Dólar com. 5.166
IBovespa 0.58
17 de agosto de 2022
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Câmara aprova reajuste linear de 4% para todos os servidores públicos municipais
20/04/2022 às 20h55

Blogs

Admiração, Encantamento, Respeito

Vivo hoje o Dia do Índio

Cacique Raoni. Foto: Fabio Rodrigures Pozzebom/Agência Brasil - reprodução

Ontem, 19 de abril, como já cantou Baby do Brasil, é marcado como o Dia do Índio, povo originário desta terra brasilis, muito antes de qualquer outro chegar aqui.

Infelizmente e comprovadamente, os ameríndios foram enganados, desrespeitados, roubados, escravizados, assassinados. Sem falar nas tentativas de “acultura-los”, oficializando o descaso com sua nativa cultura, seus ancestrais costumes. Nestes anos todos, este criminoso quadro só se agravou, exceto quando o vigente governo federal demarcou áreas garantindo que eles pudessem manter seus tradicionais hábitos, inclusive sua maneira de viver. 

Mas, tristemente, os ataques retomaram, com invasões e destruições, para extrair as riquezas minerais existentes em suas reservas. Misto de ignorância e ganância, sem ter consciência de que a maior das preciosidades não é o ouro ou as pedras, mas o maior bem da humanidade é exatamente a floresta se manter em pé, intacta, garantindo a sobrevivência das espécies, inclusive a nossa, humana. E são os índios que garantem esta preservação.

Não quero me alongar nem ‘falar’ de política, mas é impossível não desejar que volte o governo que respeite as minorias, principalmente os indígenas, que aqui já foram maioria e que são referência de povo que prioriza a vida, o coletivo, o Meio Ambiente. Torço ardentemente que o Dia do Índio seja celebrado diariamente e que seus exemplos e ensinamentos sejam perpetuados em defesa dos seres vivos indistintamente.
2º o Google, “Os seres vivos são aqueles que nascem, crescem, se reproduzem e morrem, como os animais (inclusive o homem), fungos, plantas, algas, protozoários e bactérias. Os seres não vivos são aqueles inanimados, que não possuem vida, mas que também são da natureza, como o ar, a água, o solo e as pedras”.

E todos merecem respeito e paz. Pela vida, como fazem os índios.

ResponderEncaminhar


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2022 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]