Dólar com. 5.1993
IBovespa -0.87
25 de julho de 2021
min. 21º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Prefeitura antecipa segunda dose da Astrazeneca das aplicações programadas até dia 31

Blogs

Amor, Liberdade, Igualdade, Fraternidade

14.07.2021 às 12:36
FC

Julho é marcado por grandes datas, como hoje, 14 de julho, destacada como o Dia dos Cantores, sublime atividade descrita por Santo Agostinho “Quem canta reza 2 vezes”, e o mundo está mesmo precisando como nunca, de cantos e orações, especialmente no nosso Brasil, por vários motivos.

14 de julho é celebrado na França pela "Queda da Bastilha', pela revolução popular que foi às ruas e pôs fim ao regime monarquista  absolutista, bradando até hoje por Liberdade, Igualdade, Fraternidade, no + amplo e profundo sentido de cada 1 dessas 3 palavras. 

Tava pensando que esse “grito” também reforça a batalha pelo respeito que muitos homens não têm pelas mulheres. Ainda chocado pelas brutais imagens de 1 DJ batendo na ex-mulher diante do filho recém-nascido, da ex-sogra e de 1 outro homem, que não fez nada para impedir as agressões. Hoje, vi na TV o caso de + 1 mulher que “caiu” do apartamento depois de discutir com o parceiro. Confesso que meu coração acelera diante desses e de tantos outros casos de feminicídio. Que ignorante “cultura machista” é essa que faz com que homens se achem no direito de bater e dominar mulheres, como se fossem suas propriedades?!?!? 

Para mim, eles não gostam de mulheres. Fazem sexo com elas por imposição da sociedade. Porque, para mim, quem gosta,respeita, cuida, valoriza… e pensando também nas milhares de vítimas do Coronavírus que segue matando mundo afora, deixando rastro de tristeza em muitas famílias. E nesse absurdo número de vítimas, outras perdas por outras causas além da pandemia, são naturalmente e igualmente sentidas, como ontem, quando soube da partida do dr. José Agnaldo de Souza Araújo, desembargador alagoano aposentado que marcou sua passagem por essa existência com honradez, escrevendo correta história de vida, deixando os melhores exemplos. Entre eles, educação, generosidade e gentileza para com o próximo. Também me chamava atenção a maneira amorosa, dedicada, delicada que sempre dedicou aos seres humanos, especialmente sua esposa Verônica, para quem dedico essa lua nova que fotografei ontem no jardim daqui de casa. O clima de permanente lua de mel circundava o casal, eternamente atenciosos  e carinhosos 1 com o outro. 

E eu, pensando nisso tudo, desejando que as relações humanas façam jus ao significado de humanidade. 

Sigo aqui, desejando + amor entre os seres, especificamente os inteligentes e racionais. Ou pelos menos, deveriam ser. Assim, desejo também que o “Liberté, Egalité, Fraternité“ ultrapasse as fronteiras da França, e que todos tenhamos liberdade, igualdade e fraternidade. Indistintamente, coletivamente. 

Postado por Felipe Camelo

Conexão - Presente e Futuro

Estudantes alagoanos recebem Prêmio Internacional de Robótica

12.07.2021 às 18:11
Assessoria - Reprodução

Comprovadamente, é impossível para qualquer sociedade evoluir sem investir em educação, cultura, ciência. 

Assim, foi com felicidade que vi notícia de Wagner Chevalier num grupo de jornalistas no whatsapp, sobre prêmio internacional conquistado por estudantes. 

Com todas as informações, resolvi copiar, colar e repercutir na íntegra texto assinado por Wagner (devidamente autorizado pelo próprio, claro), por quem tenho grande admiração, pelo trabalho jornalístico que vem consolidando sua carreira. 

Daqui, reforço meu orgulho por esse grupo de jovens alagoanos que vem inspirando e dando exemplo. E Parabéns!!!

  *Equipe da Escola Sesi Cambona vence desafio internacional de Robótica*

 _FTCAMB é primeiro lugar na categoria Connect Award da Pacific Open Championships_

A madrugada desse domingo (11) foi de grande expectativa para alunos e professores da Escola Sesi Cambona. Após o anúncio oficial, a certeza de que a espera valeu a pena: a equipe de robótica FTCAMB foi a vencedora do Prêmio Conexão (Connect Award) da Pacific Open Championships 2021. 

Este ano, a competição promovida pelo programa internacional FIRST®️ Robotics foi sediada na Austrália e ocorreu totalmente on-line. A conquista dos alunos do Sesi Alagoas, após três madrugadas na escola devido ao fuso-horário, acontece pouco depois de a FTCAMB ter vencido a premiação na mesma categoria do Festival Sesi de Robótica, promovido no Brasil pelo Sesi Nacional, classificando-se para o mundial. 

