Dólar com. 5.3319
IBovespa -1.52
01 de dezembro de 2020
min. 24º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Prefeita eleita de Bauru sofre ataques racistas nas redes sociais
09/11/2020 às 09h35

Blogs

Arapiraca quer o direito de votar

Luciano Barbosa - Assessoria


PARA REFLETIR

Nada mais cretino do que a paixão política. É a única paixão sem grandeza, a única que é capaz de imbecilizar o homem(Nelson Rodrigues)

Arapiraca quer o direito de votar

Estive em Arapiraca recentemente e aproveitei para sentir o clima político da cidade, com a curiosidade de jornalista e o interesse de quem nasceu no Agreste e acompanha os fatos de perto. Andei e alguns bairros, no comércio e em algumas empresas de amigos. Tive como cicerone um arapiraquense desses que sabe tudo e mas alguma coisa, sobre a cidade. Ouvi pessoas do povo, empresários e muitos jovens. Há na população um sentimento misto de expectativa e revolta. Os nomes do governador Renan Filho e seu pai, o senador Renan Calheiros, são alvos de adjetivos dos mais variados. Os arapiraquenses guardam em seu intimo uma profunda indignação com a trama armada pela dupla, que sempre se elegeu pelos seus votos e agora quer os impedir de escolher o seu prefeito. Acham, em sua esmagadora maioria, que a cidade merecia a volta do prefeito que em duas administrações alavancou o seu progresso, deu visibilidade ao município e o fez um dos mais desenvolvidos do Nordeste. Luciano Barbosa segue candidato, apesar da perseguição mesquinha dos “chefetes “da maldade. Uma coisa pude constatar: O povo de Arapiraca guardará esse episódio como um símbolo de uma traição. O tempo dirá o tamanho do estrago político que os protagonistas do episódio sofrerão como resposta, no futuro. “A vingança é um prato que se come frio”.

Eleições em Maceió

Propostas e ações dos candidatos

A coluna segue com o espaço para os postulantes à prefeitura de Maceió, melhor situados nas pesquisas, onde possam apresentar suas propostas, falar aos eleitores e debater seus planos de governo com a população

Alfredo Gaspar

Vai criar ‘territórios de oportunidades’ para dinamizar economia

O candidato a prefeito de Maceió Alfredo Gaspar (MDB) está visitando os diversos bairros de Maceió, onde identifica os potenciais de cada região para desenvolver a economia local. Ele tem falado com pequenos comerciantes e empreendedores sobre seus projetos e ações para cada parte da cidade, principalmente sobre a transformação dessas áreas em “territórios de oportunidades”. 

No último final de semana, em conversa com pequenos comerciantes e consumidores da feira livre do Benedito Bentes, ele conferiu novamente a atual realidade dessas unidades, que estão espalhadas por diversos bairros como Jacintinho, Tabuleiro, Jatiúca, dentre outras. Alfredo mostrou aos feirantes seu plano para recuperação, reestruturação e reordenamento dos mercados públicos e feiras livres da capital.

 “Os mercados e as feiras são locais que geram muito emprego e renda, por isso queremos fazer algo diferenciado, como transformá-los em polos produtivos de pequenos negócios, por meio da economia e do consumo popular. Todas essas regiões onde se concentram esses centros comerciais são regiões prósperas”, analisou Alfredo Gaspar. A proposta do candidato é atuar na retomada da infraestrutura dessa rede e transformá-la em um território de oportunidades.

 “Precisamos dar oportunidades as pessoas, e como prefeito estarei sempre junto como parceiro, para que essas localidades sejam um território de oportunidades. Também vamos apostar no micro-empreendedorismo para que se possa gerar mais emprego e renda”, afirmou Alfredo Gaspar.

