Dólar com. 5.2607
IBovespa 0.03
18 de maio de 2021
min. 23º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Com novas doses, Alagoas inicia imunização por idade simples a partir de 59 e 58 anos

Blogs

Arte, Cultura, Saúde

Além da Medicina, Bem Estar

13.01.2021 às 15:55
Dr. Edgar Antunes Neto no início das obras (FC)

Nestes sombrios e tristes tempos de pandemia mundial, difícil manter serenidade, tranquilidade, felicidade. 

 Com + de 200 mil brasileiros mortos, confesso que não consigo me sentir "normal", feliz, como se nada estivesse acontecendo. Continuo em isolamento e quando tenho que sair, todas as regras de segurança são rigorosamente seguidas. Sair sem máscara? Nem pensar. Nem quando estou sozinho no carro, lá estão elas no meu rosto. Teria vergonha de ser visto na rua sem esta proteção. Minha e de todos. 

Ando bem triste e algumas vezes me flagro sem ânimo e disposição. Parece que me falta energia. Tanto que não venho conseguindo manter este blog atualizado diariamente, como sempre fiz. Aproveito para me desculpar, com os internautas/leitores, mas também com meus editores, Afrânio & Eliane Aquino e Ricardo Leal. Outro dia tomei susto, quando vi que havia ficado 8 dias sem postar nada nas redes sociais. Especificamente no período entre o Natal e 'Ano Novo'. Até então impensável passar a virada de ano sem festas, sozinho em casa. Nunca havia ficado tanto tempo "fora do ar". Fatos de muita relevância aconteceram, 'mexeram' comigo, mas não consegui escrever, editar e postar. 

Mas, consciente disso tudo, aqui estou eu, retornando a atividade, na intenção de manter o equilíbrio, e a fé nas pessoas, que, infelizmente, vem se comportando de maneira absurdamente criminosa, promovendo e participando de festas, festinhas e até festões. Muitas aglomerações. O resultado? Hospitais lotados, dificultando o atendimento público. Mas enfim, este será foco de postagem próxima. Hoje, o assunto é também saúde, mas incluindo Arte e Cultura. Vamos lá...

Em 1999, sofrí grave acidente automobilístico e foi no 'Hospital do Açúcar e do Álcool' que fiquei internado. O resultado não poderia ter sido melhor, já que minha recuperação foi plena e absoluta. Gratidão aos médicos, e demais profissionais. Mas enfim, confirmo felicidade ao constatar as incríveis mudanças que vem acontecendo no antigo 'Hospital dos Usineiros'. Com meu querido amigo Edgar Antunes Neto ao comando de competente equipe, muitas e importantes transformações, internas e externas, físicas e astrais. Neste processo, Veredas foi o nome escolhido para batizar este novo centro de Saúde, que segue se destacando em Alagoas. 

Claro que a capacitação dos profissionais e a tecnologia dos equipamentos fazem diferença e garantem a recuperação dos pacientes, mas está provado que bem estar também é fundamental em qualquer tratamento de saúde.   

Além de reforma interna, o enorme jardim ganhou novo paisagismo, e abriu o hospital para a Fernandes Lima, até então, isolado por intransponível muro. Integração total  com a cidade é a meta. Estava lembrando da emocionante celebração de Natal em 2019, que não pode ser repetida ano passado por causa do Coronavírus, claro. Este espaço 'verde' vem sendo utilizado para caminhadas, contemplação... promovendo a necessária tranquilidade e bem estar para a recuperação dos pacientes. 

Neste projeto de aliar medicina, tecnologia, e bem estar, a visão humanística e sensível de Edgar Antunes ganhou reforço extra com ideias de sua 'metade' Jacqueline Pedroza Antunes, cujo bom gosto estético e artístico é reconhecido. Assim surgiu a Pinacoteca Veredas, reunindo obras de artistas alagoanos, permanentemente em exposição, disponível aos pacientes, acompanhantes, médicos, enfermeiros, visitantes... 

Mas, com assessoria do publicitário, professor, editor e curador Luiz Dantas, o projeto de Edgar Antunes precisou ser reformulado, já que, com a pandemia, a abertura da Pinacoteca não poderia acontecer, mas o projeto Arte Contemporânea de Alagoas, é realidade, cuja 1ª edição aconteceu em 1989, marcando época e colocando a arte alagoana na vitrine do mundo. Luxo. 

Agora em 2021, se renova e se coloca novamente 'em pé', múltiplo, de maneira digital, numa ousada proposta que inclui livro impresso, 1 mini documentário, que inspirou 1 curta metragem e também 1 calendário 2021, aproximando ainda + as obras com o público. Sem deixar de citar o site contemporaneadasalagoas.art.br , que nas 1ªs horas no ar contabilizou dezenas de milhares de acessos e visualizações. Segue neste rítmo.

