Dólar com. 5.2885
IBovespa -2.07
20 de setembro de 2021
min. 21º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Educadores sociais destacam atuação na passagem do dia nacional neste domingo (19)
24/05/2021 às 10h52

Blogs

Empreendedorismo social

 

Mateus Sant'Ana - Advogado

A arte de empreender fascina muitas pessoas pelo mundo. Aliado ao fenômeno da globalização, estreitou as fronteiras geográficas permitindo a rápida troca de informação através da rede mundial de computadores, a Internet. Diante disso, novos mercados e oportunidades surgem como, por exemplo, a inovação da tecnologia e a conectividade que se tornaram extremamente relevante não só para o empreendedor, como para a sociedade. Um grande exemplo é repensar os problemas das cidades.  


O conceito de Cidades Inteligen­tes (smartcities) objetiva au­men­tar a participação cidadão através da tecnologia fazendo com que o cidadão esteja cada vez mais próximo das ações governamentais.

 
Neste contexto, surge o em­preendedor social que é o empreendedor que opta em montar um negócio em que a responsabilidade social é o principal objetivo. São negócios lucrativos que resolvem problemas sociais por meio da venda de produtos ou serviços.  


Um híbrido de intervenção governamental e puro empreendedorismo de negócios, o empreendimento social é capaz de tratar problemas cujo âmbito é estreito demais para instigar o ativismo legislativo ou para atrair capital privado.  
O empreendedorismo social já é uma realidade no Brasil e no mundo; e os diferentes modelos de negócios desenvolvidos por em­preendedores estão quebrando muitos paradigmas e contribuindo para transformar realidades. Um dos maiores desafios para o em­preendedorismo social no Brasil, e em qualquer outro país em desenvolvimento, é a captação de recursos. Por isso, a primeira preocupação é com a alocação que se faz primeiramente pela disseminação das ideias e objetivos das ações sociais a serem empreendidas.

 
Portanto, o Projeto Social deve ser transparente, ter finalidade consistente e corrente com a realidade social, estar voltado a problemas reais e a busca de soluções, ou seja, ser relevante e, além disso, ter um custo também transparente. Sendo assim, será mais fácil conseguir investidores que apoiem e acreditem no projeto e no resultado que ele pode gerar para a sociedade. Independentemente dos obstáculos, empreendedores sociais têm um grande potencial. É um mercado ainda novo e repleto de oportunidades para aqueles que decidirem explorá-lo. Assim, os empreendedores sociais têm a oportunidade de resolver problemas, gerar emprego, ganhar dinheiro e até mesmo mudar o mundo!

*Publicado originalmente na edição 47 da Revista Painel Alagoas


Painel Opinativo por Diversos

Espaço para postagens de opinião e expressão dos internautas

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]