Dólar com. 5.3319
IBovespa -1.52
01 de dezembro de 2020
min. 24º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Prefeita eleita de Bauru sofre ataques racistas nas redes sociais
30/10/2020 às 18h54

Blogs

Os canalhas das eleições

PARA REFLETIR

A política talvez seja a única profissão para a qual não se julga necessária uma preparação. (Robert Louis Stevenson).

Os canalhas das eleições

Fico impressionado com a complacência da Justiça Eleitoral, por despreparo ou conivência com a prática deslavada de crimes praticados em épocas de eleição. Não é sem razão que um forte grupo parlamentar, incentivado pelo presidente da República, pretende acabar com tal organismo na vala estatal, por sua lentidão, incoerências e desnecessidade. Gasta-se bilhões com a manutenção de TREs, e TSE, quando quem faz o trabalho pesado são os juízes ordinários. Mas, meu mote não é esse e sim o impressionante número de candidatos comprando votos abertamente, como se fosse mercadoria legalizada para comércio. Os “cadastros” circulam nas ruas, nos bairros periféricos e grupos de WhatsApp, cujos atores, sem a menor cerimônia, discutem preços, nomes, e orientação para a aberrante fraude eleitoral. A esculhambação é tanta que já não se pergunta quais os redutos do candidato a vereador, mas direto: quantos cadastros possui? Alguns nem perdem tempo com propaganda, panfletos, adesivos ou mesmo mídias sociais. Basta investir uma grana preta na compra de votos cadastrados e a eleição está ganha. São os canalhas das eleições.

Canalhas das Fakes News

Há também um novo tipo de canalha, em voga nas últimas eleições e que se repetem em crescimento nas atuais. São aqueles que se escondendo no anonimato criminoso e covarde criam noticias falsas sobre os concorrentes, expondo vidas pessoais com mentiras, sendo esse tipo geralmente financiado em alta escala  por políticos inescrupulosos, cujos mandatos são conquistados à custa de ataques de baixo nível , São esses criminosos que estão sempre presente nos dias que antecedem o pleito e o fazem sem que nada lhe aconteça  mais uma vez pela demência  da Justiça Eleitoral. Por aqui o crime realmente compensa.

Um conselho: Engane você também os canalhas. Pegue o dinheiro e vote em outro.

Eleições em Maceió

Propostas e ações dos candidatos

A coluna segue com o espaço para os postulantes à prefeitura de Maceió, melhor situados nas pesquisas, onde possam apresentar suas propostas, falar aos eleitores e debater seus planos de governo com a população

Alfredo Gaspar

Transformar mercados e feiras em territórios de oportunidades
O candidato a prefeito pela coligação Maceió mais Forte, Alfredo Gaspar (MDB), ex-secretário de Estado de Segurança Pública e ex-procurador chefe do Ministério Público do Estado, fez nessa semana um giro pelos mercados públicos e feiras livres da capital, para abrir diálogo com feirantes e usuários e ver de perto a atual realidade dessas unidades. Em seu plano de recuperação e desenvolvimento da economia estão: a recuperação, a estruturação e o reordenamento desses mercados, com acesso ao microcrédito.
“Os mercados e as feiras são locais que geram muito emprego e renda, que queremos fazer algo diferenciado, como transformá-los em polos produtivos de pequenos negócios, por meio da economia e do consumo popular. Todas essas regiões onde se concentram esses mercados e feiras são regiões prósperas”, analisou.

A proposta do candidato é atuar fortemente na retomada da infraestrutura dessa rede negócios regionais, e transformá-la em um território de oportunidades. Em alguns casos, como o Mercado da Produção, a ideia é construir um novo espaço, depois de uma ampla consulta popular e com os próprios feirantes.

“Precisamos dar oportunidades as pessoas, e a prefeitura de Alfredo Gaspar estará sempre junta como parceira, para que essas localidades sejam um território de oportunidades. Também vamos apostar no microempreendedoríssimo para que se possa gerar mais emprego e renda”, finalizou Alfredo Gaspar.

Davi Filho

Crescimento é destacado pela imprensa

O crescimento do candidato a prefeito de Maceió, Davi Davino Filho, vem sendo atestado pelas últimas pesquisas. Até nos bastidores, onde se dá conta de que as campanhas, em suas pesquisas de “tracking” - rastreamento para consumo interno -, comprovam a curva ascendente da candidatura do PP. Blogueiros e analistas políticos alagoanos também destacaram, no curso da semana, o fato novo das eleições na capital.

“Gaspar esperava ‘disparar’, mas continua no empate, agora numérico, com o candidato do PSB. Davi cresceu 10 pontos em 15 dias e sua equipe avalia que ele pode crescer outros 10 pontos nas próximas duas semanas.”, destacou o jornalista Edivaldo Júnior, que escreve para o portal Gazetaweb.
“Mas, fato que parece evidente, só Davi Davino Filho está crescendo na intenção de votos, enquanto os seus maiores adversários vão perdendo pontos preciosos – desconsiderando a margem de erro”, comentou o jornalista Ricardo Mota, do portal TNH1. Pelo site Cada Minuto, o jornalista Lula Vilar também tratou do tema, ao apontar o crescimento de Davi e elogiar o seu programa eleitoral.
Andando por todos os bairros da cidade e apresentando, com desenvoltura e de forma objetiva suas propostas, Davi segue pregando mudanças e se posicionando no campo da oposição à gestão municipal em Maceió.

João Henrique Caldas (JHC)

Promover a requalificação do Mercado da Produção e a valorização dos trabalhadores

A requalificação do Mercado da Produção é uma demanda antiga dos trabalhadores e clientes que frequentam o local. Uma necessidade que não será ignorada por JHC em sua gestão como prefeito da capital e nem foi esquecida por ele enquanto deputado federal. “Não vamos permitir que o nosso mercado público seja um mercado apenas de troca de mercadorias, porque ali é um polo gastronômico, turístico, cultural e histórico da nossa gente. Quando o turista vier para Maceió, vai ver a cultura popular, saber como são os costumes, as relações e afetos. Temos um compromisso com os trabalhadores dos mercados e feiras e com os maceioenses”, reforça JHC.

Outro projeto de JHC que visa aumentar a circulação de turistas nos mercados públicos, é a criação do Circuito dos Mercados para envolver, de uma vez por todas, a integração entre a gastronomia do Mercado da Produção e a cultura do Mercado de Artesanato. Muitas vezes, quem visita a cidade é levado para bairros como o Pontal da Barra ou para a orla marítima, mas a capital alagoana tem muitas riquezas nos mercados e feiras, sendo fundamental investir nesses locais para alavancar o turismo e gerar renda.

O guia de turismo Henrique Leahy destaca a necessidade de fomentar a atividade turística nos mercados, respeitando a história desses locais. “A gente precisa trabalhar isso com um olhar diferenciado, com melhoria. Que a gente possa atrair as pessoas para visitar esse espaço, aliando a preservação e conservação do aspecto arquitetônico e paisagístico da cidade de Maceió”, explica Leahy.

JHC deixa claro que irá se cercar de especialistas, pessoas com soluções para os mercados e outros problemas vitais da capital. “Nós vamos discutir com todos eles. Nós vamos nos aprofundar e sem desculpas de recursos, de falta de espaço no orçamento, isso não pode servir para resolver um problema como esse, que é importante, que é urgente. Então nós vamos enfrentar o problema, arregaçar as mangas, pra gente pode mudar a realidade das pessoas”, conclui.  


Pedro Oliveira por Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político dos jornais " Extra" e " Tribuna do Sertão". Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão,  membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]