Dólar com. 4.9703
IBovespa 0.58
01 de março de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel STF adia julgamento sobre revisão da vida toda do INSS
25/10/2022 às 07h19

Blogs

O que falam as decisões no STF sobre Paulo Dantas

Assessoria

Segunda-feira, 24, Paulo Dantas foi reconduzido ao cargo de governador de Alagoas por duas decisões no Supremo Tribunal Federal (STF), uma do ministro Gilmar Mendes, e outra do ministro Luís Roberto Barroso.

Ele estava afastado do mandato por solicitação do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que investigam a participação de Paulo Dantas com o desvio de R$ 54 milhões da Assembleia Legislativa do Estado, via a contratação de cerca de 100 servidores fantasmas com salários entre R$ 17 mil a R$ 21 mil.

Segundo Gilmar, ordens judiciais como o afastamento do mandato cuja reeleição se pretende; a proibição de frequentar determinados lugares, como comícios ou reuniões públicas; ou a imposição de uso de tornozeleira eletrônica "podem impor desequilíbrios ao processo eleitoral e constrangimentos aos candidatos que afetam diretamente a livre concorrência”.

Já Luís Roberto Barroso suspendeu as medidas cautelares impostas a Paulo Dantas por considerar que há dúvida razoável sobre a competência para o afastamento pelo STJ, responsável por analisar casos sobre governadores, uma vez que as acusações se referem ao período em que o emedebista era deputado estadual — portanto, com foro especial no Tribunal de Justiça de Alagoas.

Ou seja, nenhuma das duas decisões exclui a investigação.

Muito menos a suspeita de Dantas como líder de uma quadrilha que surrupiou dinheiro público do estado de Alagoas.


Ponto Final por Redação

 Blog Político

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]