Dólar com. 5,366
IBovespa -1,18
21 de setembro de 2020
min. 23º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Mega-Sena acumula e pagará R$ 43 milhões na quarta-feira
19/11/2019 às 15h16

Blogs

Paraíso Navegante

Felipe Camelo

Lembro como se fevereiro de 2014 tivesse sido ontem. Indescritível a sensação de zarpar do Porto de Santos pr’o meu 1* Cruzeiro, e logo no espetacular Costa Fascinosa, indo até Montevideo e Buenos Aires, voltando pra  Santos, navegando por 8 incríveis dias. Sem deixar de ‘falar’ nas noites a bordo, claaaaaro!

Optei por ir sozinho, estava precisando de uns dias comigo mesmo, cercado de horizonte por todos os lados. Consegui, convivi comigo, e me entendi. Foi ótimo.

Mas, se navegar num, literalmente, fascinante navio sem nenhuma companhia, foi maravilhoso, juntar família e/ou amigos, então, deve ser d+.

Mesmo só, não fiquei isolado, já que todos, eu ‘disse’ todos, os tripulantes viviam solícitos, prestativos e bem humorados, como algumas fotos aqui comprovam os sorrisos. Também fiz logo contato com passageiros igualmente agradáveis, e os 8 dias, passaram num segundo.

Pra enlouquecer ainda +, lua cheia me provocou reações, principalmente seu reflexo do mar em constante movimento de velocidade. Confesso que ficava bastante tempo observando, refletindo a vida.

1 das fotos que + gostei de ter registrado, está aqui, eu de agasalho branco, com os pés no vidro (‘gotejado’ pela salinidade) da varanda da cabine com as luzes apagadas, e a lua cheia, e seu reflexo, entre meus pés e minhas pernas.

Sempre viajei muito, e me arrisco a dizer que foi a melhor viagem da minha vida, meu 1* Cruzeiro. Tudo me encantava, o por do sol é de travar a glote, transferir a respiração pr’os poros. Lembrei agora de 1 dos 1*s dias, acordei e abri a porta da varanda. Estava atracando no porto de Buenos Aires, com o sol saindo d’água e subindo entre enooormes guindastes, refletindo luz de ouro em pilhas de contêineres. Loucura master.

Registrar o relaxamento dos passageiros, sem invadir a privacidade ou expor,  também foi massa. E por falar em massa, lembrei que comi muito bem, numa absurda fartura nos “buffets”, sempre variando, pra provar de tudo. Do café da manhã ao jantar, fartura extrema.

O que não faltou foi opção de entretenimento, tanto de dia, como de noite. Enfado ou tédio, nem pensar. Ah! Adorava, no 1/2 do dia, parava o que estava fazendo, e ia pra cabine, cochilar. Acordava zerado, pronto pra nova rodada.

Assim que embarquei, comprei logo 1 passe livre etílico, tipo “tudo incluído”. Com engov/epocler/sonrisal no kit-sobrevivência, não me poupei. Se os ‘novos amigos’ estavam numa piscina, com cerveja, muitos brindes. Se no jantar, a cena era “vinícola”, + brindes. Se espumante era pra fechar os trabalhos, Tim! Tim!

Me confesso feliz com todas estas lembranças, que surgiram com o convite de Carol Feitosa & Alexandre Lima, pra café da manhã no próximo dia 28, a bordo do igualmente incrível Costa Pacifica, que, vindo de travessia Transatlântica, chega da Europa, atracando em Recife, Maceió e Salvador, e finalmente, no Réveillon de Copacabana, no Rio de Janeiro. Outro roteiro bem concorrido e disputado, é no carnaval, que imagino, o quão incrível deve ser.

Nesta visita técnica, 30 convidados da Masterop Operadora, entre os quais, este jornalista, que já, agradece.

E confesso que, desde que fiz o Cruzeiro, imagino como deve ser maravilhoso atravessar o Atlântico até a Europa, navegando num Costa. Ah! Desejo!!!


Fonte: Felipe Camelo

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]