Adriana Jardim, Agélio Novaes, Alba Correia,Alex Barbosa (in memoriam),Arnaldo Medeiros, Dalton Costa, Daniel Baboo, Dydha Lyra,Edmilson Oliveira, Ednilson Salles, Eduardo Bastos, Eduardo Xavier, Elisabeth Wolbeck, Ênio Lins, Eva Le Campion, Everson Fonseca, Eu, Flávia Correia, Germano Munganga, Heway Verçosa, Ismael Pereira, Israel Melo, Judican Lopes, Laís Lima, Levy Paz, Lú Azul, Lúcio Moura, Lula Nogueira, Marcos Sapata, Maria Amélia Vieira,   Maria Lúcia, Marta Arruda, Murilo Ribeiro, Myrna Maracajá, Pedro Cabral, Pedro Caetano, Persivaldo Figueirôa, Reinaldo Lessa, Roberto Costa Farias, Rogério Gomes, Rogério Sarmento, Rosa Piatti, Rosivaldo Reis, Simone Freitas, Suel Damasceno, Tânia Pedrosa, Vânia Lima, Vera Gamma, Weber Bagetti e Yara Pão somos os selecionados para este projeto que tem realização da Engenho Publicidade & Cia, e patrocínio Hospital Veredas. 

Confirmo que vale acesso o contemporaneadasalagoas.art.br

Postado por Felipe Camelo

Natal da Paz com Chave de Ouro

Encerramento do Natal na Avenida da Paz e seu Centenário

05.01.2021 às 15:22
Mirna Porto Maia & Ilzinha, Papai Noel e algumas crianças do coral do Lar São Domingos

Claro que começo este texto confirmando meus votos de que tenhamos 2021 como ano mais leve que 2020, quando o mundo parou para combater este mortal Coronavírus, e sobreviver. 

Em 11 de março próximo completo meu 59º ano de vida, e assim, no dia 12, já estarei iniciando meu ano 60. Não é pouca coisa, principalmente para quem vive acelerado ritmo, parecendo que sempre  falta tempo para cumprir todas as obrigações e cobranças. 

Nestes muitos anos fazendo jornalismo como coluna social, escrevendo, fotografando e editando, chegando à loucura de passar por 6 eventos numa mesma noite, praticamente, todos no mesmo horário, e em locais não muito próximos. Imaginam? 6 festas numa noite? Também já cobri 2 eventos ao mesmo tempo. A solução foi dividir o tempo em 1/2s horas. Fiquei indo e voltando até completar os trabalhos. Ainda bem que não eram muito distantes 1 do outro. Pelo menos isso. 

Mas enfim, não pratico jornalismo impresso diário há 2 anos, e estou reformulando tudo, foco, estilo de vida, desacelerado, sem me cobrar muito, como sempre fiz. Sei de meus compromissos, mas não vou me estressar, tenho que respeitar meu limite. Neste isolamento causado pela pandemia do Covid19, fiquei uns 7 meses isolado em casa, só saindo para fazer supermercado, farmácia e pagar contas, fora isso, nada me tirou de casa. Poucas vezes fui ver minha mãe, que vive acamada aos 93 anos, vítima do Mal de Alzheimer. E mesmo assim, com uns 4 metros de distância dela. 

Como a vida segue, precisamos nos adaptar e praticar todos os cuidados de segurança e higiene. Em novembro, estive em Gramado como faço há uns 10 anos, vivendo o clima do Natal Luz, voltando de viagem sem nenhum problema de contaminação. Em seguida, participei trabalhando no projeto Arte em Movimento - Velas Telas, quando todas as regras sanitárias foram rigorosamente respeitadas. Trabalho concluído sem riscos. 

Em16 de  dezembro, estive na Galeria Gamma, onde Verinha Gamma & Dalminho Peixoto abriram inédita exposição de Reynaldo Gama Júnior, "Arte Viva", apresentando ambiente reunindo mobiliário, objetos pessoais e muitas obras de arte, em cartaz até março ( https://painelnoticias.com.br/blogs/felipe-camelo/182683/arte-viva ). 

Também estive no Villa Gourmet (https://painelnoticias.com.br/blogs/felipe-camelo/182560/exclusiva-experiencia ) ,  almoço promovido por Joana Vieira Costa, no sítio de seus pais, com medição de temperatura dos convidados, uso constante de álcool em gel e o fundamental distanciamento, inclusive. Não houve aglomeração, e nenhum problema. No último domingo, delicioso convite de minha queridaça amiga Nide Lins para almoço no Ôxe/Lali, e igualmente, não corremos nenhum perigo de contaminação, já que regras foram devidamente respeitadas. Mas este assunto será a pauta de amanhã, aqui no blog. Vale aguardar.

Hoje, neste 5º dia do novo ano, coloco foco no encerramento do Natal na Avenida da Paz, projeto de inclusão social, idealizado por Mirna Porto Maia, possível com o patrocínio do Magazine Luiza, através da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, e apoios Escola Técnica de Artes da Universidade Federal de Alagoas, Ibratin, Museu Théo Brandão e Prefeitura de Maceió. 

Num novo formato, adequado aos cuidados com a pandemia, tanto a abertura no Coreto no último dia 15,( https://painelnoticias.com.br/blogs/felipe-camelo/182609/abertura-do-natal ), como as 3 saídas do trio-elétrico do projeto, também foram incríveis. 

