Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
05 de dezembro de 2019
min. 23º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Coordenadores têm até amanhã para preencher questionário do Enade
11/11/2019 às 12h28

Blogs

Não se pode subestimar os tucanos


Não se pode subestimar os tucanos...

Em 2006, o então senador Teotonio Vilela (PSDB) candidatou-se a governador de Alagoas contra o favorito João Lyra (PTB). Pesquisas e a fama de ‘endinheirado’ e empresário de sucesso de João Lyra colocavam Teotonio lá atrás nas intenções de voto. O tucano venceu no primeiro turno. Em 2010, a reeleição de Vilela aparecia ameaçada pelas candidaturas de Ronaldo Lessa (PSB) e Fernando Collor (PTB), a eleição foi para o segundo turno e outra vez o tucano ganhou.


Em 2012, a candidatura de Rui Palmeira (foto) a prefeito de Maceió começou lá atrás nas pesquisas e na boca a boca, enfrentando Jeferson Morais (Democratas) e Ronaldo Lessa (PDT). Levou no primeiro turno. Em 2016, a reeleição de Palmeira teve como adversários os deputados JHC (PSB) e Cícero Almeida (então PMDB), foi ao segundo turno com Almeida e venceu com 60,27% dos votos válidos.


Em Arapiraca, também em 2016, outro tucano que não era o favorito, Rogério Teófilo, venceu o candidato do vice-governador Luciano Barbosa, do governador Renan filho e da então prefeita Célia Rocha, Ricardo Nezinho (então PMDB).


Em 2018, marqueteiros, analistas políticos e pesquisas no início da campanha apontavam como prováveis reeleitos ao Senado, Renan Calheiros (MDB) e Benedito de Lira (PP). O tucano Rodrigo Cunha levou uma das vagas, sendo o mais votado, com cerca de 1 milhão de votos, derrotando o senador do PP.
De modo que, em 2020, não se pode descartar os tucanos do páreo eleitoral.

De fininho...


O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto (foto), esteve em Alagoas para ver in loco os fragmentos de óleo nas praias do estado. Bem que ele poderia ter aproveitado e visitado o Mutange, em Maceió, onde mais de mil famílias esperam a autorização dele para ocupar os imóveis do Minha Casa, Minha Vida, que o município já disponibilizou. A propósito, essa é uma espera angustiante, a Prefeitura de Maceió fez e cobrou o pedido inúmeras vezes, sem resultado prático até agora.

Trabalho Escravo 


A lista suja do trabalho escravo no Brasil tem 146 empregadores. O novo balanço foi divulgado semana passado pela Subsecretaria de Inspeção do Trabalho, órgão ligado ao Ministério da Economia.


Ao todo, segundo a subsecretaria, foram encontradas 1.195 pessoas em condições de trabalho análogas à escravidão no país.


Em relação a última lista, de 17 de outubro, foram excluídos 45 empregadores pessoas físicas e jurídicas por terem cumprido o prazo de dois anos de permanência no cadastro.


O estado de Minas Gerais é o que tem mais empregadores que submetem os trabalhadores a condição análoga à de escravos. São 29, ao todo. Na sequência, aparecem Pará (22) e Rio de Janeiro (14).


Em São Paulo, sete empregadores estão na lista. São empresas do setor de confecções, construção civil e alimentação.

Arapiraca iluminada por Led


A Prefeitura de Arapiraca investe mais de R$ 3,5 milhões, com recursos próprios do Município, na primeira etapa do projeto de iluminação pública, que substitui as lâmpadas tradicionais de vapor metálico e sódio por LED, um dispositivo capaz de emitir luz de forma eficiente e econômica. Por isso, uma alternativa indicada para a iluminação pública e residencial. A primeira via a ganhar a nova iluminação foi a Avenida Deputada Ceci Cunha.

Mais segurança


Novas viaturas, armamentos de ponta e um sistema de radiocomunicação digital capaz de cobrir 100% do território alagoano, sem interferências. A Segurança Pública do Estado entra, definitivamente, na vanguarda tecnológica com a entrega dos novos equipamentos, feita pelo governador Renan Filho e o secretário da pasta, coronel Lima Júnior.

Nova Maceió


O prefeito Rui Palmeira entregou semana passada 17 ruas pavimentadas e com nova iluminação, no Conjunto Moacir Andrade (foto), no Benedito Bentes. As obras vão melhorar a mobilidade urbana da localidade, além de proporcionar qualidade de vida aos moradores. O trabalho faz parte das obras previstas no programa Nova Maceió, que vai levar pavimentação e infraestrutura a mais de 400 ruas de Maceió.

