Dólar com. 5,366
IBovespa -1,18
21 de setembro de 2020
min. 23º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Mega-Sena acumula e pagará R$ 43 milhões na quarta-feira
25/10/2019 às 19h20

Blogs

A Itália, aqui

Felipe Camelo

 Lembro bem quando minha querida Nide Lins me convidou pr’eu participar de 1 série de jantares no Basílico, restaurante italiano comandado pelo casal Stefano Cardilli & a chef Lory Dori,  que, rapidinho, conquistaram alagoanos com autêntica, caseira e artesanal gastronomia mediterrânea.

E nestes jantares, chef Lory só coordenava, dando consultoria, mas quem preparava os pratos eram alguns clientes que se arriscam nas panelas e caçarolas, devidamente selecionados e convidados por ela, e toda semana, júri indicava os melhores pratos, até que o melhor deles foi confirmado campeão. Confesso que foi 1 mês de delicias semanais, consolidando nossa amizade.

E qual foi minha felicidade quando minha amiga jornalista e badalada blogueira de Gastronomia e Turismo me chamou pra “Volta a Noite Italiana”, jantar com música e danças tipicamente italianas, com o casal Deiva & Francesco, ela paulistana e ele italiano que optaram por vir morar em Maceió. Ele, com repertório maravilhoso (voz,  gaita e violão), garantindo o cima da noite.

E pra ‘falar’ nas comidas, garanto que Crostini e Bruschetta feitos com maravilhoso, saboroso, inesquecível pão caseiro Toscano (sem sal nem fermento químico); Almôndegas de carne moídas por Lory (numa pesada máquina de moer que o pai de Stefano trouxe da Italia) com molho de tomate fresco estavam de gemer.

Como pratos principais (sim, no plural, mesmo), “Trio degustação de massas caseiras de frutos do mar” (destaque pra lasanha); e pra fechar com chave de ouro, a sublime sobremesa, “Torta de merengue recheada com morango fresco, suspiros, chantilly sem açúcar servida com calda de frutas vermelha e limão da Sicília”, 2* chef Lory. Suave delicia, sem nenhum excesso, nem de açúcar, não precisando nem mastigar, desmanchando na boca.

E garantindo perfeita harmonização, o vinho tinto Rosso Vigneti Delle Dolomiti, (cuja vinícula data de 1869), importado pela brasileira que se divide entre a Itália e o Brasil, a simpatississima Cristina Camargo, que adorei conhecer.

Claro que fomos, Nide e eu, de Uber, pra curtir tudo sem nenhum problema, muito menos com a Lei Seca. Cheguei feliz em casa, desejando outras noites italianissimas como esta.

Fiquem ligados pra não perderem a próxima. É reservar e se divertirem numa mesa com amigos. Eu? Recomendo!!!


Fonte: Felipe Camelo

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]