Apenas duas equipes brasileiras foram selecionadas para o desafio internacional: a FTCAMB, de Alagoas, e Geartech Canaã, da Escola Sesi Canaã, de Goiás. O prêmio Connect Award, conquistado pelos alagoanos, reconhece a equipe que mais se conecta à comunidade de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM). “Realizamos conexões com o Google, Nasa e CERN (European Organization for Nuclear Research), o que tornou nossa equipe única, mundialmente”, disse a aluna Ana Júlia Monteiro, do 3° ano do ensino médio.

*Vibração*

Para a diretora de Educação, Inovação e Tecnologia do Sesi e Senai, Cristina Suruagy, o 1º lugar em um prêmio de uma competição internacional de robótica é a prova de que a Rede Sesi Senai de Educação de Alagoas está preparada para dar asas aos voos dos alunos.  “Todas essas participações são sempre muito desafiadoras, com níveis altos de concorrência e exigências. Não tem como não vibrar com esses resultados, impossível não ficar orgulhosa da Educação da nossa Rede Sesi”, ressaltou.

Cristina destacou, ainda, o trabalho dos instrutores de robótica. “Aqui, quero parabenizar nominalmente a eles: professor Eduardo, professor Dantas, Rian, Joab e Matheus, muitos deles já foram nossos alunos, viveram essas experiências vitoriosas conosco e, atualmente, multiplicam seus conhecimentos e experiências para novos alunos... a vocês, os nossos aplausos!”, concluiu.

*Experiências*

O professor de Robótica da Rede Sesi Senai de Alagoas, Eduardo Monteiro, explica que a competição exige mais do que a construção de um robô. “O Prêmio Conexão traz, para dentro da equipe, profissionais e empresas que trabalham com a metodologia [STEAM], estou falando das áreas de matemática, ciências, tecnologia e pesquisa. A equipe está muito forte nessa relação”, afirmou. 

Segundo ele, o torneio proporcionou aos estudantes conexão direta com empresas grandes, como Google, Nasa e CERN. “Os meninos tiveram videochamadas com pesquisadores de grandes universidades e isso mostra o quão importante é esta competição, que aproxima os estudantes desses profissionais dessas áreas, de grandes empresas”, finalizou.

Postado por Felipe Camelo

Respeite e Seja Respeitado

08.07.2021 às 14:27
Reproduções

Nesses sombrios tempos de pandemia, multiplicada dor por saber de tantas mortes, inclusive de pessoas tão queridas nossas, que mesmo não tendo sido vitima do Coronavírus, suas partidas são consequentemente sentidas, como minha querida Fafá Cavalli, sepultada ontem, e infelizmente não pude ir me despedir pessoalmente. Daqui desejando que ela siga com seu permanente sorriso pelo caminho da luz. 


Então, com os deveres de casa em dia, aqui pensando na vida e nos seres humanos, claro e inclusive, principalmente nesse pandêmico momento e na postagem de hj aqui no blog. Tristeza profunda quando lembrei de absurda notícia que vi na ultima 2º-feira, de + 1 ser humano assassinado com pancadas e facadas em Recife, por ser mulher-trans. Claro que esse abominável crime não é “exclusividade” de brasileiros, latino-americanos. Esses dias, 1 jovem foi morto na Espanha, também com pancadas, por ser homossexual, coincidentemente brasileiro. 


Pensamentos, lembranças e fatos se atropelam na memória, comprovando que qualquer forma de intolerância e desrespeito agridem, ferem, matam. Estimular atos de preconceito e violência contra seres igualmente humanos é também inadmissível, tanto quanto partir pra cima e matar alguém com as próprias mãos somente porque aquela pessoa não tem o mesmo desejo sexual, definido como “normal”.


Como 1 apresentador de televisão, infelizmente de origem alagoana, que destila ódio em seu programa, como forma de atrair e agradar violenta e ignorante parcela da sociedade. Absurdo pessoas como ele ainda conseguem microfone para disseminar violência.


Lembrei também de outro recente caso envolvendo 1 apresentadora de outro programa num outro canal, cujo posicionamento contra homossexuais provocou muitas reações, inclusive de seu sobrinho, e neto do dono da emissora, que se declarou publicamente e naturalmente contra a tia, rompendo oficialmente qualquer relação. 


No último domingo, de bobeira com a TV ligada, vi que Thiago Abravanel participaria de quadro de dança na Globo, e aproveitou a visibilidade para reforçar sua inabalável consciência de ser feliz exatamente como é, se amando e se respeitando. 


