Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
19 de julho de 2019
min. 18º máx. 28º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Anúncio sobre saques do FGTS fica para a próxima semana, diz Onyx
21/02/2019 às 13h28

Blogs

O mistério do sangue RH Negativo


Já se sabe que os fatores sanguíneos são passados à descendência com uma maior precisão que qualquer outra característica humana. Contudo, não se sabe o que originou o sangue RH negativo, embora algumas teorias da conspiração, defendam que possa ser fruto de uma experimentação genética cerca de 5000 anos atrás.

A maioria dos humanos têm RH positivo, são cerca de 85 por cento. Isto significa que os seus glóbulos vermelhos contem uma substancia chamada fator de sangue RH (factor RHesus). Ou seja, o sangue positivo tem uma proteína que pode ser ligada ao macaco Rhesus.

sangue RH negativo

Sabe-se que a concentração maior de RH negativo ocorre nos povos bascos do norte de Espanha e do sul de França e nos judeus do leste europeu e orientais. E apesar de se saber que o sangue O com RH negativo é o sangue mais puro conhecido pela humanidade, a verdade é que não se sabe de onde é que este fator surgiu.

E tendo em conta ao que foi dito anteriormente, os seres humanos com RH negativo não têm ligações proteicas com o dito macaco RHesus,

O tipo de sangue O é o mais comum, e quando se separa o O em negativo e positivo, descobrimos que menos de 7 por cento da população mundial o tem. O curioso é que neste momento já se consegue clonar o O positivo, mas o O negativo não.

O que significa não ter o fator do macaco RHesus?

A verdade é que ainda não existe nenhuma explicação solida e cientifica. Para já presume-se que possa ser uma mutação…Coincidência ou não as pessoas com fator RH negativo são caracterizadas por ter QIs mais elevados, visão sensível, baixa temperatura corporal, sensibilidade ao calor e à luz solar, poder psíquico, capacidade de parar os relógios e desligar aparelhos elétricos e ter vértebras extras.

Fator RH negativo

Um caso alternativo sólido pode ser estendido até a conclusão de que o sangue fator Rh-negativo NÃO é uma mutação, mas possivelmente o grupo original sanguíneo da raça humana. Ou seja, que haveria um grupo de seres humanos “puros”, não diretamente relacionados aos processos evolutivos na Terra, é uma possibilidade distinta. Esse raciocínio sugeriria que os seres humanos originais em nosso planeta, os que não estavam diretamente relacionados com os macacos (Rhesus), mas que em algum momento foram “MADE”(fabricados)  ou seja “geneticamente modificados” por “alguém”.

Daí que quando alguém com O RH negativo precisa de receber sangue, primeiro tem de receber do mesmo tipo, ou seja O RH negativo, e só depois é que pode levar o O RH positivo.

Mas será que isto tudo é mesmo verdade ou será que o O RH negativo não passará de uma mera mutação aleatória? A verdade, é que  ainda vai levar bastante tempo para descobrirmos a verdadeira origem do RH negativo e porque que este não se consegue clonar.


*Texto extraído de vaidarzebra.com 


Cultura Inúltil por Redação

O inusitado, o diferente, o incrível, você encontra aqui, no Cultura Inútil: o blog que revela o sentido de coisas sem o menor sentido.


Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]