Ao pôr do sol do último dia 18, com a intrépida Banda Cazuadinha, "parabéns pra você" pelos 100 anos da Avenida da Paz. No dia 22 seguinte, coro de crianças do Lar São Domingos dividiu o natalino trio-elétrico com Papai Noel, encantando principalmente os moradores do trecho entre a praça Marcílio Dias, em Jaraguá, até a Vila dos Pescadores, no Sobral. Janelas cheias, com aplausos e acenos, e os motoristas também interagiam, buzinando e piscando os faróis dos automóveis. No fim da tarde do dia 26, as crianças do São Domingos voltaram, com as participações de Rosenildo Fidélis ao sax, e DJ Siq. No dia 28, a espetaculosa participação da Banda Divina Supernova, garantindo encantamento, principalmente entre as crianças que corriam pra calçada quando ouviam a aproximação do musical veículo.

E pontualmente às 17:30 de hoje, solene encerramento da edição 2020 do inclusivo Natal na Avenida da Paz, com a fofura cantante das crianças do Lar São Domingos, acompanhadas pelo sax de Rosenildo Fideles e a pic-up do DJ Siq. Como nas saídas anteriores, não haverá paradas, evitando aglomeração. 

Assim, sigo desejando que a vacina contra o maldito Coronavírus esteja rapidamente disponível aqui no Brasil, e que ela tambem injete altas doses de humanidade, civilidade, empatia, solidariedade, sentimentos que fazem a diferença na evolução da espécie. e da vida. Então, daqui deste blog, desejo amor, saúde e paz. Precisamos e merecemos. 

Postado por Felipe Camelo

Natal do Centenário

18.12.2020 às 16:10
Arte Núcleo Zero/Reprodução

Quando nasci, em 1961, sim faz tempo, quase 60 anos, meu pais tinham 1 ano de casados e moravam na Pajuçara, bem em frente onde hoje fica o Lopana, e meu avós paternos, moravam na rua Pedro Monteiro, no Centro, e  cresci adorando passar o dia lá, não só pelos meus avós, claro, mas pela casa, que tinha enorme jardim nos fundos, com ponte num lago e tudo, pelas comidas e doces, mas principalmente porque eu adorava quando alguém me levava até a praia da avenida, correr na areia, dar uns bons mergulhos, era bem diferente da praia onde eu morava. 

Sempre achei a praia da avenida linda, grandiosa, movimentada pelos navios no Porto de Jaraguá. Mas infelizmente, a especulação imobiliária levou tudo e todos para as praias do litoral norte de Maceió, e a tradicionalérrima praia do centro, ficou no abandono, no esquecimento. 

Tanto que todas as festividades da cidade se concentram sempre da Pajuçara até, no máximo, a Jatiúca. Principalmente na época de Natal, é visível o desprestígio da área marítima central da cidade. 

Mas, algumas famílias resistem e seguem morando na avenida da Paz, e entre elas, a da arquiteta... Mirna Porto Maia, que incomodada com esta triste e injusta realidade, idealizou projeto para produzir o Natal na Avenida da Paz. Inscreveu-o na Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, e conseguiu total patrocínio da rede Magazine Luiza, há 3 anos, confirmando a visão social inclusiva da empresária Luiza Helena Trajano, que conta com irrestrita assessoria de Fábio Elias Costa, especialista em Leis de Incentivo e Marketing do Grupo  Magalu. Destaque também para o apoio cultural da Escola Técnica de Artes da Ufal, e do Espaço Armazém.

Claro que, com esta pandemia do Covid19, este ano o formato vem diferente. Não temos as incríveis árvores de Natal assinadas por talentosos artistas, nem  ações que promovam aglomerações. Mas, num novo formato, segue com o mesmo charme, o mesmo encantamento. O mesmo lirismo. 

No último dia 15, o tradicional, lúdico e poético coreto  foi cenário e palco da abertura da edição 2020, com apresentação do projeto, por sua idealizadora, o acendimento das luzes de Natal, e emocionante show de Irina Costa com Priscilla Monteiro e Daniel Lima, que formam o Duo Nosso Canto. Tudo com tradução em linguagem de sinais. 

Respeitando todos os procedimentos de segurança, todos usamos máscaras, torres de álcool em gel, disponíveis, distanciamento das cadeiras... tudo corretamente. No final, alguns célebres moradores da área foram homenageados, compartilhando suas emoções pelo acontecimento que garante clima de Natal na região. Foi realmente linda a abertura. E a programação segue. 

Agora às 17h30, bem na frente da Lojas Americanas,  cantaremos "Parabéns" pelos incríveis 100 anos desta charmosa Avenida conhecida como "da Paz". A Árvore de Natal montada ali representará, e muito bem, o bolo com velas, que não teremos exatamente para evitar aglomeração. Logo após os "Parabéns", a talentosa Banda Cazuadinha sai num trio-elétrico 'Natalino', seguindo do estacionamento na frente da Americanas, indo até a Praça da Faculdade. Não haverá nenhuma parada no percurso para não atrair público, confirmando nossa preocupação com distanciamento social. 

