Dólar com. 4.9703
IBovespa 0.58
01 de março de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel STF adia julgamento sobre revisão da vida toda do INSS
08/08/2022 às 12h20

Blogs

Rui Palmeira um dos atores ao Governo de Alagoas

Foto: Edmílson Teixeira


*Welisson Miranda

Lançado pelo PSD, o ex-prefeito começou sua caminhada política como deputado estadual em 2007-2011, eleito deputado federal em 2011-2012, tendo passagem política discreta e sem máculas dentro da arena política do complicado e obscuro cenário nacional. Ainda em 2012, sai do legislativo para sua incursão no executivo, eleito Prefeito de Maceió e reeleito em 2016 com aproximadamente 58% dos votos válidos. É um jovem com DNA político a ser respeitado na atual disputa eleitoral ao Governo de Alagoas.

O discreto político, mostra-se capacitado, afirma ter executado o “maior programa habitacional da história de Maceió com mais de 10.000 casas populares entregues, desenvolvido o maior avanço da educação dentre todas as capitais brasileiras”. Sem alardear o significativo desenvolvimento em infraestrutura de Maceió.

Sobre propostas ao Poder Executivo Estadual, Rui afirma seus propósitos em investimentos no ensino técnico profissionalizante, desenvolvimento através de incentivos fiscais para geração de emprego e renda, capacitação ao seguimento do setor hoteleiro dada a vocação turística do estado, sem esquecer dos investimentos necessários e indispensáveis à melhoria e desempenho da Educação Pública Estadual.

Esses, seus pilares de desenvolvimento socioeconômico para Alagoas, sem criar qualquer adereço com viés ideológico, posto que o objetivo é o crescimento e bem-estar social do Estado de Alagoas. Resta, contudo, saber se haverá apoio financeiro suficiente para embate com seu principal opositor o clã do Senador Renan Calheiros, representado nessa disputa política por “Preposto – Marcelo Victor”.

Noutra ponta, vê-se apenas um adereço – Rodrigo Cunha, sem expressão no cenário político doméstico e muito menos nacional. Sobre o Senador Fernando Collor, na disputa ao Governo do Estado, basta lembrar de Zélia Cardoso “sequestro da poupança”, que este some do mapa político.

Com tal perfil, Rui Palmeira pode surpreender ainda mais esse cenário em Alagoas, se alcançar maturidade política, mantendo-se adstringente em relação ao atual Governo Federal, cujos indicadores econômicos e sociais atuais, corroboram em favor do país.

*Presidente do PSD de Paripueira


Painel Opinativo por Diversos

Espaço para postagens de opinião e expressão dos internautas

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]