Obviamente, visível e clara mensagem já de cara, em seu figurino de ensaios. Explícito e orgulhoso arco-íris, na camiseta, na bermuda, no agasalho, nas meias.  Suas breves palavras não deixaram dúvida sobre sua identidade de gênero, assumidamente gay. E ai eu pensando nisso tudo e nesse povo que se auto intitula “de família tradicional, radicalmente conservadora” que quer pasteurizar e padronizar sentimentos, pensamentos, atitudes, num único e possível modelo comportamental de sociedade. E para isso, policiam a vida, inclusive sexual das pessoas, ininterruptamente, como se não houvesse + nada na vida além de observar, julgar, condenar e punir quem for diferente desses que se julgam com capacidade de determinar como cada pessoa deve viver, amar e ser feliz. 


Ora, vão ser felizes, seus miseráveis, infelizes inclusive e principalmente na cama. 


Não coincidentemente, esses radicais conservadores são sempre flagrados praticando exatamente o que condenam, e ainda pior, são atos além de violentos, vitimando inclusive inocentes e indefesos seres. 


Eu já estou vivendo meu 61* ano e sei exatamente o que me dá prazer e felicidade. Além disso, não me interessa. Não vou perder meu precioso tempo bisbilhotando a vida sexual de ninguém que, sexualmente, não me interesse. Esse povo é contra casamento entre pessoas do mesmo gênero. Se não fui eu quem foi pedido em casamento, o que interessa minha opinião? Nada, nada, nada, simples assim. 


Em pleno 2021, povo fica se metendo onde literalmente não foi chamado, especificamente na cama alheia.


Confesso que tenho 1 sonho, quem dera eu pudesse ter canal de comunicação com grande alcance, pra que eu pudesse sugerir que “vão ser plenamente felizes, realizados, e bem gozados”. Porque que está com a vida em dia, incluindo o sexo, não vai estar querendo meter a colher na panela de ninguém, não é?!?!? Concordam?!?!? 


Assim, hoje e sempre, reforço minha admiração pessoal e profissional a Thiago Abravanel. Que siga com seus ensinamentos e exemplos. Vivamos a vida, a nossa, principalmente!!!

ResponderEncaminhar

Postado por Felipe Camelo

O Sol...

... e os Ciclos da Vida

06.07.2021 às 19:48
FC

Mesmo quem não me conhece pessoalmente mas que acompanha meu trabalho sabe e aqui repito, a vida não começa na maternidade nem termina no cemitério. 

Como também já publiquei, sofri sério acidente no trânsito e estive muitos dias em coma, parada cardíaca e tudo, e assim, minha visão do mundo e da vida mudou. Vejo a morte como a partida de barco, quando quem está numa margem, vê a ida, mas quem está na outra, vê a chegada. Mas, mesmo com essa vivência e experiência, tristeza quando alguém falece, principalmente pela certeza da falta física que sentirei pr’o resto de minha passagem por aqui. 

Hoje, não poderia ser diferente, tomado aqui de profunda emoção ao saber da partida da querida Fátima Cavalli, gaúcha que adotou Maceió como sua casa, inicialmente para fugir do frio dos pampas melhorando a saúde de seu pequeno filho Fredherico, que rapidamente, no clima permanentemente quente como o alagoano, nunca + sofreu as consequências do frio. Ela, conhecida decoradora de interiores e especialista em tapetes orientais, especificamente os persas, logo se ambientou aqui, conquistando amigos e clientes. Sempre feliz com suas conquistas, principalmente pelas vitórias de Fredherico no curso de Direito, especialmente pelos degraus que já subiu após a graduação. Soube que, quando foi acorda-la desejando bom dia, encontrou o corpo de Fafá já sem vida. Pelo intenso grau de  amor entre mãe e filho, sofro imaginando o susto e a tristeza dele. 

Aqui, escrevendo, suspirando e compartilhando energia do todos que vivem esse 6 de julho com tristeza pela falta que essa gaúcha/alagoana fará. Mas como sempre digo que é eterno quando é incrível e não quando dura trocentos anos, Fátima Fafá segue além da eternidade. Com esse registro do sol, hoje, presto-lhe essa homenagem, que não é de despedida.

 O sol vai se por hoje, enquanto surge do outro lado do globo e da vida. 

Postado por Felipe Camelo

Abraço, Ação e Reação

02.07.2021 às 16:10
Fotografia e Arte - Reynaldo Gama Jr - reprodução

Em sombrios tempos plenos de adversidades e desafios, confirmar que solidariedade faz diferença e reforça a fé, inclusive nos seres humanos, é preciso para sobreviver. 

