Dólar com. 5.6264
IBovespa -0.49
28 de outubro de 2021
min. 23º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto
05/10/2021 às 11h20

Blogs

O defunto, enfim, está mesmo enterrado?


Parece que a novela do voto impresso, finalmente, acabou. 

Pelo menos, é o que acredita o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, que antecipou para ontem, 4 de outubro, a abertura do código-fonte das urnas eletrônicas para inspeção da sociedade civil. 

A abertura, tradicionalmente, ocorre a seis meses das eleições.

Partidos de diferentes ideologias, com representação no Congresso, enviaram integrantes para acompanhar a apresentação dos técnicos do TSE. Ministros de tribunais superiores, membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e representantes do Ministério Público Federal também estiveram no evento.

Para Barroso, a medida faz parte dos esforços para ampliar a transparência das etapas do processo eleitoral: “Tenho a impressão de que, depois que a Câmara votou, o presidente do Senado disse que não reabriria a matéria, e o próprio presidente da República diz que confia no voto eletrônico, acho que finalmente esse defunto foi enterrado”.

O código-fonte é um conjunto de linhas de programação de um software, com as instruções para que ele funcione. A abertura permite a inspeção pela sociedade civil.

Em tempo: nenhum parlamentar bolsonarista ou integrante do Palácio do Planalto compareceu para a inspeção, ou o governo finalmente decidiu acatar a lisura do voto eletrônico sem a polêmica impressão, ou não foram para manter o palanque armado mais à frente.

Veremos.


Ponto Final por Redação

 Blog Político

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]