Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
19 de outubro de 2019
min. 22º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Saque do FGTS começa para nascidos em janeiro, sem conta na Caixa
17/06/2019 às 11h42

Blogs

Eleição 2020

Coluna Palanque da edição 29 da revista Painel Alagoas

Eleição 2020

O deputado JHC (foto) aparece em pesquisas de intenção de voto bem posicionado para a disputa à Prefeitura de Maceió ano que vem. Reelegeu-se deputado federal em 2018 com uma excelente votação na capital e cochicha pelos bastidores que pretende formar uma frente ampla de políticos jovens e bons de votos para lhe acompanhar nessa empreitada.


A provável candidatura do parlamentar deve chegar por uma terceira via, já que dificilmente terá apoio do governador Renan Filho (MDB) ou do prefeito de Maceió Rui Palmeira (PSDB).


Acontece que até agora nem Renan e nem Rui parecem ter nomes para enfrentar JHC, mas até a coisa engrenar e especulação virar fato ou pó, muita coisa pode acontecer para o pleito eleitoral de 2020.


Inclusive surgir um novo nome que una Rui e Renan num mesmo palanque.


Alguém duvida?

Candidatura própria

Senador Rodrigo Cunha (foto) na presidência do PSDB de Alagoas promete fortalecer a legenda com candidaturas próprias às prefeituras municipais no próximo ano. Maceió é uma delas. Ou seja, os tucanos querem manter o partido comandando a capital.


PT na pista


O ex-vereador Ricardo Barbosa (foto) será candidatíssimo do PT a prefeito de Maceió em 2020. O partido já se reuniu, debateu e escolheu Barbosa para a disputa ou, quiçá, para alguma futura negociação com o MDB, seu parceiro de primeira ordem.


PDT entra no jogo


Secretário de Estado da Agricultura, Ronaldo Lessa (foto) mandou recado ao governador Renan Filho: colocou seu nome à disposição do PDT, seu partido, para concorrer à eleição de prefeito de Maceió no próximo ano.


Ex-prefeito da capital, Lessa deixou a gestão bem avaliado e isso lhe valeu boa votação em Maceió para o governo do estado em 1998, mas a história não mostra que essa é uma regra.


Cícero Almeida também encerrou seu mandato de prefeito da capital como excelente aceitação popular e não conseguiu voltar ao cargo em 2016.
Ou seja, nem tudo é uma questão de lógica.


De onde vem o elogio...


“Vejo que Alagoas é um exemplo digno a ser mostrado para todo Brasil, de administração não só transparente, mas com eficiência, com eficácia e com efetividade, os números já mostram isto”. Augusto Nardes, presidente do TCU, investigado por suspeita de se valer do cargo para obter vantagens ilícitas, o que ele nega, claro.


Cocada Cultura em Marechal


Alagoas ganhou mais um atrativo turístico. As cocadas de Marechal Deodoro, doce típico da cidade, já bastante conhecido dos turistas e visitantes que passam por ali, agora tem endereço certo: o Cocada Cultura, um espaço gastronômico e cultural instalado à beira da rodovia AL 101 Sul, no bairro da Massagueira, entregue à população na semana passada. O espaço foi construído com recursos federais e com o apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur).

O bem-cotado


Últimas pesquisas de intenção de voto mostram o deputado estadual Davi Davino (foto) bem na corrida para a Prefeitura de Maceió. Filiado ao PP, partido aliado do prefeito da capital Rui Palmeira, o parlamentar está sendo assediado pelo MDB para se filiar à legenda dos Calheiros. Porém, se ele olhar para trás vai ver que os exemplos de Ronaldo Lessa e Maurício Quintella que trocaram o grupo do prefeito pelo o do governador, não servem muito como (boa) referência.

Ciência, política e inovação

A Prefeitura de Maceió enviou à Câmara Municipal o Projeto da Lei que institui a Política Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. O PL tem objetivo de promover iniciativas com soluções inovadoras de baixo custo, alto impacto e que melhorem a vida dos maceioenses. Entre as ações previstas estão a criação do Conselho, Plano e Fundo Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia, e do Prêmio Inova Maceió.