Hoje, ilustrando esta postagem, repercuto as fotografias que fiz na abertura, eternizando este inesquecível momento. Até 5 de janeiro, Natal na Avenida da Paz 2020 segue encantando. Vale participar e prestigiar. Siga a programação. 

Postado por Felipe Camelo

Além da Estética, Autoestima

Aqui, 3 em 1

17.12.2020 às 14:05
Acervo pessoal/reprodução

Navegando na net, muita gente reforçando e reabastecendo estoque de sensações de bem-estar e auto-estima. Procedimentos médicos e estéticos fazendo muita gente mais feliz, principalmente se as celebridades estão mostrando incríveis resultados. São os "influenciadores". 

E nesta viagem digital, vi o atleta alagoano Aloísio Chulapa em dose dupla, num "antes e depois". Ele que sempre foi muito simpático comigo quando nos encontrávamos treinando numa academia, e que vem fazendo sucesso em vários "reality show", atraindo milhões de seguidores em suas redes digitais.

E quem foi o responsável por esta Harmonização Orofacial ? Descobri num texto escrito pelo jornalista, e meu amigo, James Silver. O procedimento tem a estrelada assinatura do também alagoano, o fera Emerson Albuquerque, que enriquece seu currículo com importantes títulos e graduações. Ele, que conheço desde adolescentes, e venho acompanhando seu crescimento profissional pelo Brasil e pelo mundo. 

Assim, num fato que envolve 3 queridos meus, destaques em suas respectivas áreas, 'viraram personagens' aqui no blog. Aloísio Chulapa, Emerson Albuquerque e James Silver, juntos, nesta matéria. 

Com o texto tão completo sobre o trabalho de Emerson, especialmente com Chulapa, resolvi repercutir aqui o que escreveu o editor da S.Mag e marido da nutricionista Vivi Ferreira, na íntegra. 

Sigo aqui desejando ainda mais felicidades por suas realizações, Chulapa, Emerson, James, abraço virtual nos 3.

Aqui abaixo, o texto de James Silver.

"O alagoano - nascido em Atalaia - Aloísio Chulapa, ex-boleiro que atuou como atacante, entre outros clubes, no Paris Saint-Germain Football Club, deu um up no visual, passando pela técnica MD-Code de contorno mandibular. Vaidoso, aos 45 anos, o jogador combinou seu porte atlético, do alto dos seus 1,89 m de altura, com um maxilar mais proeminente, pelas mãos de Emerson Albuquerque, Cirurgião pós graduado na França e em NY – USA.

Chulapa, que jogou em importantes clubes no Brasil e no exterior e conquistou vários títulos no futebol, relata que o verdadeiro gol de placa foi feito pelo Especialista em Harmonização Orofacial e em Fisiologia do Envelhecimento Saudável. “Ficou top, show de bola! Esse contorno do maxilar ficou super legal. E o melhor não senti nenhuma dor. Parece até que estava anestesiado com ‘Danone’... (risos!)”.

“Nós fizemos no Aloísio o contorno mandibular, que é o ponto de maior atratividade do sexo masculino, fortalecendo a imagem dele que tem um rosto mais arredondado. E com a imagem quadrada ganha mais credibilidade, mais virilidade. Utilizamos ácido hialurônico mais consistente, num procedimento indolor, com anestesia, feito no consultório. O paciente já vê o resultado na mesma hora, é imediato. Tudo feito de acordo com base nos critérios de análise facial e estudo dos terços“, descreve o profissional, radicado em São Paulo, que atendeu Chulapa na unidade de Maceió.

Concluindo o Mestrado em Medicina Estética pela UEMC, na Espanha, ele usa técnicas da Medicina Ortomolecular e programação Neurolinguística para orientar os pacientes quanto à adequação dos preenchimentos com base nos seus atributos emocionais.

Ao lado de Luisa Albuquerque, sua parceira desde 2009, ele voltou aos holofotes participando de uma das últimas temporadas de Power Couple, reality show que testa a afinidade entre casais famosos, apresentado à época por Gugu Liberato. A imensa legião de fãs - que soma mais de um milhão nas redes sociais - aprovou o novo visual de Chulapa que, graças ao procedimento, conseguiu melhorar a região de papada e toda a moldura do rosto, rejuvenescendo, mas de forma bastante natural".

Postado por Felipe Camelo

Arte Viva

Viver com Arte, de Arte

16.12.2020 às 17:32
Verinha Gamma & Júnior Gama, irmãos de sangue, de alma e de Arte

Se normalmente, quem produz e trabalha com Cultura vive naturalmente, "tirando leite de pedra", literalmente, neste tempo de pandemia e isolamento social, a sobrevivência se apresenta ainda mais árdua.

 Além de talento, artistas precisamos ser resilientes, persistentes. 

Comprovadamente, o segmento artístico foi o 1° que parou. Desde março, movimento 0. Atividade que envolve público, vem paralisado nestes meses todos. Com certa flexibilização, a necessidade de retomar produtividade vem acontecendo devagarzinho, lentamente, respeitando todos os cuidados com a segurança, observando recomendações médicas e científicas, evitando riscos.

