Dólar com. 5.6239
IBovespa 0.58
01 de dezembro de 2021
min. 23º máx. 32º Maceió
sol com poucas nuvens
Agora no Painel Boletim Covid-19: Alagoas registra 19 novos casos e duas mortes
06/11/2021 às 11h00

Blogs

Até onde chega a histeria negacionista contra a ciência?

 Não tem como aplaudir um governo que continua fazendo da vida dos brasileiros a vazão para suas teses absurdas contra a ciência no caso da pandemia da covid-19.

Está claro que é preciso fazer uma imunização de aproximadamente 100% da vacinação para o país retomar, de forma segura, sua economia. E para isso, passaporte da vacina é essencial para garantirmos essa segurança. E mais claro ainda, que o governo Bolsonaro continua tentando boicotar a vacinação.

A portaria do ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, é uma prova disso. A portaria, de 1 de novembro deste ano, proíbe a demissão de funcionários que se recusem a tomar a vacina, incentivando a não imunização contra o coronavírus. Agora, o ministro será ouvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sobre mais essa aberração bolsonarista. O tema foi levado à suprema corte em uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) pela Rede Sustentabilidade.

O preceito é um só, o vírus só deixará de circular em um ambiente totalmente imunizado. Apesar da lógica do fato, Jair Bolsonaro, seus ministros e séquitos continuam na contramão da ciência. E a conta dessa histeria bolsonarista é paga com a saúde e a vida de milhares de brasileiros.

Infelizmente.

Argumenta a Rede: “Tenta o Governo, via ato infralegal, impedir a interpretação mais razoável da Consolidação da Lei do Trabalho. sobretudo das normas que regulam a demissão por justa causa, para fazer prevalecer sua opção negacionista e antivacina.”


Ponto Final por Redação

 Blog Político

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]