Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
14 de outubro de 2019
min. 23º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel MP requer ao Judiciário que afaste novamente Arnaldo Higino do cargo de prefeito

Blogs

Abuso sexual na infância

12.10.2019 às 15:58
Arquivo/Agência Brasil

O impacto do abuso sexual na vida do indivíduo é de uma imensidão tão obscura e de certa forma imaginada pela vítima e as crianças são as maiores vítimas, seja meninos ou meninas.

Esses abusos partem de  pessoas em sua grande maioria que deveriam estar protegendo essas crianças, homens ou mulheres. Há relatos de abusadores, pessoas perversas que se escondem dentro de uma máscara de pais de família, padrastos legais ou tios que adoram trazer balinhas, ou ficar com a criança em ambientes que não fazem o menor sentido.

O abuso sexual é uma das queixas quando identificamos a depressão e segue fazendo vítimas que se calam, traumas que ficam para o resto da vida. Porém, a capacidade de resiliência eleva o sujeito, mas para isso é necessário a escuta empática, pois o abuso deixa feridas na alma.

Observem as crianças, as orientem, não tenham medo de denunciar quando houver a desconfiança.

Postado por Hólus

Machismo que mata

14.09.2019 às 17:07
Reprodução

Há 10 anos atrás, iniciei meu trabalho no consultório de psicologia e no serviço de saúde mental. Eu observava a demanda feminina em busca de melhores relacionamentos, autoconhecimento ou soluções de problemas, enquanto os homens eram levados, em sua grande maioria, pelas parceiras e filhos e apresentavam quadros severos de transtornos mentais.

O ano é 2019 e ainda não mudou os motivos da busca por terapia, tanto para as mulheres quanto para os homens. Elas por espontânea vontade e por autoconhecimento. Eles, quando em crise, seja no casamento, financeira ou as duas coisas.

Os homens foram construídos dentro de um modelo que não se podia chorar, demonstrar seus medos, ter a sexualidade questionada e julgada a todo momento. E esse homem precisava manter toda à família pois "mulher minha não trabalha". Criança, já era obrigado a ter acesso a pornografia, "pois o homem para ser homem precisa observar bem, ter performance" e isso termina por criar um ser irreal, de altas expectativas e grandes preconceitos, além de uma imagem sobre o sexo baseada em fantasias.

Desconstruir esse homem ainda é um caminho longo pela frente, um modelo que acompanha há várias gerações. O machismo mata sim, eu vi e vejo muitos morrendo por dentro. 

Se está se sentindo dessa forma, busque ajuda especializada. É se conhecendo melhor, que podemos nos tornar pessoas mais sãs e menos preconceituosas. 

Postado por Hólus

Setembro Amarelo

07.09.2019 às 08:00
Reprodução

Quando entendemos a citação de Carl Gustav Jung que diz, conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar a alma humana, seja apenas outra alma humana, e o mês setembro Amarelo vem de forma tão humana, lembrando a todos que a escuta ativa o olhar sem julgamento diante da dor do outro e isso pode salvar vidas.

Interessante a quantidade de ações e cursos de como ensinar a ouvir, ensinar pessoas a se comportarem como pessoas, ensinando humanos a serem humanos. Esperamos que a voz do Setembro Amarelo possa perpetuar por todos os meses seguintes, já que o índice de pessoas desesperançadas tem aumentado consideravelmente.

Encontramos na Bíblia um personagem resiliente, Jó. E quando entendemos de onde vem essa capacidade, se abrem várias portas e nós colocamos essas possibilidades para que o outro possa seguir. Portanto que esse mês de setembro possa trazer-nos estratégias em todas as áreas, para que a saúde mental faça a sua parte, sem julgamentos e de braços abertos.

Postado por Hólus


Hólus por Jacqueline Pino

Psicóloga

Especialista em saúde mental

Consteladora familiar sistêmica

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]