Muitas empresas não aguentaram e encerraram atividades, tristemente. Mas algumas estão dando trabalho aos neurônios para encontrar soluções e  ideias de retomar os trabalhos, de acordo com normas de vigilância sanitária. 

Como a Galeria Gamma, que segue acreditando e investindo no mercado de Arte em Alagoas há 7 anos, bravamente, lindamente. Certos e conscientes da fundamental política de evitar aglomerações, Verinha Gamma e Dalminho Peixoto compartilharam ideia do irmão e cunhado, Reynaldo Gama Júnior, talentoso fotógrafo que acumula descobertas, informações, experiências e descobertas que vivenciou mundo afora. 

Desta vez, a badalada galeria do 899 na avenida Luiz Ramalho de Castro , na Jatiúca, não vai apresentar "simplesmente" 1 exposição de Arte. É muito +. Arte Viva em cartaz. 

 Na verdade, quem for conferir vai viver exclusiva e única experiência, participar de verdadeira imersão no particular universo de artistas. Como parte da ideia original, será 1 série, na qual os convidados da Galeria montam 1 ambiente utilizando móveis, objetos, obras de arte e livros seus. Além de incluírem em seus universos algumas peças do acervo da Gamma, que estarão disponíveis para venda . 

Quando estive lá na última 2ª-feira, Júnior e Verinha se multiplicavam para compor ambiente real de pessoa que lida e vive de Arte, e com Arte, espécie de "loft de artista", mesclando linguagens, épocas, estilos, já que, 2º Gama Júnior "Artista não se preocupa em combinar objetos, já que cremos que tem que haver diálogo entre as peças e objetos, contando a história daquele morador.  "As casas dos artistas são verdadeiras instalações, eles vivem com estilo. E não significa dizer que, para ter estilo precise viver etiquetado, cheio de marcas e grifes". 

Ele, que não é de ficar se expondo, se publicando, abre seu modo de vida ao público, numa inédita experiência, ele, que já foi destaque na revista de Olga Krel, arquiteta e jornalista pioneira no segmento casa, arte, design, decoração, estilo...  diretora da revista Casa Cláudia e editora da sua própria revista, Espaço D, onde destacou o fotógrafo alagoano como "pessoa que vive com estilo". Chiquérrimo. 

Para chegar ao estágio que Júnior chegou, de reconhecimento público, e respeito, inclusive do mercado, muitos estudos, muitas leituras, e neste ambiente que será apresentado amanhã, das 14 às 17h, livros que marcam sua trajetória intelectual e profissional.  E entre estas publicações, verdadeiro troféu para ele, o livro que conta a história dos 30 anos da revista Playboy no Brasil, com os 30 ensaios publicados que mais causaram, repercutiram. E entre estes 30 estrelados fotógrafos, ele, nosso Gama Júnior, que ousou demais, registrando uma badalada cantora, plena e nua, num helicóptero sobre São Paulo. Ela num e ele noutro, com sua câmera analógica. Nem era a matéria da capa, mas roubou a cena geral. Só se falava na "nua do helicóptero". E assim, esta fera da fotografia se eterniza por mais este feito. Bem feito!!!

No ambiente, espécie de guarda-roupas/estante, onde estarão expostos objetos de arte, como peças da estilista Alina Amaral, desenvolvidas no Centro de Recuperação e Educação Nutricional - Cren, além de variados objetos produzidos por Vera Gama e demais voluntárias da oficina de arte da Associação dos Pais e Amigos dos Leucêmicos de Alagoas - Apala. As entidades aqui citadas serão as beneficiadas com a venda destas peças. 

Então, a Galeria Gamma estará aberta amanhã, das 14 às 17h, recebendo com todas as normas contra o Coronavírus, cuja exposição ficará em cartaz por uns 2 meses, dando sequência com outro artista convidado, garantindo assim, novas experiências, novas histórias de Arte. Claro que com o uso permanente de máscaras, disponibilidade de álcool em gel e nenhuma aglomeração, sintam-se todos convidados, como se estivessem na casa de Carlos Reynaldo Gama Júnior. Bom papo, aguinha fresca e cafezinho quente, não faltarão.

Bem vindos!!!

Postado por Felipe Camelo

Abertura do Natal

nos 100 Anos da Avenida da Paz

15.12.2020 às 17:26
David Farias, Mirna Porto Maia e euzinho, hoje no Coreto

Ano surpreendentemente atípico, de muita tristeza, insegurança, sofrimento, mas que está acabando, finalmente. E marcando este encerramento de 2020, abertura do Natal na Avenida da Paz, a partir das 18h desta 3ª, dia 15 de dezembro, no Coreto. que será restaurado e pintado nestas próximas semanas, e entregue em janeiro. 

Hoje, apresentação do projeto, com a idealizadora Mirna Porto Maia, o acendimento das luzes natalinas,  concerto temático com Irina Costa e o Duo Nosso Canto, composto pelo tenor Daniel Lima e a soprano Priscila Monteiro. Na sequência, o Imortal da Academia Alagoana de Letras, Carlito Lima, em "Memórias dos meninos da avenida, uma homenagem ao centenário da avenida da Paz". Fechando a cena, DJ Siq com 'set' de músicas alagoanas. 

