Dólar com. 5,328
IBovespa 1,70
03 de julho de 2020
min. 22º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados
12/03/2020 às 15h12

Cultura

Alunos da Rede Municipal visitam exposição “Deslimites”

Ação faz parte do projeto Mandala Pró-Cultura e foi a primeira a ser realizada no ano

Alunos da Escola José Carneiro conhecem exposição fotográfica. - Ascom Semed

Cerca de 35 alunos da Escola Municipal Doutor José Carneiro, localizada no bairro do Farol, participaram da primeira ação do projeto Mandala Pró-Cultura, realizada nesta segunda-feira (10). O grupo visitou a exposição fotográfica e artística “Deslimites”, em cartaz na unidade Centro do Serviço Social do Comércio (Sesc).  A mostra revela olhares de artistas alagoanos sobre os bairros do Pinheiro e Mutange.

A escola foi escolhida por abrigar em seu corpo discente alunos que moram nos bairros afetados pela instabilidade do solo e por rachaduras nas ruas e imóveis. A técnica do setor de Arte e Cultura da Secretaria Municipal de Educação, Socorro Monteiro, disse que é importante que esses alunos vivenciem espaços artísticos como esse. “Essa visita foi uma forma de fazê-los refletirem sobre os problemas que estão passando, além de mostrar que a exposição fotográfica também é uma forma artística importante e acessível a ser explorada”, afirmou a técnica.

Desde 2017, o  projeto Mandala Pró-Cultura promove visitas educacionais direcionadas aos equipamentos culturais, explorando a programação de arte da capital alagoana. “São feitas visitas a exposições, espetáculos de teatro e música e aos museus. Essas excursões são conduzidas por um técnico do setor de ação cultural que realiza uma aula de campo junto com alunos e professores”, revelou o chefe do setor de Ação Cultural da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Tércio Smith.

Roseane Barros, assisente social da Escola José Carneiro, acompanhou o passeio e explicou que o momento cultural foi muito importante e necessário. “Fazer essa visita e conhecer um pouco dos bairros de Maceió que foram afetados pelas fissuras acaba sendo importante para as crianças, pois muitas delas possuem um reconhecimento de espaço muito limitado”, explicou Roseane.

As crianças que foram à exposição ficaram muito felizes com a programação. Uma delas foi Emily Vitória, de 10 anos, que se sentiu bastante impactada com as fotos. “Eu achei muito legal o projeto que a Semed está fazendo, gostei de todas obras de arte. E o que mais me chamou atenção foram as fotos sobre as rachaduras no bairro do Pinheiro”, disse.


Fonte: Secom Maceió

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]