garanhuns, onde o litro é encontrado a R$ 2,99.

“Não é mais possível não discutirmos por que em Maceió o consumidor é obrigado a pagar R$ 4,00 em um litro de gasolina, quando em outras cidades do estado, o preço chega a R$ 3,20, R$ 3,40. Todos os dias escuto programas de rádio e são inúmeras as ligações dos ouvintes reclamando de um suposto cartel no preço do combustível. Em Caruaru, por exemplo, o preço está bem abaixo e não há explicação convincente para que em Maceió esteja tão alto”, destacou Zé Márcio Filho, que contou com o amplo apoio dos demais colegas de Legislativo.

“Esta Casa dá um show em relação à prestação de serviços para o maceioense, para quem nos colocou aqui como seus representantes. Primeiro aprovamos a lei do vereador Silvânio Barbosa (PMDB), que isenta o consumidor da taxa do estacionamento nos shoppings e supermercados, e agora vamos discutir o alto preço do combustível em Maceió. Estamos fazendo nossa parte”, afirmou a vice-presidente da Casa, Silvânia Barbosa (PRTB).

Além dela, Zé Márcio Filho, que está em seu primeiro mandato, também recebeu apoio de colegas como Francisco Sales (PPL) também em primeira legislatura. “Está fazendo um ano que, absurdamente, o Procon foi proibido pela Justiça de fiscalizar o preço da gasolina aqui em Maceió. Sua iniciativa, vereador Zé Márcio Filho, tem todo nosso apoio. É preciso investigar o que está acontecendo e por que o maceioense paga mais caro que outros lugares do estado”, argumentou Francisco Sales.

Nesta quinta-feira, o requerimento que solicita a instalação da CEI será lido em Plenário. Após isso, caberá ao presidente da Casa, vereador Kelmann Vieira (PSDB), de comum acordo com as lideranças, indicar os nomes que vão compor a comissão.


Fonte: Ascom Câmara de Maceió

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]