Confirmo que nada seria possível sem a visão empresarial solidária e inclusiva do Magazine Luiza, cujo patrocínio chega através da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo. apoio cultural Escola Técnica de Artes da Ufal, Ibratin, Prefeitura de Maceió. 

No próximo dia 18, parabéns aos 100 anos da avenida da Paz, na árvore natalina como bolo comemorativo. Teremos a Banda Cazuadinha no trio elétrico natalino, saindo do estacionamento em frente as Lojas Americanas, indo até a praça da Faculdade. Além do Coral das 50 crianças do Lar São Domingos + Rosenildo Fidélis no sax  e o DJ Siq. 

Nos próximos dias 22, 28 de dezembro e 5 de janeiro, novas ações na programação do projeto que fará muito sucesso num novo formato, evitando aglomerações, e seguindo todas as recomendações sanitárias contra o Coronavírus, claro. 

Postado por Felipe Camelo

Exclusiva Experiência

14.12.2020 às 23:16
Pela entrada do Sítio Villa da Figueira, imaginem...

Estava em Gramado mês passado, quando recebi telefonema de Joana Vieira, arquiteta e urbanista que, depois de temporada carioca de descobertas, experiências e muito trabalho, volta para Maceió. 

A ligação era convite para que eu participe do Villa Gastrô, sua apresentação como criadora, promotora e produtora de eventos, que reúne ótimas músicas, ótima gastronomia, ótimos vinhos... e ótimas pessoas num lugar mágico, não só pela beleza, mas também, e principalmente, pela ótima e fluida energia positiva e operante. 

De volta em Maceió, Joana criou a Juststartprod, empresa de produção de eventos, e neste "debut", cena especialérrima, já que tem a assinatura da Galeria Karandash, de meus amigos queridos da vida toda,e seus pais, Maria Amélia Vieira & Dalton Costa, casal de artistas e agitadores culturais, que transformaram sua galeria num verdadeiro museu, inclusive com projeto fluvial itinerante que educa e promove cultura e arte ao longo do rio São Francisco. 

Em Fernão Velho, mantém também ateliê num bucólico e poético santuário ecológico, onde, neste próximo domingo, dia 20, Joana receberá 60 pessoas divididas em 2 sessões (das 11 às 13, e das 14 às 16h) e os 30 convidados ocuparemos 5 mesas, respeitando todas as orientações de segurança, com temperatura aferida na entrada, disponibilidade de álcool em gel, uso de máscaras e  distanciamento.

Cada grupo viverá experiência por 2 agradáveis horas, tempo suficiente para a exclusiva degustação de 6 pratos, sendo 2 entradas, 2  principais e 2 sobremesas, com estreladas assinatura, dos chefs Thiago Brandão (da Davenetto Tratoria) e Suzi Dell'Aringa (também talentosa banqueteira).. 

As entradas?  "Carpaccio de beterraba com queijo cabra e crocante de castanhas de caju" + "Polenta de ragú de costela". Os principais? "Fava no leite de coco com camarão" e "Arroz de pato com 'velouté'". Fechando com as sobremesas, "Bolo de fubá com goiabada cremosa" + "Compota de caju com creme de 'anglaise' e 'crumble'".  Estas delícias todas provocarão outras sensações, já que serão servidas em louças de cerâmica, com o valorizado autógrafo de Maria Amélia Vieira, a anfitriã, mãe, artista, galerista, ceramista, designer... Que conta, claro, com total apoio e participação de seu bem-amado Dalton Costa, igualmente talentoso, com incríveis trabalhos, desejos de muita gente de bom gosto. 

Pensam que acabou? Nananinanão. 

Com suporte da chef e somelière convidada Tina Purcell, harmonização de premiados rótulos da Casa Perini. Sem deixar de citar Lorena Firmino, Robson Cavalcante e Lucas Melo, que formam a igualmente deliciosa 'Bandinha Oficial', e vão garantir harmonia sonora musical. 

Ainda consegui depoimento da anfitriã Joana Vieira, que confessa  "Estou muito feliz em trazer um evento desse nível pro Estado de Alagoas... Feliz pelo “sold out”, feliz pelo encontro de amigos... E, principalmente, feliz em mostrar pra 60 pessoas tudo o que vivi em terras cariocas! Esse evento é a concretização de um sonho e ele está só começando...". 

Além disso tudo, ainda teremos a agradável companhia da jornalista e badalada blogueira Nide Lins, especialista em Turismo e Gastronomia, e queridaça amiga, que também me confirmou, "O almoço da Maria Amélia, reúne dois talentos da gastronomia alagoana, Susy e Thiago. Ambos chefs contemporâneos, que apostam em ingredientes locais pra elaborar novas receitas, e com certeza vão surpreender os convidados, Susy é mineira e Chef consultora, mas ama coentro, e Thiago chef do restaurante Da Veneto, alagoano afinado com os frutos do mar. A dupla navegam no mesmo barco cheio alagoanidade". 

