Dólar com. 5,386
IBovespa 1,13
31 de maio de 2020
min. 24º máx. 28º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Covid-19: Brasil tem quase 500 mil casos confirmados e 28.834 mortes
19/05/2020 às 19h46

Blogs

#TodosSomosMilagres

Divulgação

Com a correria da vida, e o tempo sempre “apertado”, vínhamos sendo bem individualistas, dando pouca atenção aos semelhantes, conhecidos ou não.

E ai, aparece este microscópico e mortal Coronavírus pra mudar radicalmente, não só a vida, mas, principalmente, o modo de viver.

Com a obrigatoriedade de se isolar, socialmente, é que tomamos consciência do quanto sentimos falta das pessoas e do convívio. Nesta pandemia mundial, muitas carências afloraram e a certeza do quanto precisamos uns dos outros. Comprovadamente, impossível viver sozinho.

Como sempre digo, nada é 100%, nem bom nem ruim. Com tantas pessoas passando por carências e dificuldades, verdadeira onda de solidariedade tem amenizado tantos sofrimentos mundo afora. Apesar de não podermos estar próximos uns dos outros, novas formas de ajudar surgiram, mesmo à distância.

O assunto de hoje é sobre a região de Alagoas que merece destaque, principalmente pela beleza e qualidade do mar do Litoral Norte, a chamada Rota Ecológica, ou Rota de Charme, que inclui Porto de Pedras, Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres.

Com certeza, no Brasil, nenhum lugar tem sido + procurado pra ser cenário de diversos eventos, com destaque pr’os casamentos de celebridades. A economia local tem girado em torno destas monumentais festas. Inclusive réveillon. Hotéis e pousadas sempre cheios, gerando qualificação, emprego e renda pra muita gente nativa.

Com esta pandemia provocada pelo Coronavírus, as consequências tem sido drásticas e dramáticas. Famílias inteiras dependem do Turismo pra sobreviver, e com todo o setor 100% paralisado, carências são dolorosas e podem ser fatais.

E o projeto #TodosSomosMilagres está movimentando pessoas do bem, numa iniciativa do médico Edson Ataíde e o Instituto Yandê, que vem realizando incrível trabalho de preservação do peixe-boi marinho.

E agregando voluntários, como a arquiteta, urbanista, paisagista, escritora, agitadora e produtora social e cultural... Mirna Porto.

Empresários da região foram contactados, assim como as prefeituras, que tem feito o máximo, mas, quanto + ajuda, melhor o resultado. Então 1 rede de solidariedade se formou, reunindo donos de hotéis, pousadas e restaurantes, gente poderosa que já utilizou a região pra produzir eventos, como casamentos de estrelas nacionais da TV, da música... , como os chefs que vem se destacando pelos banquetes que vem servindo por lá, decoradores, cerimonialistas... ou seja, precisamos de todos que, de alguma forma, vem fazendo sucesso naquele paradisíaco cenário. E nada + justo que retribuir de alguma forma, toda a atenção e ajuda recebida pelos nativos na produção destas festas. 

E assim, com a força de todos, podermos ajudar quem + precisa. Como o Magazine Luiza, que doou 300 cestas básicas, que vem sendo distribuídas aos poucos, alem de 4 máquinas de lavar roupas, instaladas nos postos de saúde dos municípios. Sim, porque pra manter o Covid19 eliminado, higiene é fundamental. Vou postar aqui o texto que Mirna escreveu explicando bem o projeto #TodosSomosMilagres , incluindo 1 hotel que está sendo adaptado para se transformar num centro de isolamento, concentrando nele as vítimas da pandemia, evitando contaminar suas famílias. Grupos de voluntários tem movimentado as cidades, distribuindo máscara confeccionadas por costureiras da região. Enquanto 10 pousadas estão engajadas na campanha.  Quem quiser ajudar, é confirmar reservas pra se hospedar quando este momento passar e o turismo estiver liberado, e a cada reserva, certas básicas serão distribuídas.

