Dólar com. 5.6288
IBovespa 0.7
15 de abril de 2021
min. 25º máx. 29º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Operação desarticula organização especializada no tráfico de drogas em Anadia e Maceió
21/12/2020 às 08h00

Cultura

Visão das Grotas conquista prêmio de Melhor Filme na Mostra Sururu de Cinema

Curta dirigido por jovens do Projeto Emergencial para Monitoramento da Covid-19 em grotas de Maceió também levou categoria Melhor Performance

Cena do documentário produzido por jovens de grotas de Maceió e premiado na Mostra Sururu - Reprodução

“Eu nunca imaginei que pudesse participar da Mostra Sururu. Era algo muito inacessível. O Visão das Grotas me fez perceber que eu posso. Eu sou uma preta que posso tudo. É isso!”. O depoimento empoderado de Agnes Vitória, 21 anos, retrata a importância do projeto que originou o documentário consagrado como Melhor Filme na categoria Júri Popular da última edição da Mostra Sururu de Cinema Alagoano, na noite do último sábado (19).

Moradora da Grota do Rafael, no bairro do Jacintinho, Agnes é uma das integrantes da equipe que assina a direção coletiva do curta-metragem, que também levou prêmio na categoria Melhor Performance.

Produzido e filmado por nove jovens moradoras e moradores de comunidades periféricas da capital, a obra é resultante do Projeto Emergencial para Monitoramento da Covid-19 nas grotas de Maceió, realizado pelo ONU-Habitat em parceria com o Governo de Alagoas.

Com imagens e depoimentos capturados com câmeras de celular, o filme registra os impactos, percepções e relatos locais sobre a pandemia. O êxito no festival simboliza mais um importante reconhecimento para o projeto que deu visibilidade ao cenário urbano e às vidas humanas mais vulnerabilizadas na capital durante a crise sanitária provocada pela Covid-19.

“A equipe do ONU-Habitat Brasil está muito feliz com esse reconhecimento do audiovisual alagoano. Sempre acreditamos nas vocações e potencialidades dos(as) moradores(as) das grotas de Maceió”, comemorou Rayne Ferretti Moraes, Oficial Nacional do ONU-Habitat para o Brasil.

“O Visão das Grotas é um dos nossos projetos mais significativos e potentes e os dois prêmios coroaram os três anos da nossa atuação em Alagoas, dando ainda mais ânimo para continuarmos contribuindo, junto com o Governo de Alagoas, para a prosperidade urbana sustentável e inclusiva do estado”, complementou.

Futuro urbano melhor

Durante dois meses, a equipe foi orientada remotamente por meio de oficinas de Comunicação Popular realizadas no âmbito do projeto. Como realizadores, eles tinham a missão de trazer histórias, vozes e visões das grotas a partir das suas vocações e potencialidades urbanas, sociais e econômicas, e também as expectativas para um futuro urbano melhor pós-pandemia.

Ao final de 26 minutos, o enredo equilibra contundência narrativa e poesia visual. A vida pode ter mais obstáculos nas grotas, mas não deixa de pulsar. Há encantos e saberes nas quebradas. Gente como toda a gente – talentosa, antenada e disposta a se conectar mais e melhor com os centros urbanos para contribuir com a construção de um mundo melhor.

Logo na estreia, Visão das Grotas figurou entre os 30 selecionados de 73 inscritos na exibição competitiva, que este ano, em função da pandemia, ocorreu pela primeira vez de modo digital, entre os dias 14 e 19 de dezembro. A exibição dos filmes e a votação pelo júri popular foram realizadas por meio do site mostrasururu.com.br.

O curta-metragem produzido e dirigido pela galera fez bonito e arrebatou dois prêmios no evento consolidado como a principal vitrine do audiovisual produzido em Alagoas. No caso da categoria Melhor Performance, os organizadores da 11ª edição da Mostra Sururu explicam que a premiação “reforça a importância da coletividade enquanto construção de um projeto social cinematográfico”. Ao justificar a escolha, o corpo de jurados assinala o fato de que o filme “elogia a existência destas pessoas e convoca o público e a política para olhar e reconhecer estas vidas, suas perspectivas e potências”.

A experiência também foi transformadora para os jovens participantes. “Para mim está sendo uma experiência única. Eu nunca tinha participado de um projeto como esse, que focasse no local onde eu moro. Até para mim, o projeto trouxe um novo olhar sobre o lugar onde vivo”, festeja Rafaela Oliveira, 23, residente da grota do Vale do Reginaldo.

Apesar de Visão das Grotas não estar mais acessível para o público, o ONU-Habitat garante que, após legendar o documentário, a obra estará disponível no canal do YouTube da entidade no início do próximo ano.


Fonte: Agência Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]