Dólar com. 5.3438
IBovespa 0.32
29 de novembro de 2020
min. 24º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Casos acumulados da covid-19 vão a 6,2 mi e óbitos chegam a 172 mil
12/11/2020 às 12h35

Blogs

Cercado de provas por todos os lados

Apertando o cerco

Denunciado formalmente por quatro crimes quando era deputado estadual, o hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) vê surgirem a cada dia novas informações que reforçam a acusação.

Dinheiro vivo

O MP fluminense diz que ele e a mulher, Fernanda (também denunciada), pagavam a maioria das despesas em dinheiro vivo sem que suas contas bancárias tivessem lastro para isso. Fernanda, por exemplo, passou mais de quatro anos sem realizar um saque sequer na conta.

Origem "Alerj"

 Segundo o MP, as despesas do casal quitadas em dinheiro chegavam a R$ 419,2 mil, recursos provenientes, de acordo com a denúncia, do esquema de rachadinhas na Alerj. 

Sigilo quebrado

 A quebra do sigilo e emails do corretor americano Glenn Dillard reforça os indícios de que o filho Zero Um usava dinheiro vivo de rachadinhas para fechar negócios imobiliários. Dillard fechou a venda de um imóvel com o senador numa agência do HSBC, onde no mesmo dia depositou R$ 638 mil em dinheiro. O apartamento foi registrado como tendo custado R$ 310 mil. 


*Com informações G1 e O Globo


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]