Não bastassem os problemas naturais da vida, também em Maceió, vivemos as consequências da pandemia do Coronavírus e os danos causados pela paralisação de todas as atividades, com prejuízos e tristeza. Comprovadamente, isolamento social é condição essencial para conter a propagação do mortal vírus, e obviamente, a Escola de Ballet Eliana Cavalcanti foi diretamente afetada pela interrupção de suas aulas, que movimentam o setor há + de 4 décadas. 

Não bastasse, o afundamento do solo causado por mineração, comprometeu de vez a reabertura da Escola, mesmo após o controle da pandemia, já que o prédio construído especificamente para aulas e ensaios de ballet teve sua estrutura comprometida. E confirmando que todos precisamos de todos, dezenas de pessoas, entre alunos, ex-alunos, amigos, fãs… se reuniram no último dia 19,  para compartilhar solidariedade e apoio, num simbólico abraço no edifício do Ballet, e entre os + ativos articuladores dessa ação, o talentoso fotógrafo Reynaldo Gama Jr., que convidou vários amigos para participar desse momento de carinho com Eliana, que renovousuas  forças após se sentir literalmente abraçada. 

Gama Jr. se sentiu tão feliz em ter podido agregar valor nessa causa que fotografou a Escola e interferiu na imagem, causando incrível sensação e real ilusão de ótica. Com essa obra, com a qual repercuto o abraço, reforço os agradecimentos de Eliana, suas bailarinas/professoras e do próprio Gama Jr. diante de tanta energia recebida. 

Então é isso, como ninguém é alguém sem outro alguém e sendo impossível viver sozinho, nem ser triste ou feliz, essa reação foi principalmente ação. Afinal, todos precisamos de todos, sempre. 

Viva a Vida, a Cultura, a Arte. Ah! para conferir a postagem do abraço, 

https://painelnoticias.com.br/blogs/felipe-camelo/191236/d-de-danca-despejo-destruicao-dor


Postado por Felipe Camelo

D de Dança, Despejo, Destruição, Dor

Ballet Eliana Cavalcanti - 40 anos

16.06.2021 às 15:52
reprodução

Comprovadamente, nenhuma sociedade evolui sem educação e cultura. 

Entre as atividades artísticas mais praticadas, a dança, e entre suas diversas linguagens, o ballet sempre atraiu crianças e adolescentes, afinal, muito além de aprender a dançar, socialização, disciplina, postura, equilíbrio, fortalecimento e expressão corporal, postura, entre vários outros benefícios das aulas de ballet, inclusive para quem não pretende se profissionalizar. 

Desde cedo, escolas de ballet fizeram parte da minha vida. Não, eu nunca fui aluno de dança, mas familiares, amigas e conhecidas estudavam nas escolas que sempre movimentam Maceió, inclusive com os espetáculos que produziam atraindo grandes públicos. E claro que eu ia aplaudir. 

Entre as escolas de ballet, Eliana Cavalcanti sempre foi sinônimo de excelência, conseguindo que diversos de seus alunos seguissem carreira como bailarinos. 

Sua trajetória e evolução confirmam sucesso com a incrível marca de 48 ininterruptos anos, formando seres humanos para a vida, desde que inaugurou sua sede própria na bairro Pinheiros, há praticamente 4 décadas. Em suas barras, inúmeros profissionais da dança foram formados por Eliana, e estão espalhados, dançando pelo mundo. 

"Alguns seguiram carreira como bailarinos e outros abriram suas próprias escolas. Aqueles que não se tornaram bailarinos, sempre se mostraram gratos pelo período que frequentaram a escola. Tem saudades das aulas, dos ensaios, dos espetáculos e daquele espaço que só lhes deu alegrias. Garantem que o ballet foi importante nas suas formações como pessoa e profissionais, ainda que em outras áreas de atuação", me disse Eliana.

E tudo ia bem até que a mineração em Maceió causou afundamento do solo, provocando inúmeras e perigosas rachaduras em casas, edifícios,  inicialmente no Pinheiro, e a Escola de Ballet Eliana Cavalcanti foi também, e infelizmente, "condenada", interditada. O problema foi se agravando, atingindo outros vários bairros, vitimando milhares de maceioenses. 

