Dólar com. 5.166
IBovespa 0.58
17 de agosto de 2022
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Câmara aprova reajuste linear de 4% para todos os servidores públicos municipais
31/01/2022 às 08h40

Blogs

O legado do governador

PARA REFLETIR

“Nada é tão admirável em política quanto uma memória curta”. (John Galbraith)

O legado do governador

O governador Renan Filho deixará o cargo em breve, para disputar o mandato de senador, na casa onde seu pai, Renan Calheiros, já ocupa por vários mandatos, uma de suas mais destacadas lideranças. Se afasta, no prazo definido pela legislação eleitoral e deixa o maior legado de realizações batendo todos os seus antecessores. Deverá ser reconhecido como aquele que mais construiu e duplicou rodovias, escolas, hospitais, além de altíssimos investimentos na educação e na saúde com programas voltados para a melhoria dos índices de qualidade que serviram para colocar o estado no pódio acional da gestão de resultados. Há de se ressaltar um aspecto na atuação do governador: independente de corrente partidária todos os municípios, inclusive a capital, foram agraciados com os arrojados programas implantados. Os números de benefícios trouxeram satisfação para as cidades e a zona rural, comemorados pelas populações agraciadas com as mudanças de suas vidas no governo Renan Filho. 

Randolfe com Lula

O ex-presidente Lula convidou formalmente o senador Randolfe Rodrigues, um dos maiores protagonistas da CPI da Covid, para ser um dos coordenadores de sua campanha.

Em sua função, o senador poderia ajudar na composição do programa de governo e na articulação política, entre outras atribuições.

Com isso, Randolfe deve desistir da disputa pelo governo do Amapá e começar a trabalhar no nome de um substituto. Lucas Abrahão (Rede), pastor evangélico suplente de deputado federal e assistente do senador, poderia ser escolhido.

O senador lidera um grupo na Rede que defende que a eleição presidencial precisa ser definida no primeiro turno, devido aos riscos que Jair Bolsonaro (PL) e seus apoiadores representam para o país.

Contra o discurso do ódio

“Temos lideranças ambientalistas sendo mortas no campo pela sensação de impunidade que os criminosos têm, tivemos o crescimento de grupos violentos. Nunca na história do país houve tantas armas nas mãos de amadores. Discurso de ódio um caldeirão objeto de reflexão não só da Rede, mas de todos os democratas. É uma reflexão que todo mundo tem que ter. Hoje, a maior possibilidade de fechar a eleição no primeiro turno está com Lula”, disse o senador Randolfe Rodrigues ao aceitar o convite para ser um dos coordenadores da campanha de Lula

O convite a Randolfe faz parte de um movimento mais amplo que o ex-presidente vem fazendo para a construção da governabilidade para um possível novo mandato petista a partir de 2023.

Cortando no social

Ao sancionar o Orçamento de 2022, o presidente Jair Bolsonaro promoveu um corte de R$ 3,2 bilhões nas contas do ano, afetando principalmente os ministérios do Trabalho e Previdência Social, Educação, Desenvolvimento Regional e Cidadania.

A maior tesoura de recursos em relação ao Orçamento aprovado pelo Congresso foi feita no Ministério do Trabalho e Previdência Social, no valor de R$ 1 bilhão. Desse total, R$ 982 milhões referem-se a corte no INSS, em recursos para administração do órgão e serviços de processamento de dados e reconhecimento de direitos de benefícios.

A segunda maior redução foi feita no Ministério da Educação, totalizando R$ 740 milhões. Entre as áreas impactadas está o programa Educação Básica de Qualidade, com redução de aproximadamente R$ 400 milhões.

Acusações de irregularidades na

Secretaria da Fazenda são falsas

Com um governo positivamente avaliado na capital e interior, a oposição tem dificuldade de construir pautas críticas para abordar em ataque a Renan Filho. Por conta disso, os opositores têm partido para “requentar” matérias antigas e a produzir “factoides” na tentativa de desestabilizar a imagem da administração estadual, que segue alcançando recordes nunca vistos em governos anteriores.

A mais recente investida midiática teve como tema supostas irregularidades   praticadas na Secretaria da Fazenda, que estaria concedendo a um grupo de servidores, gratificações de alto valor, burlando a legislação que regula a matéria.

Tudo não passa de lorota da oposição com a pauta de acusações esvaziada pelo governo.

Rodrigo e Dantas

Caso se confirme o nome de Paulo Dantas para governador tampão e ele se credencie perante o grupo da Assembleia , como o candidato nas eleições gerais e o nome do senador Rodrigo Cunha seja o preferido da oposição é muito possível que se repita o resultado da eleição passada quando o candidato dos deputados ficou em terceiro lugar, com uma diferença, o então candidato Davi Davino , tinha enorme capilaridade eleitoral e visibilidade, coisa que Dantas não tem. É possível que nem o grande legado de realizações que Renan Filho vai deixar, ajude o seu candidato. Se os fatos se confirmam Cunha pode ir preparando o terno da posse.

Prefeito conversador

O prefeito Júlio Cezar, de Palmeira dos Índios, pode sofrer uma emblemática derrota nas próximas eleições. Contrariando todos os vereadores, faltando com a palavra assumida com a deputada Ângela Garrote e alguns outros candidatos, antes seus “preferidos”, resolveu lançar sua mulher para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, uma pessoa totalmente desconhecida na cidade, sem destino ou vocação política, tudo para manter o poder absoluto. Mesmo com seus cofres cheios de dinheiro, não terá folego para “negociar” votos suficientes para ganhar a eleição. Não passa de um conversador. O resultado tende a ser um fiasco.

Pílulas do Pedro

O tentar emplacar uma segunda CPI da Covid é buscar palanque em ano eleitoral

Se o Projeto Paulo Dantas fosse viável, o candidato a governador seria Marcelo Victor. (de um estrategista político).


Pedro Oliveira por Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político dos jornais " Extra" e " Tribuna do Sertão". Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão,  membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras.

Todos os direitos reservados
- 2009-2022 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]