Dólar com. 5.6239
IBovespa 0.58
30 de novembro de 2021
min. 23º máx. 32º Maceió
sol com poucas nuvens
Agora no Painel Boletim Covid-19: Alagoas registra 19 novos casos e duas mortes
15/10/2021 às 23h06

Blogs

Senhores do Saber...

... os Professores

Já publiquei em algumas matérias, tanto em mídia impressa ou digital, e sigo crendo e afirmando que os professores deveriam ser a classe trabalhadora mais respeitada, reverenciada e valorizada de todas, já que, sem eles, nenhuma outra atividade teria qualificação. Seja qual for a atividade, ela só é executada por quem foi educado, ensinado por vários professores. Admiro inclusive pela dedicação integral e a persistência em encarar árdua jornada de trabalho. 

Ser professor, não é só dar aula, é muito mais. Preparar as aulas, elaborar trabalhos e provas, corrigi-los, exigem e esgotam demais. Nessa covídica pandemia, se adaptar e atender todas as necessidades dos alunos exigindo e esgotando, fisicamente e mentalmente. Principalmente pela triste realidade brasileira, com total carência de condições financeiras que possibilitem equipamentos e tecnologia. Internet e computadores são apenas 2 dos itens que dificultam e impossibilitam o aprendizado. Mesmo os mais graduados, com mestrado, pós-graduação, doutorado, e muitos diplomas e títulos, eles seguem estudando, principalmente para se atualizar, ampliando seus conhecimentos e consequentemente dos alunos. Além disso, com os baixíssimos salários, são obrigado a encarar múltiplas jornadas, dando aulas em vários estabelecimentos de ensino. Não foram poucas as matérias publicadas destacando professores que saem atrás dos alunos que não tem acompanhado as aulas, sejam presenciais ou remotas. Muito mais que políticos, professores deveriam ter os maiores salários. E as melhores condições de trabalho. Com certeza, os alunos seriam muito melhor preparados. Quando eu era estudante, minha educação básica era dada por meus pais, que também me davam exemplos. Inclusive exigindo que os filhos respeitem os professores.

 Mas infelizmente, além das específicas matérias, os professores tem que ensinar educação básica, os tais “bons modos”. Tenho conhecimentos de que absurdas agressões, inclusive físicas, tem sido comuns e frequentes. Outro dia, fiquei horrorizado com o caso de 1 professora que foi tão agredida pelos alunos, que desenvolveu diversos transtornos e foi aposentada compulsoriamente. 

E nesse 15 de outubro, é celebrado no Brasil, o Dia do Professor, data definida no governo João Goulart numa “menção a um decreto de d. Pedro I que organizava o Ensino Elementar”. Lembro bem dos professores que passaram por minha vida. Além dos que, literalmente, me ensinaram em salas de aula, sempre tive amigos professores, que indiretamente, também me ensinaram, e ensinam até hoje. Pela memória, passando agora os professores tia Lourdinha Vieira, Heloísa, James, Cristina, Norma, Maria Helena, Roberto, Edson, Almir, Osmandina, Rogério, Fernando, Salomão, Sávio, Nabor, irmão Paulo, e aproveito esse 15 de outubro para homenagear o educador Paulo Freire, professor brasileiro cujo método educacional é respeitado mundo afora. 

E nesse 2021, enfrentando todos os desafios que a Educação vem enfrentando, reforço gratidão aos mestres que me formaram e me proporcionaram a qualificação e os conhecimentos que fazem de mim o homem que sou. Sintam-se todos devidamente homenageados na figura de Roberto de Almeida Nobre, meu amigo há mais de 40 anos, e que dedicou toda sua vida ao magistério. Sou testemunha de sua dedicação, sem nunca ter negado atenção e ensinamentos. Ele, que para marcar seus 70 anos, editou e publicou livro de poesias, escritas ao longo dos anos, e agora, reunidas numa sensível seleção. Com concepção e capa do amigo e artista plástico e gráfico Agélio Novaes, 2 fotografias minhas, que aqui reproduzo com honra e orgulho.

 Assim, nesse Dia do Professor, minha profunda reverência aos que dedicam suas vidas ao compartilhamento e multiplicação de saberes, garantindo os corretos fazeres. Torço para que a real importância dos professores seja reconhecida e valorizada. Desejo também que mestres e mestras recebam salários, condições de trabalho e garantias que os políticos se auto-promovem. Para que o Brasil seja realmente a pátria do presente e do futuro, é fundamental que Educação seja total prioridade nacional. Acima de todas. Porque com Educação, teremos saúde, segurança, ordem e progresso, inclusive. Universidade para todos, indistintamente, universalmente. 

“Professor, aquele que professa uma crença, uma religião; aquele que ensina, ministra aulas (em escola, colégio, universidade, curso ou particularmente); mestre” .“Mestre, pessoa dotada de excepcional saber, competência, talento em qualquer ciência ou arte”. “O professor é um personagem essencial na formação do ser humano. Muito além de dar aulas e aplicar provas, o professor cria, dentro da escola, um local de formação social e exercício da vida”. 

Galeria de Fotos


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]