Dólar com. 5,366
IBovespa -1,18
19 de outubro de 2020
min. 23º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Beneficiários do Bolsa Família recebem 2ª parcela de auxílio residual
10/10/2020 às 13h30

Blogs

O que aprendi com essa pandemia? Uma breve reflexão

De tantas coisas que aprendi durante toda minha vida de forma rotineira na escola e até mesmo na faculdade, afirmo que vivenciar uma pandemia e lidar com a incerteza do amanhã tem sido a experiência mais rica que já vivenciei. 

Aprendi a viver o hoje como se o amanhã não mais existisse, a me reinventar para preencher o tempo antes escasso e agora excedente. 

Aprendi que juntos somos mais fortes no combate à algo que foge do nosso controle e que pensar no outro e mais importante neste momento  do que pensar somente em mim.

São tantos aprendizados que surgem a cada dia que passa e que superamos o não estar contaminado nem contaminar alguém. 

Aprendi que posso viver sem tantas coisas antes consideradas essenciais mas que hoje se tornaram banais, porque sei que posso viver sem ela.

O indispensável se tornou dispensável, o essencial se tornou banal. A agenda antes lotada de compromissos segue com páginas em branco sem prazo determinado para as horas serem mais uma vez preenchidas

A família passou a acordar junta, a dividir os mesmos espaços da casa durante o dia, a ouvir um ao outro; o que antes não existia.

Aprendi que me encher de informações sobre índices e óbitos não me fazem bem e que uma boa leitura ou uma música de qualidade se tornaram as melhores opções para alimentar minha mente.

Que um abraço é a melhor maneira de acolher alguém.

São tantas lições que toda essa fase ruim está me dando que passaria o dia listando tamanho aprendizado.

Nessa fase nunca ouvi nem falei tanto "te amo" pra todas as pessoas que de perto ou de longe me ajudam a viver o hoje. E, como esse hoje tem sido longo não é verdade?

Como o presente tem se tornado verdadeiramente um presente de Deus.

Como tem sido difícil lidar com uma saudade que não tem prazo para acabar.

Como gostaríamos de estar com pessoas que são tão importantes pra nós e, não podemos.

Até lidar com a tristeza e com perdas se tornou um verdadeiro aprendizado.

Enfim, foram inúmeras as vezes em que dormi e pensei que acordaria e tudo não passaria de um pesadelo.

Lidar com o não poder e o principal aprendizado visto que nosso cérebro não aceita o não!

Daí tantas angústias, tanto sentimento de impotência, de incerteza, de raiva, de medo, de ansiedade.

Não deve ser fácil lidar com o luto sem poder vivenciar esse luto, porque é uma situação de sobrevivência.

Diante de tudo exposto o que espero que todos nós tenhamos aprendido é que não devemos jamais desistir de sonhar, de viver, de ser feliz. Porque a cada novo dia nasce uma nova esperança de dias melhores que com certeza irão acontecer.

Dany Pimenta 

Psicóloga 

Digital influencer 

@danypimentaof 


Dany Pimenta por Dany Pimenta

Modelo, psicóloga, escritora e influencer digital. Especialista em Psicologia Social e Comunitária, Psicoterapia Breve e Recursos Humanos. Colunista da Revista X Cat , Jornal O Campista (RJ) e Revista Statto (RS). Contribui com seus textos de auto ajuda para vários blogs e sites  @danypimentaof  


Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]