Dólar com. 5.2169
IBovespa 0.04
05 de agosto de 2021
min. 19º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Governo de AL reabre prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do concurso da PGE
30/10/2020 às 18h54

Blogs

Os canalhas das eleições

PARA REFLETIR

A política talvez seja a única profissão para a qual não se julga necessária uma preparação. (Robert Louis Stevenson).

Os canalhas das eleições

Fico impressionado com a complacência da Justiça Eleitoral, por despreparo ou conivência com a prática deslavada de crimes praticados em épocas de eleição. Não é sem razão que um forte grupo parlamentar, incentivado pelo presidente da República, pretende acabar com tal organismo na vala estatal, por sua lentidão, incoerências e desnecessidade. Gasta-se bilhões com a manutenção de TREs, e TSE, quando quem faz o trabalho pesado são os juízes ordinários. Mas, meu mote não é esse e sim o impressionante número de candidatos comprando votos abertamente, como se fosse mercadoria legalizada para comércio. Os “cadastros” circulam nas ruas, nos bairros periféricos e grupos de WhatsApp, cujos atores, sem a menor cerimônia, discutem preços, nomes, e orientação para a aberrante fraude eleitoral. A esculhambação é tanta que já não se pergunta quais os redutos do candidato a vereador, mas direto: quantos cadastros possui? Alguns nem perdem tempo com propaganda, panfletos, adesivos ou mesmo mídias sociais. Basta investir uma grana preta na compra de votos cadastrados e a eleição está ganha. São os canalhas das eleições.

Canalhas das Fakes News

Há também um novo tipo de canalha, em voga nas últimas eleições e que se repetem em crescimento nas atuais. São aqueles que se escondendo no anonimato criminoso e covarde criam noticias falsas sobre os concorrentes, expondo vidas pessoais com mentiras, sendo esse tipo geralmente financiado em alta escala  por políticos inescrupulosos, cujos mandatos são conquistados à custa de ataques de baixo nível , São esses criminosos que estão sempre presente nos dias que antecedem o pleito e o fazem sem que nada lhe aconteça  mais uma vez pela demência  da Justiça Eleitoral. Por aqui o crime realmente compensa.

Um conselho: Engane você também os canalhas. Pegue o dinheiro e vote em outro.

Eleições em Maceió

Propostas e ações dos candidatos

A coluna segue com o espaço para os postulantes à prefeitura de Maceió, melhor situados nas pesquisas, onde possam apresentar suas propostas, falar aos eleitores e debater seus planos de governo com a população

Alfredo Gaspar

Transformar mercados e feiras em territórios de oportunidades
O candidato a prefeito pela coligação Maceió mais Forte, Alfredo Gaspar (MDB), ex-secretário de Estado de Segurança Pública e ex-procurador chefe do Ministério Público do Estado, fez nessa semana um giro pelos mercados públicos e feiras livres da capital, para abrir diálogo com feirantes e usuários e ver de perto a atual realidade dessas unidades. Em seu plano de recuperação e desenvolvimento da economia estão: a recuperação, a estruturação e o reordenamento desses mercados, com acesso ao microcrédito.
“Os mercados e as feiras são locais que geram muito emprego e renda, que queremos fazer algo diferenciado, como transformá-los em polos produtivos de pequenos negócios, por meio da economia e do consumo popular. Todas essas regiões onde se concentram esses mercados e feiras são regiões prósperas”, analisou.

A proposta do candidato é atuar fortemente na retomada da infraestrutura dessa rede negócios regionais, e transformá-la em um território de oportunidades. Em alguns casos, como o Mercado da Produção, a ideia é construir um novo espaço, depois de uma ampla consulta popular e com os próprios feirantes.

“Precisamos dar oportunidades as pessoas, e a prefeitura de Alfredo Gaspar estará sempre junta como parceira, para que essas localidades sejam um território de oportunidades. Também vamos apostar no microempreendedoríssimo para que se possa gerar mais emprego e renda”, finalizou Alfredo Gaspar.

Davi Filho

Crescimento é destacado pela imprensa

O crescimento do candidato a prefeito de Maceió, Davi Davino Filho, vem sendo atestado pelas últimas pesquisas. Até nos bastidores, onde se dá conta de que as campanhas, em suas pesquisas de “tracking” - rastreamento para consumo interno -, comprovam a curva ascendente da candidatura do PP. Blogueiros e analistas políticos alagoanos também destacaram, no curso da semana, o fato novo das eleições na capital.

“Gaspar esperava ‘disparar’, mas continua no empate, agora numérico, com o candidato do PSB. Davi cresceu 10 pontos em 15 dias e sua equipe avalia que ele pode crescer outros 10 pontos nas próximas duas semanas.”, destacou o jornalista Edivaldo Júnior, que escreve para o portal Gazetaweb.
“Mas, fato que parece evidente, só Davi Davino Filho está crescendo na intenção de votos, enquanto os seus maiores adversários vão perdendo pontos preciosos – desconsiderando a margem de erro”, comentou o jornalista Ricardo Mota, do portal TNH1. Pelo site Cada Minuto, o jornalista Lula Vilar também tratou do tema, ao apontar o crescimento de Davi e elogiar o seu programa eleitoral.
Andando por todos os bairros da cidade e apresentando, com desenvoltura e de forma objetiva suas propostas, Davi segue pregando mudanças e se posicionando no campo da oposição à gestão municipal em Maceió.

João Henrique Caldas (JHC)

Promover a requalificação do Mercado da Produção e a valorização dos trabalhadores

A requalificação do Mercado da Produção é uma demanda antiga dos trabalhadores e clientes que frequentam o local. Uma necessidade que não será ignorada por JHC em sua gestão como prefeito da capital e nem foi esquecida por ele enquanto deputado federal. “Não vamos permitir que o nosso mercado público seja um mercado apenas de troca de mercadorias, porque ali é um polo gastronômico, turístico, cultural e histórico da nossa gente. Quando o turista vier para Maceió, vai ver a cultura popular, saber como são os costumes, as relações e afetos. Temos um compromisso com os trabalhadores dos mercados e feiras e com os maceioenses”, reforça JHC.

Outro projeto de JHC que visa aumentar a circulação de turistas nos mercados públicos, é a criação do Circuito dos Mercados para envolver, de uma vez por todas, a integração entre a gastronomia do Mercado da Produção e a cultura do Mercado de Artesanato. Muitas vezes, quem visita a cidade é levado para bairros como o Pontal da Barra ou para a orla marítima, mas a capital alagoana tem muitas riquezas nos mercados e feiras, sendo fundamental investir nesses locais para alavancar o turismo e gerar renda.

O guia de turismo Henrique Leahy destaca a necessidade de fomentar a atividade turística nos mercados, respeitando a história desses locais. “A gente precisa trabalhar isso com um olhar diferenciado, com melhoria. Que a gente possa atrair as pessoas para visitar esse espaço, aliando a preservação e conservação do aspecto arquitetônico e paisagístico da cidade de Maceió”, explica Leahy.

JHC deixa claro que irá se cercar de especialistas, pessoas com soluções para os mercados e outros problemas vitais da capital. “Nós vamos discutir com todos eles. Nós vamos nos aprofundar e sem desculpas de recursos, de falta de espaço no orçamento, isso não pode servir para resolver um problema como esse, que é importante, que é urgente. Então nós vamos enfrentar o problema, arregaçar as mangas, pra gente pode mudar a realidade das pessoas”, conclui.  


Pedro Oliveira por Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político dos jornais " Extra" e " Tribuna do Sertão". Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão,  membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras.

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]