Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
21 de agosto de 2019
min. 22º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Banco Central vende dólares das reservas pela primeira vez em dez anos
03/06/2019 às 14h26

Blogs

“Correntes sem Fé”

Felipe Camelo

 Incrível como os seres que seriam humanos e racionais estão deixando de honrar estas nomenclaturas e seus significados. Humano por ter inteligência, racional por ser dotado de razão (capacidade de julgar, inclusive e principalmente, o que se pode ou não, o que se deve ou não, fazer).

Coincidentemente, tenho observado na Internet que muitos animais, irracionais, tem tido atitudes características dos seres que pensam. Pelo visto, sentimentos de solidariedade, amor, compaixão os norteiam, e os bichos são flagrados cuidando uns dos outros, protegendo. independentemente se da mesma raça ou de outra, não importa. Eu mesmo, tinha 1 cadela que adotou e deixava 1 gato mamar, mesmo que ela não tivesse leite. 

Enquanto homens e mulheres ficam escolhendo quem amar, os que são diferentes, não tem muita chance de relacionamento amistoso. Pelo contrário, preconceito, intolerância e violência tem promovido muitas barbáries Brasil afora. Egoísmo, usura, ganância, maldade... tem descaracterizado a raça. 

Há umas 2 semanas, cheguei pr’um casamento e assim que entrei, esta cena me chamou atenção, claro. Nunca imaginei que 1 pia batismal, de mármore, pesadíssima, precisaria de correntes e cadeados pra se manter ali. Fiquei tão horrorizado que comentei com 1 fotógrafo que estava perto, pra cobrir a cerimônia, e ele me chamou atenção pr’os  constantes roubos em igrejas. “Imagino o peso desta pia”, ponderei. “Camelo, eles levam tudo, basta ter algum valor, até os altares...”, me respondeu. 

Fui pesquisar e igrejas continuam na mira dos bandidos. As urnas de coleta de dízimos, aparelhos eletrônicos nas sacristias, imagens antigas de anjos e santos, castiçais... em breve, até os bancos precisarão de correntes e cadeados. Não sei como ainda não colocaram grades nas altares nem acorrentaram as sacras imagens. Se na Catedral Metropolitana da capital do estado, o risco é eminente, nos templos menos observados e frequentados então, por isso, roubos em igrejas só aumentam Brasil afora. Na verdade, no mundo todo. Os ataques, além de roubar, profanam e destroem o que encontram, em total e assumido vandalismo. 

Sei que o desemprego está ai, comprometendo o presente e o futuro de muita gente, mas pra pensar numa alternativa pra ganhar alguma grana e sobreviver, pouca gente quer. Infelizmente a maioria não quer ter trabalho e obrigações, quer lucrar ser fazer força, sem suar. E com certeza de impunidade, faz a vida ser esta loucura. Enquanto devotos fazem correntes de Fé, outras correntes também são necessárias. Infelizmente!!!


Fonte: Felipe Camelo


Felipe Camelo por Felipe Camelo

Felipe Camelo é jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]