Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
16 de setembro de 2019
min. 23º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Caixa tem horário estendido hoje e amanhã para saque do FGTS
22/08/2019 às 15h07

Blogs

Vida que grita “Socorro”

Greenpeace/Reprodução

Não sei se por listo por ordem alfabética, mas enfim, a perversidade é fruto de ignorância, egoísmo, ganância, soberba, certeza de impunidade... Obviamente, não sigo a corrente da crença “terraplanista”.

Pelo contrário, sempre estudei muito, e ter ido ao Cabo Canaveral, da Nasa, na Flórida, aos 12 anos de idade, me deixou ainda + encantado com o universo, especialmente com a terra. E sei que ela é redonda, pra girar, sempre iniciando novos ciclos. Lutar pela sobrevivência, principalmente diante de destruição provocada pelos próprios homens, é sina.

Também nesta idade, meu pai me deu 1 ‘optimist’, barquinho pequeno, de fibra, vela e leme. Cresci velejando pela Pajuçara, em frente de casa, e lembro que observada a diferença crescente da presença de lixo na água. Cada ano, piorava. Desde então, mantenho foco no Meio Ambiente, pauta constante em meu trabalho. Com tantas e confirmadas informações, estudos e dados sobre a importância de se preservar o planeta e nossa existência.

 Impossível não ter o nato instinto de preservação da raça, da própria espécie. Quem não pratica naturalmente estes valores, que nos qualificam como racionais, será vitima de si mesmo. Neste giro agora, a terra tem sido a maior vítima, consequentemente, todos os seres vivos correndo sérios riscos de destruição, com irreversíveis consequências. No mundo inteiro, poluição causando degelo nos polos, aquecimento global comprometendo espécies ameaçadas de extinção. E pra piorar, extrema e radical corrente política que vem dominando governos mundo afora, e entre suas plataformas, o lucro acima de tudo, e de todos.

Assim sendo, 100% indignado com a absurda política ambiental praticada atualmente, destaco o Brasil como 1 dos países que + desmatam florestas no mundo, vitimando, consequentemente, e principalmente os seres humanos. Que vergonha tenho sentido em ser brasileiro e ser visto pelos outros países como o que “está pondo a vida do planeta em risco, verdadeiro crime contra a humanidade”.

Fotos circulam na Internet mostrando cenas de barbárie, animais mortos ou tentando fugir do fogo. Muitas celebridades internacionais se posicionando contra este desgoverno que não tem visão, além do lucro da exploração e mineração em reservas indígenas, colocando estes nativos em risco. E tão grave quanto às queimadas é o presidente vir dizer que estes incêndios estão sendo praticados por ambientalistas e Organizações Não Governamentais, “que querem incriminar o governo em retaliação pelo corte nas verbas que estas ONGs recebiam”. Me confesso incrédulo com o fato dele dizer isso, e o pior, ter quem acredite nesta mentira. Sei que, infelizmente, algumas pessoas serão contra esta minha postagem, mas repercutir é a única atitude que posso tomar contra esta loucura que entra pra história como 1 dos piores ataques contra o Meio Ambiente, contra a Natureza, contra a Vida. Sinto muito, se os apoiadores deste desgoverno não concordam comigo, sinto muito mesmo, pelo triste capítulo que estão escrevendo em suas histórias de Vida.

Eu? Sigo fazendo minha parte, tentando preservar espécies, inclusive humana. Tomara consigamos barrar estas motosserras que desmatam, e possamos parar fazendeiros e garimpeiros, que, estimulados por atos presidenciais vem ateando fogo, causando sérios e irreversíveis danos. Como a chuva ‘preta’ que transformou São Paulo estes dias, assustando todo mundo. E ainda veio o sinistro (ops!) ministro do Meio Ambiente dizer que foi “fake news” esta assustadora tarde na maior cidade do país.

Mas, apesar de todos estes absurdos, mantenho Fé!!!


Fonte: Felipe Camelo

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

Felipe Camelo é jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]