Forró no Shopping Popular


Para comemorar as festas juninas, a Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), vai promover apresentações de forrozeiros para animar clientes e comerciantes do Shopping Popular. As apresentações estão programadas para as vésperas de Santo Antônio, São João e São Pedro. No Shopping Popular é possível encontrar de tudo um pouco, a exemplo de eletrônicos, produtos para casa, vestuários, acessórios, restaurantes e lanchonetes. Endereço: Rua do Livramento, no Centro, próximo à Praça Marechal Deodoro. O centro comercial funciona das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 15h, aos sábados.

Perda

A história política de Alagoas perdeu em maio deste ano dois grandes nomes da política e da advocacia do Estado. Morreram o ex-governador Geraldo Bulhões e o jurista Moura Rocha.

Maceió no Insta: A Prefeitura de Maceió é a quarta capital do país com mais seguidores no Instagram. Semana passada atingiu cem mil seguidores.
EUA: Presidente Trump lançará oficialmente sua campanha à reeleição em 18 de junho próximo.

“Na verdade, o Brasil precisa urgentemente de uma reforma política ampla, não apenas o que trata hoje a PEC 56. A PEC 56 trata da unificação das eleições. Isso é muito importante para o país. Primeiramente por conta da questão da economia. O Brasil gasta uma fortuna todo ano eleitoral para que toda a estrutura da eleição e se leva a um gasto muito grande. E além disso, provoca a paralisação do país. Ano sim, ano não, nosso país tem eleições. Além disso, também temos a questão da reeleição, que também para mim é um instituto que já está ultrapassado. Hoje nós defendemos o fim da reeleição, a ampliação dos mandatos e a unificação das eleições. Até para que se tenha uma coincidência, também, dos mandatos do governador, do senador, deputado federal, e dessa forma, a população vai ter uma percepção muito mais clara do formato político que ele deseja que governe durante os anos que ele decidirá quem ficará a frente dos destinos dos municípios do Estado e do Governo Federal”


(Prefeito Hugo Wanderley, presidente da Associação dos Municípios de Alagoas, em entrevista ao jornal/site Cada Minuto)


“O que eu falei é que se a gente fizer uma boa reforma política eu topo ir para o sacrifício e não disputar a reeleição. Porque um dos grandes problemas do Brasil na política é a reeleição. O cara chega ao final do primeiro mandato dele, ou ele quer continuar no poder, que lhe deu fama e prestígio, ou ele quer continuar porque se o outro, o adversário, assumir vai levantar os esqueletos que ele tem no armário. Existe isso no Brasil. Então o meu caso é o seguinte: com uma boa reforma política, que diminuiria o número de parlamentares de 500 para 400, entre outras coisas mais, eu toparia entrar nesse bolo aí de não disputar a eleição”


(Presidente Jair Bolsonaro, em entrevista à Revista Veja).

Cabo Gonçalves: a história sem fim


A Painel Alagoas trouxe na edição passada uma reportagem que relata a impunidade ainda gritante em Alagoas. Poder político manchado de sangue e um processo que se arrasta há mais de vinte anos pelas instituições judiciárias. Cabo Gonçalves, morto numa emboscada com mais de 40 tiros, uma história que rebusca o sindicato do crime no estado e o medo dos detentores dos poderes político e econômico. Perguntas sem respostas: quem levou o militar aposentado à emboscada? Por que nesse dia, o Posto de Combustível só tinha uma bomba funcionando, exatamente a que a vítima parou para abastecer? Os algozes o esperavam mesmo dentro do posto? A quem interessava a morte de Gonçalves? Ele morreu por vingança ou por saber demais sobre os donos do poder da vida e da morte em Alagoas? A matéria traz ainda o fio de esperança para se fazer justiça ao Cabo: uma ação do Ministério Público estadual. 


*Publicado originalmente na edição 29 da Revista painel Alagoas


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]