Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
17 de fevereiro de 2020
min. 25º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Receita paga hoje restituição do lote residual do IRPF de 2008 a 2019
29/10/2019 às 15h40

Blogs

Aqui e Agora

Felipe Camelo

Em 11 de março próximo, completo meu ano 59, e inicio 60.

Sempre fui muito acelerado, certo que eu poderia definir meu tempo. Ledo engano. Incrível eu estar ‘falando’ nos meus 60 anos, confesso que nunca havia pensado em mim com esta idade.

Mas enfim, entre muitas vivências, a + radical, quando em 7 de setembro de 1999, bebi e dirigi. O resultado? Semanas em coma, varias cirurgias, parada cardíaca e tudo +.  Até já publiquei sobre este acidente. Comprovadamente, não era a minha hora.

Claro que muitas mudanças aconteceram em mim, principalmente ‘por dentro’. Sou outro homem, e as transformações foram tão positivas e operantes que, outro dia, rezando, me observei agradecendo ter passado por esta extraordinária experiência. Evoluí como pessoa, como gente.

Desde então, tenho vivido acreditando que tudo que é, já era pra ser. Confesso que eu já “sabia” que algo assim me aconteceria. Mas este, já é tema de outra postagem.

Inclusive, tenho vivido em outro ritmo, n’outra velocidade, respirando conscientemente, sabendo que estou respirando, e que preciso de tempo, pra isso também.

Lembro sempre de Osho, que recomenda “Viver aqui e agora”.

Não estou deixando nada pra depois. O tempo passa rapidamente, e se não aproveitamos os momentos, que são únicos, e adiarmos, pode não dá tempo.

Surpreso ontem, com o falecimento de Jorge Fernando, ator, escritor, diretor, que não perdia tempo. Múltiplo, não se poupou e viveu aceleradamente, produzindo sucessos. Ainda bem que fez tudo que pode, intensamente. Parecia que sabia que não teria muito tempo. E subitamente faleceu, exatamente com a minha idade.

Dai, pensando nisso tudo, resolvi escrever.

Assim, vivam bem, intensamente, mas conscientemente. Desliguem o celular, e foquem em tudo que estiverem fazendo. Não vivam no “piloto automático”.

Como sempre ‘digo’, sei que a existência não começa na maternidade nem termina no cemitério, e quero estar bem, feliz, realizado, compartilhando vida, quando chegar a hora de partir, pra que minha passagem seja plena, gloriosa. Assim como minha chegada do outro lado do portal. Eu quero estar tranquilo pra seguir e evoluir bem.

Ah! O que de mim, puder ser aproveitado e transplantado, eu doou. O restante? Cremar e espalhar no mar de Porto de Pedras, é meu desejo.

E tenham certeza, bem vivido, vivi! Tudo! Aqui e agora!!!

Incrível, escrevi este texto na noite de ontem, abordando morte, vida, meus 60 anos e o repentino falecimento de Jorge Fernando. Fui dormir inquieto, “mexido”. Acordei e fui pegar minha querida Marta Arruda, pra colocarmos 3 esculturas suas no meu jardim. Quando estamos sob escaldante sol, outro amigo, Gama Júnior ligou preocupado comigo, achando que eu já sabia da partida de amigo desde a Turma 1978 do Marista, Antônio José Guimarães, meu queridaço Zu, empresário, publicitário e ser solidário, ativo voluntário de instituição que ajuda milhares de crianças e jovens de comunidades carentes. De família estruturada e feliz, muito bem casado, pai exemplar, jamais alguém acharia que ali, havia algum problema. Muito menos, assim enorme e doloroso, ao ponto de abreviar sua própria existência. Evitando imaginar a agonia que o levou ao extremismo deste ato, preferindo emanar minha + pura e iluminada energia, desejando que Zu encontre paz no caminho da Luz. E que Mariângela, filhos, amigos e todos da família, reforcem a fé. Me confesso muito triste, muito mesmo!!!


Fonte: Felipe Camelo


Felipe Camelo por Felipe Camelo

Felipe Camelo é jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]