Dólar com. 5.2511
IBovespa 0.58
28 de junho de 2022
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Beneficiários com NIS final 8 recebem hoje Auxílio Brasil
18/03/2022 às 09h31

Cultura

Cultura lança edital que contemplará 60 grupos na 2ª edição do 'Folguedos por Todos os Cantos'

Interessados podem enviar propostas até o dia 18 de abril; resultado final está previsto para 3 de maio

Edital foi publicado no Diário Oficial do Município de Maceió

A Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) publicou, nessa quarta-feira (16), edital para seleção de trios pés de serra, bumba-meu-boi, escolas de samba, folguedos populares, quadrilhas e coco de roda que vão se apresentar na segunda edição do projeto ‘Folguedos por Todos os Cantos’. Serão contemplados 60 grupos no total.

A partir deste chamamento público, os interessados na seleção podem enviar as propostas até o dia 18 de abril, de maneira presencial ou remota. Se preferir com a primeira opção, basta se dirigir ao órgão do município, situado na Rua Melo Morais, 59, centro de Maceió, no horário das 8h às 14h. Outra opção é preencher formulário virtual, a ser disponibilizado no site https://maceio.al.gov.br/p/fmac/observatorio-de-editais

Confira o edital clicando aqui.

De acordo com o cronograma apresentado pela Fundação, o resultado final do processo está previsto para ser divulgado no dia 03 de maio. As apresentações da segunda edição do projeto ‘Folguedos por Todos os Cantos’ acontecerão em agosto, mês em que se comemora o Folclore.

A programação vai incluir seis apresentações de seis grupos folclóricos diárias – durante 10 dias e em diversos locais da cidade. Cada uma delas terá duração média de 30 minutos

A diretora-presidenta da FMAC, Mirian Monte, explica que a seleção é mais uma medida da gestão com a finalidade de movimentar o segmento em uma época significativa para a cultura popular. A prioridade, segundo ela, é promover eventos ao ar livre e ocupar os espaços públicos com estas manifestações.

“A parceria entre a Fundação Municipal de Ação Cultural e as organizações da sociedade civil é fundamental para implementar medidas complementares de políticas públicas que estimulem a cadeia produtiva, incentivado os diversos diálogos entre artistas, produtores e o público em geral”, destaca a presidenta.

O projeto foi batizado com este nome pela estratégia adotada de pulverizar a cultura alagoana, permitindo que a população tenha contato com estas expressões. Como a primeira edição foi um sucesso, o município abriu mais uma oportunidade para que o maceioense tenha cultura por todos os cantos.


Fonte: Secom Maceió

Todos os direitos reservados
- 2009-2022 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]