Dólar com. 5.461
IBovespa 1.29
16 de outubro de 2021
min. 23º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Interior de São Paulo volta a registrar tempestade de areia
24/09/2021 às 13h52

Blogs

Trapolinagens do Mestre

Homero Cavalcante e Os Mestres da Graça

Homero entre os Mestres da Graça (acervo pessoal-reproduções)

Homero Cavalcante nasceu com o teatro como componente genético, e logo cedo descobriu que tinha essa missão, de compartilhar seu dom artístico, enriquecido com a convivência com Linda Mascarenhas, incontestável dama do teatro alagoano. 

Homerinho era assíduo nas reuniões e saraus na casa de Linda na Ladeira do Brito, e foi 1 dos fundadores da Associação Teatral de Alagoas - ATA. Cresceu entre textos e personagens, e seu nome se interliga indissociavelmente da cena, seja no palco ou nos bastidores. Atuando, escrevendo, dirigindo ou produzindo, não consegue parar. Quando não está trabalhando voluntariamente, está atendendo a algum convite. Ou nas salas de aula, onde divide e multiplica conhecimentos, experiências e descobertas. 

Como esse desafio que recebeu do Grupo de Teatro Mestres das Graça, de Palmeira dos Índios, que já existe há 15 anos, e a proposta era escrever texto de “espetáculo de rua”. Confirmando parceria com Agélio Novaes, Homero convocou o talentoso artista plástico para criar cenário e figurinos, que foram concebidos e pintados manualmente, numa perfeita harmonia com a cenografia e o espaço cênico urbano. 

Assim, em Trapolinagens, “personagens comuns, típicos e característicos de ‘feira do interior’, interagem e contam histórias de 1 místico curandeiro com suas ervas e óleos, 1 esotérica cartomante, 1 indefectível coronel, 3 mulheres (representadas pela mestra, contra-mestra e Diana do Pastoril), e 1 valete (cara esperto do baralho)”, 2* me contou Agélio. O espetáculo estreiou há 1 mês em Taquarana. Em seguida, encantou e divertiu numa tribo indígena em Palmeira dos Índios e agora às 13h30, participam de 1 projeto do Teatro Deodoro, filmando enquetes de Trapolinagens, que conta com especialérrimas participações de 2 músicos que enriquecem a trama com música ao vivo, provocando auditivas sensações. 

Agradeço muito o carinhoso convite de Homero para assistir a filmagem, mas impossibilitado, me desculpo pela involuntária ausência. É aguardar que a agenda do Mestres da Graça marque apresentação aqui em Maceió, porque, com certeza, vale aplausos. 

Ah! Por falar em graça, Homero em estado de graça, aguardando a inauguração do Theatro Homerinho, que o cultural casal Ivana Iza & Tainan Canário estão construindo em Jaraguá. 


Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]