Dólar com. 5,347
IBovespa 2,05
09 de julho de 2020
min. 22º máx. 27º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Marechal Deodoro se destaca por baixo número de mortes por Covid-19 entre cidades metropolitanas
07/11/2019 às 08h30

Cultura

Prefeito visita 9ª Bienal do Livro que acontece em Jaraguá

Prefeito Rui Palmeira visita a Bienal Internacional do Livro de Alagoas. - Átila Vieira Secom Maceió

Ruas movimentadas por leitores e curiosos. Assim tem sido a rotina do bairro de Jaraguá desde a abertura da 9ª Bienal Internacional do Livro, no último dia 1º de novembro. Na tarde desta quarta-feira (06), o prefeito Rui Palmeira visitou a feira literária e viu de perto o trabalho das secretarias e órgãos municipais envolvidas no evento.

“Ficamos muito felizes por ver tanta gente interessada em literatura nesse formato democrático que foi montado aqui no Jaraguá. A Prefeitura é parceira da Universidade Federal de Alagoas na Bienal, e oferece o Vale-Livro a 6.800 estudantes da Rede Municipal. É muito importante estimular a leitura e essa iniciativa gera isso nas nossas crianças”, disse o prefeito Rui Palmeira. O evento que ocorre até domingo (10), nas ruas do bairro de Jaraguá.

A 9ª Bienal do Livro é uma iniciativa da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), por meio da Editora Universitária (Edufal). A Prefeitura de Maceió fez um investimento de cerca de meio milhão de reais.

“A Bienal aqui em Maceió é essencial para os leitores, pois, possibilita o acesso às obras que muitas vezes não encontramos nas livrarias. É fundamental estimular as crianças à leitura para que no futuro elas conheçam a nossa realidade e a Bienal promove isso aqui no Jaraguá”, destacou o sociólogo Ronaldo de Alcântara, que garantiu várias obras de escritores locais na Bienal.

No evento, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) mantém uma programação variada até o domingo (10). O ônibus Estação Saber, por exemplo, oferece ao público de diversas idades oficinas de origami, contação de histórias, audiobook, espaço com os escritores e tapete jogo das trilhas, tudo isso com o foco de estimular a curiosidade para a leitura desde o período da infância.

A secretária de Educação, Ana Dayse Dorea, destacou a alegria de participar de mais uma edição da Bienal. “É a terceira Bienal que a Prefeitura contribui e é a grande parceira da universidade. Estou muito feliz em ver as crianças andando pelo evento com seu vale-livro pendurado no pescoço, passando seu cartãozinho e levando seus livros para casa, além de fazer a festa do livreiro, que garante boas vendas”, disse a gestora.

O Vale-livro é uma iniciativa que oferece um crédito de R$ 15 para que os estudantes da Rede Municipal de Ensino da capital possam adquirir livros na 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas. A Semed investiu mais de R$ 150 mil no projeto, que atende a quase 7 mil estudantes, nas modalidades de ensino fundamental, educação básica e Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai).


Fonte: Secom Maceió

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]