Dólar com. 4.952
IBovespa 0.58
28 de fevereiro de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel PL destitui assassino de Chico Mendes de diretório do partido no PA
21/01/2023 às 14h00

Blogs

O dia em que Bolsonaro ameaçou a Democracia

Marcelo Camargo - Agência Brasil

PARA REFLETIR

“Permitir que a subversão da democracia fique impune é estimular que ela se repita. É imperioso processar e punir Bolsonaro e seus próximos”. (Luiz Felipe Miguel – cientista político UnB)


É preciso não esquecer

O dia em que Bolsonaro ameaçou a Democracia

(BRASÍLIA) – Ouvindo de Luiz Felipe Miguel, professor de Ciências Políticas da Universidade de Brasília, sobre a tentativa de golpe do último domingo, comungo do seu pensamento e vejo um momento de gravíssima realidade e atentado contra a nossa Democracia. “Há muita gente para ser responsabilizada pelos atentados do 8 de janeiro em Brasília. Mas uma atenção especial deve ser dada ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

Foragido para os Estados Unidos desde o penúltimo dia do ano passado, ele tem reeditado seu comportamento costumeiro, que é falar pouco e sempre de maneira ambígua.

O capitão é covarde. Não assume a responsabilidade pelas suas decisões, o que prova que não é feito da matéria dos líderes políticos.

Na Flórida, Bolsonaro tentou se distanciar do 8 de janeiro.

Disse um protocolar “lamento” e classificou como “inacreditável”. Uma frase, seguida de um “mas” que justificava os vândalos.

Na semana passada, em vídeo que postou e logo apagou, o apoio aos golpistas era explícito. Assim como no discurso de sua tropa de choque.

Está cada vez mais claro que o plano do novo golpe contra a democracia brasileira partiu de Bolsonaro e de seu círculo íntimo.

O sucesso do Massayo Verão

O sucesso do evento Massayo Verão, realizado nos últimos dias, com certeza elevou o nome da capital aos quatro cantos do país, empolgou turistas e o público local, que aos milhares esteve presente ao calendário de shows ofertados em uma vasta programação. Destaco a impecável organização do evento, em todos os sentidos como montagem, decoração, segurança, divulgação e a lista de grandes nomes da música brasileira. O festival vai ficar na história e deixará todos com gosto de “quero mais”.

Simbolizando todos os profissionais envolvidos o faço no nome dos dois principais atores do magnifico evento: prefeito JHC e o secretário de Comunicação, jornalista Lininho Novaes.

Marcos Fireman

O novo presidente do Departamento de Trânsito do Estado, Marcos Fireman, tem uma longa história de gerenciamento e direção de órgãos públicos estaduais e federais. Atuou em Alagoas, no governo Teotônio Vilela, no comando da Secretaria de Infraestrutura, onde realizou uma marcante gestão de resultados positivos, em Brasília atuou em cargos da cúpula ministerial e também deixou sua marca de empreendedor. A convite do governador Paulo Dantas retorna a Alagoas e tão logo assumiu já iniciou mudanças proficientes no importante órgão de trânsito.

Esquentando os tamborins

O prefeito de Maceió (JHC) sabe que terá concorrentes fortes e o poderio de votos do Palácio do Governo, porém não demonstra evidência de receios do embate em 2024.

Exímio estrategista, tem se saído vitorioso em sua trajetória política e “conhece os caminhos das pedras”. Em sua eleição (2020) venceu um candidato forte, o

poderio econômico, o palácio do governo e a Assembleia Legislativa. O quadro se repete, só que com ele em vantagem, com avaliação de sua administração nas alturas, muitas obras e serviços para anunciar e uma frente de apoios bem maior. Dificilmente deixará a cadeira confortável, reservada para ele.

Bolsonaro :Prisão só depois

Mesmo já havendo razões suficientes para ser decretada a prisão do ex-presidente Jair Bolsonaro há consenso entre a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal, que o momento não seria adequado. O próprio Alexandre de Moraes não cogita expedir uma ordem de prisão neste momento.

A leitura da maioria dos integrantes da corte é que ter Bolsonaro atrás das grades agora, poderia tumultuar ainda mais o cenário nacional. Segundo a mesma fonte “o ex-presidente precisa ter todas as garantias do processo legal observadas”, ou seja, responder o processo e ter direito de se defender. No entanto a inexigibilidade deve ser tratada com mais antecedência. Segundo um ministro, a “situação da prisão pode se tornar irreversível, caso Bolsonaro atue diretamente para inflar novos atos golpistas à democracia brasileira”.

Desembargador Washington, no TRE

O desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas tomou posse como presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) para o biênio 2023/2025.

O ato solene aconteceu no auditório do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) e contou com a presença das mais altas personalidades do mundo jurídico e político. Personalidade muito influente na sociedade alagoana, fez lotar o auditório onde recebeu muitas felicitações.

“Farei uma gestão integrada e alinhada com magistrados e servidores, sempre pensando em uma Justiça Eleitoral mais próxima dos alagoanos, mais moderna e ainda mais transparente e acessível”, disse o desembargador em seu pronunciamento.


Pedro Oliveira por Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político dos jornais " Extra" e " Tribuna do Sertão". Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão,  membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras.

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]