“E continuamos coletando os fragmentos do crime ambiental (foto), imaginando a gravidade nos arrecifes mais distantes e em locais longe dos olhos e imersos na imensa complexidade dos ecossistemas marinhos... triste e revoltante demais! Enquanto isso... nada sobre a origem do crime. É obrigação do Governo Federal (em parceria com outras instituições públicas) agilizar os procedimentos investigatórios para identificar e punir exemplarmente os criminosos, independente de serem do Brasil, da Venezuela, dos EUA ou Libéria, Emirados Árabes ou qualquer outro. Alem das medidas cabíveis para minimizar o imenso impacto ambiental. E como sou chata, sempre é bom lembrar que em nosso país os Governos Federais se revezam na arcaica concepção predatória e entreguista das reservas naturais, onde a ganância e os lucros vorazes sabotam o presente e o futuro do país, mesmo quando estudos científicos produzem milhares de pesquisas apresentando milhares de alternativas com outras formas de desenvolvimento com sustentabilidade econômica, social e ambiental, mas isso é outro assunto, né?” (Heloísa Helena)

Seguro defeso


Agora em novembro, 60 mil pescadores artesanais afetados pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste receberão uma parcela do seguro defeso. O governo federal vai destinar R$ 59,9 milhões para o pagamento do benefício aos pescadores da área marinha. O anúncio foi feito pelo secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Jorge Seif Júnior. Segundo Seif, como o óleo afetou a área marinha, o benefício será pago somente aos pescadores dessa localidade, independentemente da espécie pescada.

Marta, a melhor do Mundo, homenageada em Maceió


Eleita por seis vezes a melhor jogadora do Mundo pela FIFA e atualmente jogando no Orlando Pride, do EUA, a camisa 10 da Seleção Brasileira, Marta Vieira Silva, natural de Dois Riachos, no Sertão Alagoano, vai ser agraciada pela Câmara Municipal com o Título de Cidadã Honorária de Maceió. A iniciativa é da vereadora Ana Hora (PSD) e o Projeto de Decreto Legislativo que concede a homenagem foi aprovado, em segunda discussão, em sessão ordinária no último dia 17 de outubro, no Legislativo municipal. A data para que o Título seja entregue a Marta ainda será definida.

 *Em Rio Largo, além da candidatura à reeleição do prefeito Gilberto Gonçalves, o ex-prefeito Toninho Lins, fora da prisão, também estará na disputa. Como concorrente ou mentor.
*Em Paripueira, o nome da bacharela em Direito Roberta Miranda começa a ser cogitado para a Câmara Municipal de Vereadores, apresentado como o novo na política local. E está incomodando os que continuam a fazer a velha política da sobrevivência pessoal.
*Senador Rodrigo Cunha, presidente estadual do PSDB de Alagoas, renovando os diretórios municipais, com vistas às eleições do próximo ano.
*Um instituto decide fazer um seminário sobre os bairros do Pinheiro/Mutange/Bebedouro e Bom Parto. Convida para palestrantes o presidente do TJ, desembargador Tutmés Airan, procuradores federais, e cobra de quem assistirá as palestras a inscrição nos valores de R$ 40,00 e R$ 60, 00. É sério isso? Tribunal de Justiça e MPF darão palestra de interesse público para que um grupo de pessoas se beneficie financeiramente???!!!!!
*Senador Fernando Collor, sobre a reforma da previdência: "Esta reforma também desconsidera seus próprios impactos econômicos indiretos. Os benefícios previdenciários e assistenciais contribuem para movimentar a economia dos municípios carentes. A diminuição do valor dos benefícios prejudicará a qualidade de vida nessas localidades".

Pirâmide financeira


A Painel Alagoas trouxe na edição de outubro (foto) a denúncia de que um cartório em Maceió está sendo investigado por suspeita de criar uma pirâmide financeira. Envolvido em dívidas, o cartório do 2º Ofício de Protestos da capital foi denunciado ao Ministério Público Estadual e ao Tribunal de Justiça do Estado. Documentos conseguidos pela nossa reportagem apontam várias irregularidades que teriam ocorrido sob a responsabilidade do tabelião Carlos Gonzaga Breda, inclusive a de não repassar dinheiro pago pelos devedores aos credores. Na hipótese de haver a tal pirâmide, podem estar envolvidos um juiz de direito e um investidor suíço. Também iniciamos nessa edição parceria com o blog Aqui Acolá, que estreou com matéria da jornalista Iranei Barreto sobre a exposição “Teia de Sentidos”, do artista plástico Pedro Cabral.


*Publicado originalmente na coluna Palanque da edição 34 da revista Painel Alagoas


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]