.Outro ser dos mais incríveis,que também confirmou presença, alegria  e apetite, o jornalista cidadão do mundo Zeca Camargo, que  se sente em casa em Maceió, especialmente entre os amigos que mantém aqui., como os anfitriões Maria Amélia & Danton, Nide, os chefs... ou seja, será literalmente 1 domingo de delícias, em todos os sentidos. Enquanto eu escrevia este texto, só havia 1 única vaga disponível, atestando o total sucesso nesta estreia de Joana como promotora e produtora de eventos estrelados, e exclusivos. Únicos e diferenciados. 

Nos próximos Villa Gastrô, não percam a chance de participar. É seguir @juststartprod e se informar. 

Postado por Felipe Camelo

Comida & Arte

Corpo & Alma

11.12.2020 às 15:49
reproduções

Triste, absurdamente triste chegando aos 180.000 mortos no Brasil, nestes impensáveis tempos de pandemia. Uns culpam o governo federal, outros, os estaduais, outros culpam a China, Mas pra mim, é impossível não comentar o comportamento das pessoas, que negam o mundial surto, e enlouquecidamente, não respeitam as recomendações de segurança e higiene públicas. Pelo contrário, é só observar as redes sociais para ver os eventos, onde todos se aglomeram, e tiram as máscaras querendo ficar bem e visível, nas fotos. As indefectíveis 'selfies'. 

Claro que, com a necessidade de sair para trabalhar e manter a vida em dia, faz com que milhares de pessoas se arrisquem em transportes públicos, lotados, a maioria dos passageiros sem máscaras, sem distanciamento algum, sendo assim, impossível conter o surto, e a consequência é fatal. Os números de infectados só aumentam, assustadoramente. E esta realidade é planetária. Até no Japão, o Coronavírus segue com sua avassaladora fúria. E, pelo visto, incontrolável. 

Nestas festas de fim de ano, nada pode ser como antes. Nem deve. Se queremos sobreviver, devemos nos manter seguros, mesmo que o preço seja alto, o isolamento social, e familiar. Cientistas do mundo todo tem trabalhado incansavelmente, na busca por seguras vacinas, e enquanto isso, vamos vivendo, procurando nos alimentar, inclusive, de bons pensamentos, boas energias. Alimentos para o corpo e para a alma também, claro. 

Afinal, "a gente não quer só comida, a gente quer diversão e arte", já diz esta sábia e icônica composição do Titãs, e inspirado nela, nesta postagem de hoje, ensolarada 6ª-feira, misturo músicas, partituras e instrumentos com verduras, legumes, frutas, hortaliças... literalmente, no mesmo liquidificador. 

Por ordem cronológica, às 20h de hoje, Astronauta Discos apresenta a faixa "Gávea Posto 6", na voz da incrível Cris Braun, gaúcha que veio morar em Maceió ainda muito nova, se dividindo entre aqui e o Rio de Janeiro. 

A história e a Imprensa confirmam a carreira de sucessos de Cris, que agora 'emplaca' + 1, lançando Gávea - Posto 6, canção de Kid Abelha, de 2001. Claro que agora, na interpretação e na voz desta gaúcha/alagoana/carioca, tem novo acabamento sem perder a essência. Nesta 'live' de hoje, participação especialérrima de Leo Rivera, diretor da produtora Astronauta Discos, vinculada com a Universal Music. Em seu valioso currículo, nos anos 90, foi ele quem descobriu Seu Jorge, e entre as funções de seu musical trabalho, administrar os selos da Universal Music. Com certeza será interessantíssima a conversa entre eles. No @seloastronautadiscos e no @crisbraunoficial . +? no www.astronautadiscos.com.br

E com o espírito elevado pela voz de Cris, a noite será maravilhosa e amanhã, é acordar cedo e disposto, para chegar até a Santorégano, na AL101Norte, em Riacho Doce, onde a Feira Orgânica Aldeia Verde vai garantir deliciosos e saudáveis alimentos, e atrair gente de bom gosto, literalmente. Às 7 da manhã, vai está tudo pronto, alimentos fresquinhos, saudáveis, direto do sítio. E muito +, já que na programação, prática de yoga e meditação conduzidas pela Escola Saraswati, seguida por lindos cantos ancestrais do grupo Jay Aho. 

No +, é manter o distanciamento, uso constante de máscara/álcool em gel, e ser feliz. Assim, ótimo fim de semana, internautas deste portal. 

Postado por Felipe Camelo

Desvendando Alagoas

10.12.2020 às 17:15
reprodução

Comprovadamente, é impossível evoluir sem Educação, incluindo Arte e Cultura, 3 palavras que costumo escrever com letras maiúsculas, para valorizar e dar ênfase, destaque. E pautas frequentes em meu trabalho. Principalmente nestes pandêmicos tempos de Coronavírus e ignorância. Quando as prioridades nacionais são outras, comprometendo o presente e o futuro dos estudantes. 