Abaladíssima, Eliana segue desabafando comigo: "Na verdade, isto parece um grande e desgastante pesadelo, que espero, chegue logo ao fim. Toda essa destruição causada pela Mineradora Braskem me afetou financeiramente e emocionalmente. Eu me senti expulsa do meu porto seguro. Ali eu tinha uma escola construída  especialmente para tal e um apartamento confortável, no qual morei por muitos anos e, ultimamente, morava a minha filha. Com a conclusão dos estudos realizados pela CPRM,  acerca da dura realidade que nos atingia, atônita, procurei desesperadamente um local para dar continuidade à nossa escola. Em 2019, alugamos duas salas dentro do Colégio Monteiro, e em 2020, achei um lugar mais amplo, na Gruta de Lourdes. Fiz uma grande reforma, sem qualquer ajuda da Braskem, e sem receber verba para os aluguéis, pois ela só dá auxilio-aluguel para moradores. Inauguramos o novo espaço em fevereiro e, em março, fechou tudo por causa da pandemia. Hoje, fragilizada, com vários sinais de estresse, sinto- me nocauteada e com as forças exauridas. Tive uma reunião com a Braskem há poucos dias. Como eles não levam em consideração o tempo da empresa no bairro e outras coisas mais, já recebi uma oferta que ficou muito aquém das minhas expectativas". 

E Eliana segue confessando a tristeza que é compartilhada por centenas de amigos, principalmente alunos e ex-alunos, que estão se mobilizando para abraço simbólico, às 16h do próximo sábado, dia 19, em frente ao nº 440 da 

Rua Ranildo Cavalcante, na Gruta de Lourdes (a mesma rua da Academia Cena e da Clínica NOT, e vizinha à Cross Fit Corais). Prédio esse que, "Desde fevereiro de 2019 que estamos pagando aluguel, quando tínhamos nosso imóvel próprio, construído especialmente para dança. Em junho do 2020, assinamos o termo de posse para a Braskem, pois assim exigia o acordo entre o Ministério Público e a Braskem. Já se vão dez meses desse acordo e dois anos de sofrimento. Essa demora é cruel; é desumana!".

Assim, confirmo solidariedade e reforço apoio, afinal, essa causa é além de justa. Então, quem se solidariza com o problema será muito bem vindo, já que todos os cuidados com a pandemia serão respeitados e praticados.

Ah! Capturei fotografias e cartazes de vários espetáculos, de diversas épocas, no perfil do Ballet Eliana Cavalcanti no Facebook, ilustrando esta publicação.   

Postado por Felipe Camelo

Sangue é Vida, Doe

No Junho Vermelho, Dia Mundial do Doador de Sangue

14.06.2021 às 19:32
Reprodução

Ontem, numa matéria na TV, a repórter falou que em alguns países, o isolamento social já foi relaxado, com seus cidadãos já vacinados contra o Coronavírus e seus hospitais não estão mais superlotados. No final da matéria, ela disse que o sonho de todos é ter de volta a "vida normal". 

Não creio que o ideal é a volta do estilo de vida que estávamos tendo ultimamente, numa corrida desenfreada para consumir e acumular bens, poder. É numa pandemia como essa que mais precisamos uns dos outros. Como sempre digo, é impossível ser feliz, ou triste, sozinho. Como também digo, ninguém é alguém sem outro alguém. 

Venho tristemente constatando que os seres estão cada vez mais desumanos. Ganância e egoísmo tem feito estragos mundo afora. Aqui no Brasil, não tem sido diferente. Num país com tão dolorosas e injustas desigualdades sociais, acumular sem compartilhar é prática comum desse capitalismo selvagem. 

Até vejo e festejo voluntários que se disponibilizam, se doam e agregam outros solidários seres. Mas, infelizmente, são muito poucos, diante do volume de carências. Ultimamente, campanhas seguem acontecendo o ano todo, na intenção de chamar atenção para tão importantes causas. Cores são definidas e escolhidas para destacar essas campanhas. Incrível é que já temos meses "com mais de uma cor", e neles, mais de um movimento ganha foco. 

Ainda bem que temos essas abnegadas pessoas que não esmorecem diante da pouca participação da população em benefício dos que são vítimas de muitas enfermidades.

Agora mesmo, desde o último dia 1º, Junho Vermelho chama atenção para a constante necessidade de atrair doadores de sangue, tentando deixar os estoques dos Bancos de Sangue com quantidade suficiente para atender a demanda. No país inteiro, poucas bolsas de sangue nas geladeiras, pondo em risco muitas vidas. 

Este 14 de junho é definido como o Dia Mundial do Doador de Sangue, e o Hemocentro de Alagoas vem se desdobrando para realizar coletas externas em Maceió, no Polo Industrial de Marechal Deodoro e em União dos Palmares.  De hoje ao próximo sábado, 19, quem doar sangue recebe boné especial da campanha. Quem se sensibilizou e quer doar, todas as informações, no https://www.saude.al.gov.br/hemorrede-publica-de-alagoas/

Postado por Felipe Camelo

100 anos de Charme

10.06.2021 às 15:30
Reprodução

Como já publiquei, minha família materna se formou em Porto de Pedras, onde passei todos os verões da minha infância e adolescência. Era a chance de conviver com tios e primos, inclusive com os que moravam e moram em Recife.

