Dólar com. 5.2211
IBovespa 0.58
28 de junho de 2022
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Beneficiários com NIS final 8 recebem hoje Auxílio Brasil
11/03/2022 às 11h30

Cultura

Estudantes de Teatro da Ufal criam banco de links para divulgar artistas alagoanos

Os estudantes da disciplina Práticas Pedagógicas em Artes Cênicas 1, coordenada pela professora Telma César do curso de Teatro Licenciatura da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), criaram um bando de links para divulgar o trabalho de artistas alagoanos reconhecidos como artistas populares. Para ter acesso ao site, basta clicar aqui.

A professora Telma explica que desde 2015, o Curso de Teatro, em seu projeto pedagógico, propõe uma perspectiva ampliada da linguagem teatral, para além do modo eurocentrado de pensar o Teatro. "As manifestações cênicas geradas e atualizadas na chamada tradição popular, em especial as alagoanas, vêm sendo material de estudo e formação cênica e pedagógica de nossos estudantes", afirma.

A ideia é dar continuidade na alimentação do site. "[No portal], estão reunidas uma variedade grande das manifestações artísticas da cultura de tradição popular no terreno das artes cênicas. Primoroso!", comemora a professora. "Iremos discutir as possibilidades de continuidade e ampliação da ação, uma delas será como viabilizar a atualização com novos links, na medida em que novos materiais audiovisuais estão sendo produzidos em nossa comunidade", diz.

Estudantes, futuros professores de Teatro e artistas alagoanos em geral são prestigiados na ação, que já conta com 18 especialidades artísticas, como Baianas, Cambindas, Dança de São Gonçalo, Mané do Rosário, Pastoril, Samba de Matuto, Bumba-meu-Boi, Chegança, Fandango, Maracatu, Taieiras, Coco, Toré e outras.

Os materiais são disponibilizados para que sejam usados para os mais variados fins, conforme o interesse de quem acessá-los. "Enquanto curso de licenciatura, temos particular interesse em corroborar com o acesso para fins educativos. Pretendemos também incluir no link as vozes dos mestres populares, de modo que os pequenos textos sobre cada uma das manifestações tenham também as referências dos mestres", conclui.


Fonte: Ascom Ufal

Todos os direitos reservados
- 2009-2022 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]