Dólar com. 3,791
IBovespa 0.86
18 de março de 2019
min. 27º máx. 33º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Polícia identifica turco de 37 anos como suspeito de ataque na Holanda
03/08/2018 às 13h47

Blogs

Alagoas coloca em risco aliança nacional entre PP e PSDB

Senador Benedito de Lira(PP/AL) e Deputado Federal Arthur Lira(PP/AL) - G1


Às vésperas de suas convenções, PSDB e PP podem não consolidar aliança nacional e o motivo seria a situação política em Alagoas.


"Fachada"

Sem apresentar um candidato de peso para disputar o governo contra o atual governador, a oposição , liderada por PSDB e PP, caminha para  ter uma “cabeça de chapa  de fachada” que dificilmente “incomodará” a reeleição de Renan Filho.


Boato & Realidade

Nos últimos dias um boato, que a princípio parecia ser “piada política” ,se encorpou e acabou virando realidade. O PP passou a sonhar com Fernando Collor candidato da oposição ao governo de Alagoas e jogou a “bomba” em colo tucano. Fontes do PSDB confirmaram que o ex-presidente se encontrou com o prefeito de Maceió (presidente estadual do PSDB) para discutir o assunto. No encontro, Rui Palmeira teria afirmado ser necessário consultar a executiva nacional do partido para firmar qualquer posicionamento.  Com o apoio do ex-governador Teotonio Vilela Filho , o comando nacional tucano rejeitou o apoio a Fernando Collor numa eventual candidatura ao governo.


Imposição local

Essa situação não é a única conflitante entre as duas legendas em Alagoas. Está em curso uma articulação pepista  que impõe a “não confirmação” da candidatura de Rodrigo Cunha (PSDB/AL) ao senado, como condição ao apoio do partido a Geraldo Alckmin à presidência da República. Entre boatos e negativas de membros do PP (liderados por Arthur Lira, filho de Benedito de Lira candidato do partido ao senado) o ex-governador Teotonio Vilela Filho voou para Brasília para se reunir com Alckmin e membros da executiva nacional do PSDB.


Ganhando Fôlego

A candidatura de Rodrigo Cunha, a princípio, parece ter algum fôlego apenas em Maceió e Arapiraca, cidade natal do candidato. Mas seu nome começa a ser conhecido em cidades do interior e eventuais e inesperados apoios podem ocorrer, principalmente em municípios onde ex-prefeitos não são aliados “de carteirinha” nem de Benedito de Lira nem de Renan Calheiros, principais candidatos do estado ao senado.


Suposição

Fontes do PP sugerem que atribuir a pressão do partido a Benedito de Lira, seria a “chave” de uma aliança branca entre Teotonio Vilela Filho(PSDB) e Renan Calheiros(MDB).


Consolidação 

A imposição do PP( considerada inaceitável pelo PSDB local) não deve, a princípio, se efetivar. Alheia a turbulência em Alagoas ,a aliança entre os dois partidos se consolida nacionalmente, com a indicação  da senadora Ana Amélia(PP/RS) a vice presidente de Geraldo Alckmin(PSDB/SP)


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]