Sendo assim, fico sempre muito feliz quando recebo convites para ações que vão além do social. Como este que recebi para lançamento de "Alagoas: uma esfinge a desvendar" (Editora Cesmac), do caríssimo Douglas Apratto Tenório, ele que é professor Doutor, historiador, agitador e produtor cultural, e vice-reitor do Cesmac, instituição que merece todo meu carinho, principalmente pelos investimentos que vem garantindo conhecimentos para milhares de alagoanos. Sem deixar de citar todos os amigos queridos que fazem parte do Centro Universitário Cesmac, incluindo diretores, professores, coordenadores, e alunos também. 

Respeitando todas as orientações de evitar aglomeração, o lançamento será de forma 'on-line', às 16h do próximo dia 16, na sala virtual de Extensão Cesmac, plataforma Collaborate. Confirmada a participação especial do professor Álvaro Queiroz, que, com certeza, enriquecerá muito a conversa. 

"A iniciativa, organizada e concluída em 1982, oferece uma mostra panorâmica de Alagoas, com as contradições e impasses". No 'realise', o autor explica: "Os trabalhos são do século XX e preferi não alterar nada do que foi escrito, tendo em vista que a realidade mudou muito pouco ou quase nada desde então. A única coisa realmente relevante é a pandemia", 

Douglas, que é Doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco, confessa que "O livro é um convite ao debate, à polêmica e ao conhecimento dessa esfinge nordestina que tem muito a ser desvendada". Em seu valoroso currículo, é membro da Academia Brasileira de História, da Academia Alagoana de Letras (cadeira 16), do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (cadeira 45), inclusive. Sua importância é tão incontestável que dá nome a nova escola Douglas Apratto Tenório,em sua cidade natal, Penedo. 

Além de amigo, sou fã, e leitor. 

Mais? No [email protected]

Postado por Felipe Camelo

Intenso e Marcante

08.12.2020 às 21:58

E já entramos hoje na 2ª semana do último mês do ano. Pessoalmente, dezembro me marca por vários  fatos. 

Começo no dia 1°, celebrando o aniversário de meu pai, Rubens, referência de ser humano, em todos os sentidos. Me deixou ensinamentos e exemplos como a melhor herança. Dezembro também marca a luta contra o vírus da Aids, mortal doença que provoca além dos males físicos, já que o preconceito que os infectados enfrentam, é igualmente violento.

Outro vírus que vem contaminando milhões de pessoas mundo afora, Covid19 tem sua pandemia marcada nesta 3ª-feira, quando os 1°s ingleses já receberam as 1ªs doses de vacina. Confesso que ando tão preocupado com este maldito Coronavírus que me emocionei hoje cedo, vendo os súditos da rainha Elizabeth II sendo vacinados. Também confesso que me emocionou o fato de que tanto ela quanto seu marido, o príncipe Phillip aguardarem na "fila", já que idosos que vivem em abrigos e seus cuidadores tem prioridade. Apesar de suas avançadas idades, ambos vão esperar, como simples mortais. Digna atitude real. 

Neste dia 8, também lembrei de Yemanjá e Oxum, Orixás que são reverenciadas hoje, ambas representando na Umbanda,  a maternidade. A diferença entre elas? Yemanjá é "a mãe que já criou filhos", enquanto Oxum simboliza "a mãe gestante, e sua imagem está ligada às crianças". São as mães das águas, da vida. 

No sincretismo religioso, Nossa Senhora da Conceição tem sua equivalência no Catolicismo, resultando da mistura de elementos de religiões distintas. Normalmente teria ido prestar minha homenagem na praia, mas diante da necessidade de evitar aglomerações, a tradicional festa não aconteceu. 

Neste 8 de dezembro também é marcado como Dia do Colunista Social, e Jacira Leão, ativa presidente da Associação da classe em Alagoas, reuniu confreiras e confrades para almoço no Mister Grill, para "encontro anual dos colunistas", tendo Priscila Prill como atração especial. Também na cena, amigo secreto com troca de presentes. 

Claro que fiquei muito feliz em ter sido lembrado e convidado, mas infelizmente, muito preocupado com o crescimento do número de infectados e mortos, consequência de coletivas irresponsabilidades de pessoas que tem frequentado eventos, festas, baladas, praias, calçadões e afins, sem o devido, obrigatório e necessário uso de máscara, pensei bem, conversei com meu irmão, e acabei não indo. . 

Esta semana já havia saído para participar e registrar evento gastronômico , mesmo respeitando todas as regras de segurança, claro. Mas confesso que preferi evitar novo evento social com intervalo de  tão poucos dias. Com minha mãe precisando de cuidados e atenção, acamada e com Alzheimer aos 93 anos, redobro os cuidados para evitar que eu possa me infectar e transmitir para ela. Deus nos livre e a proteja. 

Aproveitei o dia para adiantar 1 trabalho e molhar meu jardim, e quando olhei para o céu, não resisti, subi na laje, e registrei este por do sol para me desculpar com Jacira e meus colegas de colunismo, pela involuntária ausência neste delicioso encontro de hoje. Tenho certeza de que serei entendido e desculpado. 

Aproveito para reforçar minha recomendação, evitem aglomerações. Este mortal vírus segue ativo pelo mundo, infectando e matando indistintamente. Se puder, fique em casa, e se tiver que sair, todos os cuidados, são poucos. 

Postado por Felipe Camelo


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]