Temos até hoje, um casarão construído pelo meu bisavô em 1920, ele que participou ativamente da vida política da região. Fico lembrando o quão encantado e apaixonado sempre fui,  por tudo lá. A história de meus antepassados, nossa linda casa, a subida ao farol, a vista do cemitério, as enormes tartarugas que sempre apareceram na praia, as frutas, as comidas com coco, a imensidão da Crôa do Tubarão, que se tornava infinita com a maré baixa, os circos que se apresentavam na cidade, a travessia de balsa pra bica de Japaratinga, os inesquecíveis blocos de carnaval, passear de bicicleta pelos coqueirais... tudo segue bem vivo na minha memória e no meu coração. 

E essas lembranças todas fluíram agora com as comemorações pelos 100 anos de sua emancipação política. Extensa programação nesses últimos dias, com participação do governador Renan Filho, que esteve lá ontem para solenidade oficial, marcando o Centenário. Outra forte lembrança, o primo Zizo, batizado José Aluísio da Cunha, que foi prefeito por vários mandatos e se mantém pleno e lúcido aos 103 anos de feliz idade, em eterna lua de mel com prima Hilda, num casamento de quase 80 anos, que gerou + 3 gerações, e entre os netos, Márcia, casada com Henrique Vilela, prefeito reeleito com a quase totalidade dos votos, em incontestável aprovação popular. 

Aos 60 anos, confesso que só aumenta minha vontade de me tornar oficialmente cidadão e morador porto-pedrense, e creio mesmo que esse sonho será realizado. Mas, enquanto isso não acontece, sigo aqui, apaixonado pela cidade que me conquistou desde a infância, no Litoral Norte de Alagoas. Torço para que se desenvolva, proporcionando qualidade de vida para seu povo, do qual me sinto parte. E que não perca o charme que só as cidades cuja natureza é bem preservada possuem.

Parabéns, Porto de Pedras, inclusive pelos 100 anos de independência!!! 

Postado por Felipe Camelo

Jornalismo de Verdade...

...Sério e Transparente

09.06.2021 às 16:32
Arte de Afrânio Aquino / Reprodução

Única espécie animal dotada de inteligência e raciocínio (sic!), seres humanos se comunicavam com gestos, grunhidos, gritos, iniciando assim a interação entre eles e outras comunidades. 

A história confirma que desenhar nas pedras foi evolução na comunicação, há incríveis 8.000 anos antes de Cristo. Por volta de 3.100 anos a.C, egípcios criaram caracteres para se comunicar utilizando hieróglifos. Surgia a 'grafia'. 

Desde então, a comunicação não parou de evoluir, e nesse processo, chegamos aos meios digitais, ultrapassando o tempo e a distância. Lembro que, quando entrei na Ufal para estudar Jornalismo, não existiam computadores por aqui. Para ajudar nos trabalhos, a boa e velha máquina de datilografia. Minha vó Afra me ensinou como teclar utilizando todos os dedos, o que me ajuda muito, até hoje. 

Em 2021, impossível viver sem equipamentos tecnológicos, e com eles, o alcance do Jornalismo cresceu incomensuravelmente, inclusive como fundamental ferramenta que garante a Democracia e facilita a transmissão de informações verídicas. Notícias precisam ser checadas e divulgadas com seriedade e transparência. E essas técnicas se aprende nas universidades. Tão importante quanto o dom e o talento para escrever, saber como escrever e transmitir é importantíssimo, para que a notícia seja publicada com a mais profunda lisura. Matérias mal trabalhadas podem causar sérios problemas para as pessoas e para a sociedade como 1 todo. 

Trabalhei muitos anos com fotografia e jornalismo impresso, até que, em 2018, me "vi" demitido da Gazeta de Alagoas entre dezenas de profissionais, e qual foi minha felicidade quando recebi convite de Eliane Aquino e Ricardo Leal para trabalhar com eles, publicando coluna em 2 páginas na revista Painel Alagoas, com total liberdade de pauta, claro. Na diagramação, o 3º integrante do comando editorial, Afrânio Aquino, filho de Eliane, enteado de Ricardo e grande parceiro meu. 

