Dólar com. 5.2944
IBovespa 1.59
23 de setembro de 2021
min. 24º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março
08/09/2021 às 09h00

Cultura

“Pinto com Sururu”: frevo na Lagoa Mundaú é parte da ação para coleta de resíduos

Mais uma iniciativa da Prefeitura de Maceió contribui diretamente com proposta de conscientização para proteger o meio ambiente e incentivar a produção cultural

Orquestra do Pinto da Madrugada vai animar ação de coleta de resíduos na Lagoa Mundaú. - Divulgação/Pinto da Madrugada

Em uma ação conjunta entre a Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) e a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), no próxima sábado (11) acontece a segunda edição do projeto “Lagoa Limpa”, que desta vez será embalado pelo ritmo do frevo, com a presença da orquestra do bloco Pinto da Madrugada.

Esta edição especial da ação, que foi batizada de “Pinto com Sururu: Frevo na Lagoa Mundaú”, será mais uma iniciativa da Prefeitura de Maceió para a limpeza da lagoa e conscientização ambiental da população para garantir a preservação do ecossistema e renda para as famílias do Vergel do Lago que vivem da pesca. De canoa, os agentes de limpeza farão a coleta dos resíduos enquanto os músicos tocam, também nas canoas, no decorrer do trajeto.

A iniciativa pretende reunir cerca de 100 pessoas entre agentes de limpeza, servidores do município, integrantes de cooperativas de coleta seletiva e voluntários. Todos eles são convidados a levarem suas próprias ecobags para realizar o armazenamento dos resíduos. A ação acontece a partir das 8h, e a concentração acontece em frente às obras do Condomínio Parque da Lagoa.

A presidente da FMAC, Mirian Monte, destaca o papel da cultura para a transformação da realidade ambiental da Lagoa Mundaú.

“Precisamos substituir a cultura do descarte irresponsável pela cultura da sustentabilidade ambiental e tem uma forma muito eficaz de fazer isso: trazendo arte, dança e música, e, consequentemente, dignidade às pessoas. Quando todos perceberem que devemos cuidar da mãe natureza como um filho dedicado, tudo melhorará. Quando o maceioense perceber os tesouros que possui, dentre eles a nossa lagoa, tudo muda”, pontuou.

Robert Wagner, assessor especial da Sudes, afirma que a ação é de extrema importância para a preservação do meio ambiente e aquisição de consciência ambiental por parte da população.

“Estamos nos unindo para fazer a limpeza da lagoa e tentar diminuir os impactos ambientais causados pela ação do homem. Sabemos que é um trabalho difícil, iremos nos empenhar para recolher o máximo de resíduos. Além disso, teremos equipes de educação ambiental dando orientações para os moradores da região, trazendo eles para o lado da preservação e implantando práticas sustentáveis”, disse.

Na última edição da ação “Lagoa Limpa”, que aconteceu em julho e durou dois dias, foram recolhidos em torno de 300 toneladas de resíduos: o seco ou orgânico foi levado para as cooperativas, já o material molhado teve como destinação final a Central de Tratamento de Resíduos (CTR), administrada pelo município.


Fonte: Ascom Fmac

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]