Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
17 de fevereiro de 2020
min. 25º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Receita paga hoje restituição do lote residual do IRPF de 2008 a 2019
18/11/2019 às 14h52

Blogs

Por Respeito e Liberdade

Como já publiquei algumas vezes, acredito que somos 1 única raça, Humana. Não identifico ou classifico pessoas por sub- grupos, brancos, negros, indígenas, orientais, LGBTQ+, héteros, pobres, ricos... Todos merecemos as mesmas oportunidades, deveres e direitos, principalmente respeito. Também creio que todos os dias devem ser celebrados como Dia da Humanidade.

Mas infelizmente, vivemos num mundo cada vez + ganancioso, egotista, agressivo, violento, com as diferenças cada vez + evidentes, visíveis, assumidas, e as mesmo tempo, julgadas e combatidas.

Aqui no Brasil, com sua ampla e incrível diversidade, atitudes ignorantes de preconceito, fobias e racismo ainda são, absurdamente, explicitamente, praticadas.

Confesso que não entendo como alguém, em pleno século XXI, ainda se acha melhor que outras pessoas, simplesmente pela cor da pele. Pra mim, inadmissível, incompreensível, imperdoável.

Em todos os ambientes, piadas, comentários negativos, ‘brincadeiras’ sem graça... provocam trauma e sofrimento que podem dificultar a vida destas vítimas. E definir específico dia pra destacar este 20 de novembro como Dia da Consciência Negra é preciso, principalmente pra dar + visibilidade, + empoderamento, + força, + identidade.

Esta semana passada, movimento extra e temático na Praça Multieventos da Pajuçara, com 2 cenas que se complementavam, “Vamos subir a Serra”, reuniu moda, artesanato, música, estilo de vida... e também o “Festival Quilobombola - Cozinha Afro-Brasileira”, reunindo 20 restaurantes, que prepararam seus pratos, deliciosamente inspirados na tradicional gastronomia quilombola. Fui com Nide Lins e Beto Nobre, e, coincidentemente, escolhemos e devoramos a mesma opção, estava d+.

Parabéns ao Sebrae, Pagseguro, Centro de Estudos Étnicos Anajô, Abrasel, Prefeitura de Maceió (Fundação de Ação Cultural e Secretaria de Comunicação) e Governo de Alagoas, pelo evento que serviu como “prévia” e pelo que vai acontecer na Serra da Barriga, em União dos Palmares, sítio arqueológico, histórico e cultural, devidamente tombado (há 32 anos) pelo IPHAN, como Patrimônio Cultural do Mercosul, tornando a nossa Serra da Barriga como local de peregrinação, reconhecimento e reverencia ao líder máximo da luta contra a escravidão no Brasil, Zumbi dos Palmares.

A partir das 9 da manhã, até 5 da tarde, diversificada programação, com caminhada “Palmares in loco”, roda de conversa “Tambor Falante”... e na noite do próximo dia 30, “Vamos subir a Serra” no Cinearte Pajuçara, numa incrível Mostra Quilombo Cultural, inclusive com música e poesia.

Que nossa raça, racionalmento (sic!) humana, honre a denominação e que, em 2020, tenhamos + motivos pra celebrar a data. ⚫ Por + Consciência, de todas as Cores!!!


Fonte: Felipe Camelo

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

Felipe Camelo é jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]