Foi exatamente ele, Afrânio, quem sugeriu que os 3 criassem canal digital de comunicação, isso entre 2009 e 2010, quando em 1º de junho, oficialmente, o portal Painel Notícias entrou no ar, reunindo blogueiros dos mais diversificados seguimentos e atividades, e entre eles, a incrível Heloisa Helena, que agregou valor, atraindo internautas e seguidores. Assim como o blog de HH, outros também tinham muitos acessos, como o sobre coisas absurdas, curiosidades e "cultura inútil", editado por Ricardo, assim como 1 sobre Mundo Animal, que chamava atenção inclusive para a importância de adotar e cuidar de animais abandonados. Também fez muito sucesso "A palavra do Pastor", que reproduzia com exclusividade textos de Dom Antônio Muniz Fernandes, Arcebispo Metropolitano de Maceió. Medicina e música também tinham seus blogs próprios, garantindo pluralidade de pautas.  A própria Eliane Aquino publicava sobre jornalismo, assim como Meg Oliveira, que garantia muitos 'cliques', com inteligência, carisma e charme.  

Seguiram produzindo até que publicaram bombástico furo jornalístico  que causou alvoroço em Alagoas na eleição de 2010. "O candidato Fernando Collor havia descumprido orientação do Tribunal Regional Eleitoral e poderia ser preso assim que descesse do helicóptero  no qual sobrevoava o estado, em campanha. Claro que essa notícia colocou definitivamente o portal entre os + acessados e mudou o resultado da eleição. . 

Em 2017, Eliane e Ricardo receberam proposta para editar jornal semanal  que ganhou Painel como nome próprio. 

Com as voltas que o mundo dá, em janeiro de 2018, numa conversa do trio, Ricardo teve a ideia de transformar o jornal numa revista impressa e mensal, e em abril,  era realidade. Foi quando recebi o feliz convite para integrar a equipe. Atualmente, no Portal, Painel Fashion, Painel Jurídico, Painel Opinativo, Painel Político, Ponto Final, Agro Notícias, com exclusividade  de Maurício Picazo Galhardo,  Etcetera de Ricardo Leal, Receitas e Cestas, de Claudia Garcia, Pedro Oliveira, outro respeitado nome no jornalismo, e esse blog que edito aqui. 

E assim, informando com responsabilidade, seguimos confiantes que o bom jornalismo sobreviverá nesse triste momento em que o Brasil vive essa criminosa "onda" de notícias falsas, e constantes ataques que os profissionais da Imprensa vem sofrendo com imperdoável violência dos apoiadores e do próprio presidente da República, que, envolvido em muitas suspeitas, denúncias e escândalos, tenta evitar que a população seja bem informada, crie suas próprias opiniões e decida sobre que futuro queremos para todos nós, e para o Brasil, principalmente.

Por tudo isso, motivos não nos faltam para celebrarmos esses 11 anos do Painel Notícias, agradecendo a participação de todos os colaboradores, e principalmente aos internautas/leitores por acreditarem em nosso sério e profissional Jornalismo. Juntos, venceremos essas "fake news" e sobreviveremos nessas pandemias,  viral e ideológica. 

Postado por Felipe Camelo

"Pra família Xotear"

EP Cazuadinha

02.06.2021 às 18:20
Reprodução

É público e notório que Alagoas é berço de inúmeros e diversificados talentos artísticos, seja em que linguagem for. Na música, em todos os ritmos, não nos faltam sucessos. 

Claro que, com o alcance planetário via internet, desde cedo, a criançada já vai descobrindo o que gosta, o que quer. Comprovadamente, música é estímulo, modo de se expressar e se comunicar. A influência é além de ampla. Expressões linguísticas, brincadeiras, figurinos, adereços e acessórios... viram objetos de desejo dessa turminha que desde cedo, querer ter vida própria.

E foi geral a felicidade dos "pequenos" quando, em 2013, surgiu a 1ª banda infantil alagoana, e Cazuadinha já chegou chegando. Com roupas brilhantes e coloridas, linguagem lúdica e de fácil interação com os carismáticos personagens  que rapidinho conquistaram. 

Eu, confesso que sou fanzaço do grupo capitaneado por Roberta Aureliano, criadora e vocalista que incorpora Pingoo, que lidera a musical trupe e atrai gente de todas as idades. 

Também sou encantado pelos inúmeros espetáculos gratuitos que sempre realizam, agregando valor em nobres causas.  Se eles não param desde o 1º show, é impensável não pensar neles nas populares festas nordestinas, principalmente nas festas de São João e São Pedro, e, assim como todos os artistas, vem tentando sobreviver nessa pandemia. 

E numa certeira atitude coletiva da banda, concretizaram a realização de incrível ideia, lançar álbum EP "Pra família Xotear", que será lançado nessa próxima 6ª-feira, dia 4, em suas plataformas digitais. Claro que fiquei tão feliz com a notícia que coloquei na pauta do blog, e lendo tão completo realise,  resolvi publicar na íntegra, agradecendo ao jornalista e assessor Maylson Honorato. 

Assim, aqui abaixo, todas as informações da banda infantil queridinha de Alagoas, tim-tim por tim-tim. Acesse e divirta-se, se esbalde. 