Segundo o Plano de Governo, a gestão de Alfredo vai impulsionar a economia local, promovendo políticas de geração de renda e fortalecendo a dinamização socioeconômica de centralidades de bairro.Hoje, esse comércio forma uma rede com oito grandes centros de consumo ao todo no Tabuleiro dos Martins, Bebedouro, Jacintinho, Graciliano Ramos, Conjunto Eustáquio Gomes, Jatiúca e Jaraguá.

Davi Davino Filho

Confiante diz que vai estar no segundo turno

A conquista crescente de apoio dos maceioenses, refletida nas últimas pesquisas, aumenta cada vez mais a confiança da campanha de Davi Davino Filho à Prefeitura de Maceió. Numa semana decisiva para consolidação de posição, o candidato retornou ao Tabuleiro do Martins "sinto nas ruas que caminhamos com muita força rumo ao segundo turno. Está cada vez mais claro que o povo aderiu às nossas propostas, e quer mudança real da gestão em nossa cidade".

Falando à população da parte alta da cidade, enquanto passava com sua caravana, Davi Filho valoriza a pregação de suas principais bandeiras, sobretudo as das áreas da Saúde, da Educação e da Assistência Social. “E nosso grupo terá força política para viabilizar os projetos em Brasília”, diz, ao insistir que Maceió precisa de socorro federal, com um gestor que saiba construir pontes e abrir portas.

 "As pessoas falam da expectativa sobre o Creche para Todos, as Clínicas da Gente, as obras de construção de unidades habitacionais, tudo o que pretendemos realizar, a partir de janeiro, com o apoio do povo e da nossa força política", reiterou. Davi Filho advertiu a população para ficar atenta aos ataques que estão surgindo contra ele. “Veja que são ofensas típicas de quem está entrando no desespero. Sem propostas, partem para a baixaria e fake News”. A caravana passou pelo Colina dos Eucaliptos, conjunto Medeiros Neto e por outras diversas ruas do Tabuleiro do Martins.

João Henrique Caldas (JHC)

Corujão da Saúde’ para zerar filas de exames e consultas em Maceió

Ele também destaca a implantação de mutirões organizados por especialidades médicas.

A melhoria do atendimento na rede municipal de saúde é uma das prioridades de JHC para Maceió. Hoje milhares de pessoas esperam para ser examinadas ou atendidas, para solucionar o problema, o candidato propõe o modelo de “Corujão da Saúde”, estendendo o horário de atendimento nas unidades de saúde. Ele também vai implantar os mutirões de consultas e exames, organizados por especialidades médicas. 

“O prefeito tem que cuidar de todos, mas a prioridade é para quem mais precisa, para quem está no sufoco, é pra já. Por que sobra recursos para investir no lado rico e falta para áreas de vulnerabilidade? Porque Maceió nunca teve um prefeito independente, que governe para população. Essa é a gestão que propomos para capital, com um ritmo totalmente diferente”. 

JHC tem um grande compromisso com a saúde em Maceió, só durante a pandemia, ele enviou para a capital mais de R$ 11 milhões para o combate à Covid-19. Recursos que foram destinados para a aquisição de equipamentos e insumos. Para ele, as demandas dos maceioenses precisam ser resolvidas com independência, sem depender de nenhum grupo político. 

“A culpa pela falta de esgoto, de água encanada, pela fila de 130 mil pessoas na saúde, pela falta de vagas nas creches, é dos grupos políticos, que dominam a Prefeitura, o Governo do Estado, e a turma da Assembleia Legislativa, que lançou o seu próprio candidato. Vamos fazer a mudança de verdade, uma Maceió mais inclusiva, uma gestão eficiente e saúde de qualidade”, conclui JHC.

Na gestão de JHC, também será criado o programa “Aqui tem remédio”, usando de um sistema consorciado para a compra de medicamentos, ou seja, aquisição de remédios por meio de uma compra em grupo, reunindo outras entidades. Assim, é possível melhorar o poder de negociação, reduzir despesas da administração pública e garantir a reposição de 100% do estoque.


Pedro Oliveira por Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político dos jornais " Extra" e " Tribuna do Sertão". Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão,  membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]