Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
26 de fevereiro de 2020
min. 25º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Itália: sobe o número de mortes pelo novo coronavírus
20/01/2020 às 09h48

Blogs

Ano Novo


Ano Novo

Iniciamos 2020, um ano que ainda deve nos apresentar desafios na economia, nas políticas públicas e no entendimento de que o nosso Brasil não pode ser lido como de direita ou de esquerda, mas como uma Nação que necessita de todos, independentemente de suas ideologias, para crescer e se consolidar como um lugar melhor de se viver, trabalhar e avançarmos ao futuro.


É importante que saibamos construir o alicerce para os caminhos que compartilham conhecimento, que unem forças, que defendem a Pátria não por cores, mas por amor à sua história, pelo pertencimento à ela; que sejamos, sempre, o filho que não foge à luta, mas a luta pacífica pela paz de todos e não apenas de quem pensa como nós; essencial que entendamos que 2020 nos dará, mais uma vez, democraticamente, a oportunidade de escolhermos nossos representantes nas prefeituras e nos legislativos municipais.


Sejamos, então, mais do que eleitores, sejamos fiscais da lei, sejamos cabos eleitorais da ética na política, sejamos combativos às fake news, sejamos capazes de pesquisar, conversar, debater e entender qual o melhor representante para o conjunto e não para grupos, sejamos eleitores de um Brasil melhor para todos.


Feliz 2020.

Pegadinha

Final de ano em Maceió, os pré-candidatos a prefeito da capital fizeram de tudo para chamar a atenção dos eleitores. Dos velhos e acabados discursos oportunistas, querendo agradar a todos com posturas demagogas, à pegadinha sobre o reajuste do preço da passagem de ônibus.


O MPE aprovou a tabela que elevou o valor de R$ 3,65 para R$ 4,10, definida pelo Conselho Municipal de Transportes Coletivos e, algumas horas depois, pela fala do procurador-chefe do MPE, Alfredo Gaspar de Mendonça , que era quase candidato a governador ou senador em 2018, e é quase pré-candidato a prefeito de Maceió agora em 2020, afirmando que a instituição é contra o aumento.


Não bastou a nota que o MPE encaminhou a toda a imprensa, o próprio Alfredo ocupou rádios e suas redes sociais para desautorizar o que três promotores de Justiça tinham autorizado há menos de 24 horas. Interessante que a fala do procurador não foi criticando a chancela das promotorias, mas dirigida à população para dar sua posição (pessoal?) sobre o assunto.


Palanques formados, é a guerra pelo voto a qualquer custo. 


Par de jarros


Pois então, os deputados federais Marx Beltrão (foto) e JHC  estão jogando para a plateia, com vistas à eleição para prefeito de Maceió este ano, e o alvo é a gestão de Rui Palmeira. O que um diz, o outro repete, as vezes nem muda o texto! É a campanha casada onde a falta de propostas é substituída pelo ataque, muitas vezes gratuito e descabível. É ano eleitoral, entende-se.

Micro e pequenos negócios


O fomento aos micro e pequenos empreendedores, cooperativas e produtores rurais foi um dos focos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) em 2019. Liderados por programas como o Idealize e o Alagoas Maior - este com destaque especial para as atividades no interior do estado -, as ações de estímulo a novos negócios garantiram resultados que, na sua totalidade, impactaram mais de 2.500 pessoas, beneficiando mais de 30 empresas, além da criação de 67 novos diálogos através da participação do público em duas feiras nacionais.

Pra onde vai o jornalismo?


O jornalismo brasileiro tenta se reinventar, em meio aos tombos dos ataques contra ele. Primeiro, o STF, através do ministro Gilmar Mendes, nos toma a obrigatoriedade do diploma, agora, o presidente Jair Bolsonaro nos tira o registro profissional. Não nos rendemos. Seguimos firmes nos tropeços, mostrando que imprensa ainda é a base da democracia e bandeira da cidadania. Não nos afastemos disso. A Coluna Palanque, da Painel Alagoas, acredita na vitória de mais um desafio em nossa profissão. Vamos em frente.

2019 na Câmara de Vereadores de Maceió


Temas como a tão aguardada e cobrada regulamentação para o transporte de passageiros por aplicativos na capital, participação do Legislativo no caso envolvendo os moradores do Pinheiro, por meio da Comissão Especial de Inquérito (CEI), isenção de impostos para quem for negociar ou morar no bairro de Jaraguá, além da aprovação da presença de psicólogos nas escolas públicas e privadas para acompanharem crianças e adolescentes com problemas como depressão e bullying, por exemplo, estiveram entre os Projetos de Lei aprovados pela Câmara Municipal de Maceió no ano legislativo de 2019. No total, foram aprovados 170 PLs e 24 Decretos Legislativos, além de centenas de Requerimentos e Indicações que visaram beneficiar a população maceioense. Os parlamentares entraram em recesso no último dia 15 de dezembro de 2019 e retomam as atividades em 15 de fevereiro próximo.