Grupo infantil alagoano faz primeiro lançamento oficial nas plataformas digitais nesta sexta-feira (4)

Com a pandemia ainda impedindo as festas juninas presenciais, a maior banda infantil de Alagoas resolveu presentear crianças de todas as idades com um EP especial de São João. “Pra Família Xotear” estreia nesta sexta-feira (4) em todas as plataformas digitais e faz dois convites para os ouvintes: manter viva a criança que existe dentro de cada um e armar o próprio arraial dentro de casa.

“Estamos com muita saudade de fazer a festa com todo mundo junto, de fazer nosso tradicional show de forró, que teria este ano sua 4ª edição, mas não vamos ficar parados e nem desanimar. A Banda Cazuadinha preparou o EP com muito carinho e sei que vai contribuir para que a gente encontre esperança na alegria e na união”, comenta Roberta Aureliano, artista que no palco dá vida à Pingoo, voz da Banda Cazuadinha.

Com 5 faixas originais, o EP resgata a festa junina matuta que a gente adora, sem deixar de lado a alegria contagiante e arrojada da Banda Cazuadinha. Das 5 músicas, 4 são autorais e apenas uma, “Brincadeiras”, é uma releitura de um clássico da época junina. O disco poderá ser acessado gratuitamente pela plataforma digital preferida de cada usuário, como Spotify, Deezer, Apple Music, Tidal e YouTube Music.

O pré-save do disco já está disponível e pode ser acessado por meio do link: https://onerpm.link/5579597537 .

ALEGRIA EM MEIO AO CAOS

Para Izabelly Sena, produtora-executiva da Banda Cazuadinha, foi a sagacidade dos artistas do grupo que fez o disco sair do campo das ideias. Sem eventos desde o início da pandemia, a produtora evidencia que lançar um álbum é um movimento arriscado e que exige, antes de tudo, amor e comprometimento.

“Nosso EP ‘Pra Família Xotear’ vem para alegrar um pouco nossos dias e o 2º São João sem poder estar juntinho e fazendo o que mais amamos com nossos fãs. Estamos dando o nosso melhor em meio a esse caos que o setor de eventos e o mundo vêm passando. E é com muito esforço e alegria que estamos trazendo essas músicas para todas famílias poderem se divertir um pouco dentro de casa”, diz Sena, que faz um pedido aos fãs da banda.

“Precisamos que nossos fãs, clientes e apoiadores nos ajudem a espalhar esse CD. Contamos com os alagoanos e todos que amam a Cazuadinha e que estão espalhados pelo Brasil inteiro. É com muito carinho que a Cazuadinha vem, há 8 anos, se reinventando e construindo sua história. Estamos aqui para mostrar e fazer arte, precisamos de valorização e atenção para esses artistas. Levamos o nome de Alagoas e de Maceió por onde passamos. Vamos continuar a espalhar amor, arte, alegria e conhecimento, mas, para isso, precisamos do seu apoio”, conclui a produtora.

PRA FAMÍLIA XOTEAR

Amparado na premissa de que ser criança é um estado de espírito, o EP “Cazuadinha - Pra Família Xotear” convida todas as famílias para armarem o próprio arraial e fazerem a festa dentro de casa. Com músicas contagiantes e que prometem animar a criançada, o primeiro lançamento oficial da Banda Cazuadinha traz a alegria como carro-chefe e convoca todo mundo para cultivar a energia das festas juninas e das tradições nordestinas.

As composições do disco são assinadas por Roberta Aureliano (Pingoo) e Paulo Keita (Homem Vaca), que afirmam que o resultado final da produção é uma explosão de animação.

SOBRE A BANDA CAZUADINHA

Considerada a maior banda infantil de Alagoas, a Banda Cazuadinha já conta 8 anos de história e surgiu com a proposta de redescobrir a magia das matinês infantis. O grupo ganhou notoriedade quase instantânea e circulou por diversos estados brasileiros, como Distrito Federal, Mato Grosso, Espírito Santo, Pernambuco, Sergipe, entre outros. Em 2019, a banda se apresentou no carnaval de Salvador (BA), no Circuito Barra-Ondina, ao lado da cantora Gilmelândia.

A Cazuadinha foi criada por Roberta Aureliano, que acredita que, apesar de a banda ser essencialmente infantil, todos acabam se divertindo nos shows.

Para acompanhar a Cazuadinha, basta seguir os perfis oficiais da banda. No Instagram é @BandaCazuadinhaOficial; já no YouTube, basta buscar por "Cazuadinha Oficial". Pré-save: https://onerpm.link/5579597537

Postado por Felipe Camelo


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]