Dólar com. 5.0967
IBovespa 0.58
16 de agosto de 2022
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Eleições 2022: TSE recebeu 12 registros de candidaturas para presidente
25/04/2022 às 15h30

Cultura

Confira programação da Festa Literária do Vergel do Lago que começa nesta quinta-feira (28)

Ao longo dos dias 28, 29 e 30 o público poderá acompanhar atividades culturais e literárias na Escola Municipal Rui Palmeira

Após o sucesso da Flipontal, agora a prefeitura realiza a Flivergel. - Pedro Farias/Ascom Semed

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Maceió divulgou, nesta segunda-feira (25), a programação da Festa Literária do Vergel do Lago (Flivergel), que começa na quinta-feira (28) e vai até sábado (30). Com o tema “Alagoanidade”, a festa literária terá três dias de atividades educativas e culturais na região próxima à Escola Municipal Rui Palmeira.

Após o sucesso da Festa Literária do Pontal da Barra (Flipontal), a Flivergel vai ser a segunda de uma sequência de 10 ações promovidas pela Prefeitura de Maceió e a primeira no bairro. Os próximos bairros que serão contemplados com uma festa literária são: Jacintinho, Cidade Universitária (Eustáquio Gomes e Graciliano Ramos), Cruz das Almas, Ipioca, Poço (Reginaldo), Trapiche da Barra e Fernão Velho.

Dia 28, a partir das 18h30 no Ginásio da Escola Rui Palmeira, será a abertura da Flivergel com a presença de autoridades municipais, abertura cultural e uma mesa temática sobre “O manifesto do sururu na sociedade digital” com o professor Edson Bezerra, o primeiro homenageado da festa literária.

Já o dia 29 será recheado de palestras com diversas temáticas a serem discutidas no auditório da escola. Pela manhã, a promotora de Justiça de Alagoas, Karla Padilha, vai falar sobre as funções essenciais à Justiça  e os direitos dos cidadãos. Depois, a promotora de Justiça de Alagoas, Vânia Cavalcanti Lima, vai conversar com os presentes sobre os direitos das crianças e adolescentes.

Depois do Pontal da Barra é a vez do Vergel do Lago receber a festa literária. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed
Depois do Pontal da Barra é a vez do Vergel do Lago receber a festa literária. - Pedro Farias/Ascom Semed

No período da tarde, ainda no dia 29, o tema “Empreendedorismo Social” será discutido com o secretário municipal de Assistência Social de Maceió, Carlos Jorge, e a empreendedora social Lisania Pereira. Em seguida, vai ser realizada uma mesa redonda sobre a ocupação da Braskem em Maceió e suas consequências com a bióloga Virginia Miller, o cientista José Geraldo Marques e o economista Elias Fragoso.

Para finalizar a programação de sexta-feira (29), à noite haverá uma mesa sobre a República dos Palmares com o historiador alagoano Zezito de Araújo.

No último dia da Flivergel, no sábado (30), haverá atividades também nos três horários. Durante a manhã serão três mesas redondas com os temas: Brasil, 200 anos de Independência com o historiador e Juiz de Direito Claudemiro Avelino; Como me descobri Poeta, com Mirian Monte. Para encerrar a manhã, escritores e poetas da União Brasileira de Escritores (UBE) vão falar sobre a Literatura do povo alagoano.

À tarde continua a programação das mesas redondas. Mirian Monte e a deputada estadual Jó Pereira e Iana da Central Única das Favelas (CUFA) vão falar sobre a representatividade e a participação da mulher na política. Logo depois, haverá uma entrevista ao vivo com o homenageado da Flivergel, Edson Bezerra. Os entrevistadores serão Rodrigo Cavalcante, Marcos Tchola, Mailson Honorato e Isadora Padilha.

Para encerrar a 1ª Flivergel, na noite do sábado (30), o secretário municipal de Educação de Maceió e professor, Elder Maia, vai participar da mesa redonda sobre as consequências políticas e culturais do manifesto do sururu na sociedade digital.

Ao longo dos dias 28, 29 e 30 de abril, em paralelo às mesas redondas, o público pode contemplar apresentações culturais e ter contato direto com publicações de escritores regionais.

A promoção da leitura entre a comunidade e os estudantes da rede é um dos objetivos principais das festas literárias. As ações estão integradas com a Olimpíada de Língua Portuguesa promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), a primeira do Município e que tem a literatura alagoana como referência.

Elder Maia destacou a importância dessas atividades. “É uma ação inédita e extremamente importante, contemplando vários bairros. Isso é muito significativo para essas comunidades e seu pertencimento e identidade”, disse o secretário de Educação da capital.


Fonte: Ascom Semed

Todos os direitos reservados
- 2009-2022 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]