 Saúde na Hora


A Prefeitura de Arapiraca implantou em novembro de 2019 o programa Saúde na Hora e estendeu o horário de funcionamento em sete Unidades Básicas de Saúde (UBS), que passaram a atender à população em horário especial, das 7h às 20h, de segunda a sexta-feira. Após um mês da sua implantação, o Município já identifica, através dos números fornecidos pela Secretaria de Saúde, o alcance e benefícios para os usuários. Somente durante o horário especial, das 12h às 14h e das 17h às 20h, quando as sete UBS habilitadas no Saúde na Hora permanecem de portas abertas, o Município registrou cerca de 2.500 atendimentos, somente em 30 dias. Além dos 6.500 usuários – somando atendimento médico e de enfermagem – no período comercial.

 CREA e TCE fazem parceria


O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL), fez parceria com o Tribunal de Contas de Alagoas para atuarem juntos na fiscalização de obras inacabadas e paralisadas, certidões com informações erradas e fraudulentas. Em novembro do ano passado foi solicitado aos Tribunais de Contas um levantamento das obras paralisadas nos estados, para que fosse montado um quadro geral da situação. Com base no levantamento, os Tribunais de Contas do Brasil detectaram 2.555 obras (paralisadas ou suspensas), com valores contratados que atingem a cifra de R$ 89.559.633.165,90.


Bolsonaro aposta na economia para se reeleger


A agenda econômica para este ano está calcada na reforma tributária, no pacto federativo — por meio das propostas de emenda à Constituição (PECs) encaminhadas pelo governo ao Senado — e na reforma administrativa, que pode ficar para depois das eleições municipais. Essa pauta prévia, firmada entre o Executivo e o Legislativo, exigirá muita comunicação e negociação, sobretudo nos debates de atualização do sistema tributário. Mais do que nunca, os dois poderes precisarão estar em harmonia e aprender a ceder, como em um casamento, analogia tão usada por Bolsonaro (Rodolfo Costa/Correio Braziliense). 


Projeto Verde


O “Algás Calçada Verde”  planta até duas árvores na calçada de cada cliente, bastando fazer a solicitação pelo número 117. O objetivo da ação é promover mais sombra e ar fresco para a cidade, além de impulsionar a conscientização ambiental. O projeto é desenvolvido pela Algás, distribuidora de gás canalizado do estado, em parceria com o Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL).

*O prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo, vai para a reeleição. Leva na bagagem uma gestão séria, ficha limpa na política, e muita disposição para consolidar os avanços que iniciou no atual mandato.


*Prefeita Emanuella Moura também disputará a reeleição na Barra de Santo Antônio. E quem esteve lá antes de Emanuella assumir e vai agora, vê a diferença para melhor.


*Jornalismo puro na Acta, empresa de comunicação formada por um talentoso, experiente e vocacionado grupo de jornalistas alagoanos.


*Podemos empossou no final de ano sua diretoria em Alagoas e articula chapa proporcional em Maceió, sob o comando de Tácio Melo. 

 “O que precisamos, de verdade, é de investimentos que priorizem a geração de empregos e de mais recursos para melhorar as áreas da saúde, educação, segurança e transporte. É por isso que votei contra o aumento do fundo eleitoral quando tive oportunidade, e ontem expressei mais uma vez que o exorbitante valor para financiar campanhas políticas é um desrespeito com todos os brasileiros. #NãoAoFundãoEleitoral”

(Senador Rodrigo Cunha, em 18 de dezembro de 2019)

“O TCU mandou investigar o vazamento de óleo nas nossas praias. Entrei com pedido de auditoria pelo órgão porque as investigações oficiais foram insatisfatórias e os responsáveis por esse crime precisam ser punidos. A apuração é uma boa notícia para encerrar o ano marcado pelo desprezo pelo #meioambiente.”

(Senador Renan Calheiros, em 27 de dezembro de 2019)

“O Presidente da República tem o papel de promover a reconciliação”

(Senador Fernando Collor, em 14 de dezembro de 2019).

Fundão Eleitoral

A edição de dezembro de 2019 (foto) trouxe uma reportagem sobre o Fundo Eleitoral para as eleições deste ano. Serão mais de R$ 2 bilhões gastos em propaganda para eleger prefeitos e vereadores de todo o país, mas esse valor ainda pode subir. Na verdade, os partidos políticos em sua maioria queriam que esse valor chegasse a R$ 4 bilhões, mas o presidente Jair Bolsonaro vetou o desatino dessas lideranças. Mesmo assim, em nossa matéria, especialistas em política e economia mostram que o valor de R$ 2 bilhões é exorbitante diante das necessidades básicas das políticas públicas nacionais, em especial saúde e educação. Também nessa edição, Felipe Camelo nos traz o Natal de Luz com inclusão, de Mirna Porto, e exposição de Levy Paz no Complexo Cultural do Teatro Deodoro.

*Publicado originalmente na edição 36 da revista Painel Alagoas


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]