Dólar com. 5.3438
IBovespa 0.32
29 de novembro de 2020
min. 24º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Casos acumulados da covid-19 vão a 6,2 mi e óbitos chegam a 172 mil
17/11/2020 às 13h35

Blogs

Velas Telas - 1ª noite

Certamente, esta 2ª edição do Arte em Movimento - Velas Telas fará o mesmo sucesso de sua 1ª, em 2019.

Com a recomendação de evitar aglomerações, os 4 espetáculos serão transmitidos pelo YouTube, alcançando público mundo afora, confirmando a importância da Arte produzida em Alagoas, seja em que estilo ou linguagem for. 

Nesta 1ª noite, serão apresentadas em projeção mapeada, com altíssima tecnologia, obras de Alex Barbosa, arquiteto, urbanista, paisagista, artista plástico... falecido em 2019, deixando memorável legado, como o Memorial à República, o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, e 1 livro sobre seus 50 anos de carreira. 

Seguindo o show, Mestra Irinéia do Muquém, Patrimônio Vivo de Alagoas desde 2005, cuja história se confunde com a do povoado quilombola Muquém, em União dos Palmares, próximo da Serra da Barriga. Suas obras refletem ancestralidade cultural, social, religiosa, a história de seu povo.

No roteiro, José Paulino, mestre alagoano da pintura e do desenho, que nasceu em São Luís do Quitunde em 1893, cujos estudos aconteceram em Maceió e Salvador, de onde voltou em 1910. Seu trabalho como desenhista foi por acaso, mas logo reconhecido, expondo em óleo sobre tela em 1917.Com poucas informações sobre quando e como se iniciou na pintura, sabe-se que foi autodidata. Ficou conhecido como "admirável pintor sem mestres". Expôs em Recife, no Rio de Janeiro, em Salvador, sempre retratando emoções e  memórias de suas raízes. Faleceu em Maceió, em 1970.

Fechando este 1° espetáculo, outro inesquecível mestre, José  Zumba, natural de Santa Luzia do Norte, nascido em 1920, e depois de muito sofrimento em Recife, passou por Garanhuns e foi em Gravatá de Bezerros que teve contacto com o arquiteto, escultor e pintor Edson Figueiredo, despertando sua vocação para a pintura. Aos 12 anos, voltou para Recife, para estudar Belas Artes, de onde retornou para Maceió. Para manter a família, pintava e saia com os quadros embaixo do braço para vender. Apresentou exposições em várias cidades brasileiras, e também na Argentina, França, Itália e Rússia. Entre seus mais de 10.000 quadros, Zumba revelou que assinou mais de 800 versões do icônico coqueiro Gogó da Ema. Deixando importante e imensa  produção artística, faleceu em 1996.

Com estes 4 valorosos artistas, a curadora e idealizadora Mirna Porto Maia apresenta esta 1ª noite do projeto que tem patrocínio Magazine Luiza através de Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, com apoio cultural Aloo Telecom, muna realização Ponto de Produção. Tudo será transmitido pelo YouTube, a partir das 23h20 desta noite do dia 17. 

Basta se inscrever no canal, é fácil e rapidinho, e se sentar confortavelmente em casa para se encantar com este poético espetáculo de alagoanidade, Arte e Cultura, transmitido da ponta da Ponta Verde, onde estarão ancoradas, enfileiras, as alvas velas que viram telas, sobre o mar.. Literalmente imperdível. E inesquecível !!!

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]