Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
17 de fevereiro de 2020
min. 25º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Receita paga hoje restituição do lote residual do IRPF de 2008 a 2019
30/10/2019 às 16h23

Blogs

Viva a Vida, Viva o Amor

Aloísio & Hilda Cunha - Acervo pessoal/Reprodução

Nasci da união de 2 famílias muito unidas entre si, completamente amorosas, tanto a paterna, como a materna, cujo berço é minha amada Porto de Pedras, estrela do litoral norte alagoano.

Nas férias do meio do ano, passávamos na fazenda de tio Jorge Camelo, irmão de minha avó Afra. Adorava o vale e sua criação de cavalos. Lembro bem das comidas deliciosas que tia Iris servia com fartura. O café da manhã era banquete, servido antes das 6 da manhã. Eram muito bem casados, e meus primos também nos recebiam muito bem.

Já nas férias de verão, o destino era sempre Porto de Pedras, onde temos centenário casarão, além de sítios no Patacho, na beira da praia. Sempre desejei morar lá e creio que este dia não demora muito + pra acontecer.

Muitas lembranças. Dos mariscos na praia, da Croa do Tubarão (quando quilômetros de areia ficam expostos com a maré baixa), dos banhos de bica, dos carnavais, do gosto das mangas-côco do quintal de casa, das peixadas com arroz e feijão de côco, pirão e legumes cozidos, das cocadas, dos sucos de caju, da subida do morro do cemitério pra ver a vista da praia e do enorme coqueiral, de atravessar na balsa pra brincar em Japaratinga, das comidas da Deda’s, da procissão de Nossa Senhora da Glória (a padroeira)... mas 1 figura segue muito vida na minha memória e no coração, primo Zizo, que herdou na genética familiar a paixão pela política, tendo sido excelente prefeito por muitos mandatos. Verdadeiro pai da cidade. Primo em 1* grau de minha mãe Hilza, cuidava do município como sua casa, e da população como família.

Incrivelmente carismático, mantém este patriarcado até hoje, sempre querido por todos, nativos e “forasteiros”. Nunca vi primo Zizo negando nada ou deixando de ajudar e ser solidário. Ele é a ‘cara’ da cidade, até hoje, mesmo não + sendo prefeito ou exercendo cargo público.

Assim, transmitiu este legado a neta Marcinha, filha da filha Candinha, e que criou a neta como filha também. 

Os anos se passaram, o mundo deu muitas voltas, e esta neta/filha se casou, e seu marido, Henrique Vilela, foi eleito prefeito, e vem realizando excelente trabalho, contando com a parceria, apoio e trabalho de Marcinha.

E primo Zizo, batizado Aloísio Cunha, mesmo afastado oficialmente, da política, segue no coração do povo, que ontem, passou o dia festejando seus 102 anos de idade, e também os 75 de casado com prima Hilda, celebrando Bodas de Brilhante.

Confesso que meu desejo é me mudar pra lá e viver meus últimos dias no sossego de Porto de Pedras.

Mas enquanto isso não acontece, sigo aqui em Maceió, desejando tudo de melhor aos primos Hilda & Zizo, reforçando e confirmando meus parabéns por serem tão especiais. Parabéns pelos incríveis 102 anos de produtiva e feliz vida, e pelos 75 de amor, respeito, carinhos, companheirismo... Que sejam exemplos!!!


Fonte: Felipe Camelo


Felipe Camelo por Felipe Camelo

Felipe Camelo é jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]