Dólar com. 5.2061
IBovespa 2.3
01 de dezembro de 2020
min. 24º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Auxílio emergencial: Caixa libera saque para nascidos em outubro
24/08/2020 às 13h35

Blogs

Sobre Viver

Felipe Camelo

Inesperadamente, o mundo parou. Desde março, pandemia mundial, isolamento social, e nossa Painel Alagoas, fora das bancas. Claro que o trabalho faz muita falta, e como o confinamento é a única maneira de evitar + sofrimento e morte, nos recolhemos. Mas, como o mundo é, comprovadamente redondo, e dá voltas, nós aqui novamente. Confesso que é difícil, nesta época, estar feliz, por sérios e vários aspectos, mas me trouxe alegria saber que esta incrível revista segue seu papel de bem informar. Então, reforço meu orgulho em fazer parte desta equipe, comandada por Ricardo Leal, Eliane & Afrânio Aquino.

E por ‘falar’ em mundo, volta, ciclo, aproveito este confinamento pra ver, rever, pensar, repensar. Em tudo, inclusive em mim e no que desejo da vida. Até fisicamente, mudanças tem me feito bem. Há uns 30 anos cortando o cabelo a cada 15 dias com máquina 1 ou 2, desde março, pelos crescem, e confesso que estou me reconhecendo bem e tranquilo, curtindo o resultado. 100% isolado, só saio a cada 10 dias, para supermercado, farmácia, loteria para pagar contas e ver minha mãe, mesmo que de longe.

E quando isso acontece, todos os cuidados recomendados, como uso contínuo de máscaras. E nestas raras ocasiões, observo a absurda quantidade de pessoas sem a menor proteção, como se não estivéssemos em plena pandemia mundial.

Claro que a economia precisa retomar atividades, mas, infelizmente, todas as cidades do mundo que já reabriram indústria, comércio, serviços, lazer... tiveram que engatar marcha-ré, já que a população externa absoluta ignorância, promovendo aglomeração em festas “clandestinas”, sem se preocupar, nem consigo nem com os outros. Se estivéssemos em total e respeitado bloqueio, talvez já estivéssemos nos livrando do Coronavírus. Incrível ter ouvido Luciano Huck dizendo na TV que estava de volta, “pós pandemia”. Ôxe, como pós?!?!? Ai o povo vê isso e acha que a bagaceira passou. Ê irresponsabilidade.

Estamos em plena acessão da doença que não tem cura, remédio, vacina, e que provoca graves problemas da cabeça aos pés, literalmente. E me revolta ver gente minimizando, desrespeitando e agredindo quem luta pra combater a doença. Aproveito para registrar meu respeito aos que se arriscam e aos que faleceram infectados, na linha de frente da guerra pela vida. Gratidão!!!


Fonte: Felipe Camelo


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]