Quem doa ganha + do que quem está recebendo a ajuda. @voluntáriosdemlagres no Facebook e @voluntariosdemilagres no Instagram com + informações e canais pra ajudar.

#TodosSomosMilagres 

A Costa dos Corais , em Alagoas, região conhecida por Milagres , é formada por três Municípios. Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras.

Região turística, conhecida por sua paisagem preservada e singeleza de modos. 

Objeto de desejo de artistas , casais apaixonados , juventude sofisticada. 

Criou  fama por seus réveillons, e inesquecíveis casamentos. 

Nessa paisagem, de mar turquesa e abundantes coqueirais, vive uma população que viu no turismo o sustento para suas famílias. A melhoria de vida pelo trabalho. 

Muitas de fora , viram também. Assim , pousadas foram erguidas ao longo da última década .  Casas  foram construídas e preparadas para serem alugadas por temporada. 

Essa mudança de perfil , feita de forma cuidadosa , respeitosa . Absorveu mão de obra local . Treinaram pessoas .  Abriram um mercado promissor. 

Um mercado apoiado unicamente no turismo. 

Pequenos negócios foram alimentando famílias. Do artesanato a gastronomia, uma rede de serviços foi tecida para apoiar visitantes de toda o mundo. 

O charme e a paisagem de Milagres ganharam fama. 

E tudo ia bem , quando em meio ao verão veio o vírus.  O Corona e a pandemia. 

O isolamento e o fechamento de todos os estabelecimentos turísticos. 

Para cidades  de economia diversificada foi difícil, para Milagres foi terrível. 

O fechamento de toda a estrutura que alimentava uma população totalmente voltada para a cadeia turística , levou a fome rapidamente a muitos lares , e toda a teia produtiva ficou repentinamente sem alternativas. 

Nesse contexto , surge um grupo de pessoas, lideradas por um médico , Édson Ataíde, que atende ao município de São Miguel dos Milagres . Conscientes dos graves problemas de infraestrutura social da região , os Voluntários se unem em busca de soluções , dentro desse isolamento , agora tão necessário a sobrevivência humana no planeta. 

A arrecadação de alimentos e material de limpeza, se faz urgente. 

O número de famílias sem alternativas de sobrevivência só aumenta a cada dia. 

A união dos três Municípios  para o fortalecimento na busca de soluções emergenciais frente a pandemia faz se necessária . Urgente. 

Demonstra que barreiras políticas e pessoais  precisam ser quebradas em face ao momento que o mundo enfrenta. 

As prefeituras unidas e a energia de todos , que vivem , ou já viveram a região de Milagres, fez crescer nos corações a vontade  de gerar soluções imediatas . 

A região hospitaleira , precisa também de um hospital de campanha. 

Para a triagem e isolamento dos doentes em fase inicial. 

O hotel Angar. em lugar estratégico foi contactado . E em troca da manutenção da folha de pagamento de seus funcionários , pode ser o hospital. 

São sessenta e quatro leitos garantidos .  Toda estrutura. 

Mas há necessidade de apoio de todas as áreas para essa estrutura funcionar. 

Os Voluntários esperam que os dias e as horas inesquecíveis voltem como Milagres  às vidas de todos. 

Que se faça a solidariedade tão viva quanto os azuis e verdes dessas praias agora desertas .   Que haja alimento nas mesas hoje vazias das casas singelas e coloridas , dos arruados agora silenciosos . 

Convidamos aos que trazem na memória  dias em Milagres , a se unirem . Porque muitos milagres podem ser feitos . 

E não importa o que você faça . 

Faça o que sabe , e pode fazer . 

Mesmo a distância. 

Faça. 

Faça um milagre acontecer em Milagres . 

#TodosSomosMilagres


Fonte: Felipe Camelo

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

Felipe Camelo é jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]