Dólar com. 5.461
IBovespa 1.29
16 de outubro de 2021
min. 23º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Interior de São Paulo volta a registrar tempestade de areia
14/09/2021 às 16h38

Blogs

Memória Viva

Reprodução

14 de setembro e vivendo meu ano LXII, incluindo inúmeras e inesquecíveis histórias da vida real, estou num turbilhão de lembranças que, há muito tempo, não passavam por minha memória. Estou na 4ª semana entre muitas latas de tintas, pincéis, lixas… E

com a casa revirada, com tudo misturado, Coisas vão surgindo sem eu, ao menos, esperar. Com objetos, histórias e casos não faltam, inclusive detalhes incontáveis. 

Seguindo projeto do arquiteto, e amigo de muitos anos, Kza Vasconcelos, estou pintando a casa toda, do piso ao teto, literalmente. E obviamente, “cascavilhando” tudo, pra ver o que segue comigo e o que será devidamente descartado. 

Como 1 rolo bem amarradinho que, ao abrir, emoções. São 3 lonas com fotos plotadas, de imagens que o tempo não trará de volta. Desde a adolescência, total encantamento com Olinda, principalmente com seu poético, lúdico, bonito, fantasiado e divertido carnaval. Sem esquecer do viés mundano, safado, erótico… e esses painéis foram confeccionados para 1 festa de carnaval que produzi comemorando meu aniversário nº 42, significando que já se passaram 20 anos dessa festa na qual pedi aos amigos que trocassem os possíveis presentes que eu ganharia, por cestas básicas. Com as doações, garantimos comida por algumas semanas em 3 instituições infantis, 1 de idosas e outra para idosos. Apoiando a solidária causa, a direção do incrível Museu Theo Brandão cedeu o pátio com acesso aos banheiros sem me cobrar aluguel. Lembro que foi divertidíssima a noite, e no dia seguinte, acordei cedo pra entregar os alimentos arrecadados,

Obviamente, nessa época, nem sonhávamos que enfrentaríamos essa covídica pandemia, consequentemente, isolamento, inclusive social. E aqui pensando que, se tivéssemos o adequado comportamento, respeitando distanciamento, higienização correta, uso constante de máscaras, já teríamos passado pela fase que vivemos agora, e rapidinho, poderíamos estar podendo brincar outros carnavais. Mas infelizmente, essa ainda não é nossa realidade. Assim, com essas lembranças todas, e desejando estarmos bem para vivermos outras cenas como essas aqui por mim fotografadas, enriquecendo nossa coleção de ótimas lembranças. Assim, reforço conselho de que devemos mesmo nos cuidar, focando em nosso próprio bem-estar e do próximo também. 

Então, hoje aqui no blog, divirtam-se com essas lembranças que são minhas mas podem muito bem ser de muita gente. Respeitem essas variantes todas desse mortal vírus, que não surgiu pra brincar carnaval. Pelo contrário, quase 600.000 brasileiros já perderam suas vidas. Então sejamos racionais e inteligentes. 

Pra sobreviver, dependemos de todos, principalmente de nós mesmos. Sigo me cuidando e desejando muitos carnavais +…

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]