Dólar com. 5.0967
IBovespa 0.58
16 de agosto de 2022
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Eleições 2022: TSE recebeu 12 registros de candidaturas para presidente
27/04/2022 às 10h30

Cultura

Mirante de Santa Amélia será palco do lançamento de livros de poesias no sábado

Prefeitura de Maceió apóia a iniciativa; evento contará ainda com a exposição artesanal, um mini sarau com declamação de poesias e música ao vivo

Lançamento dos livros de poesias será na área do balanço gigante. - Gabriel Moreira/Secom Maceió

Além de contemplar a paisagem e tirar boas fotos no Mirante Santa Amélia, o público terá um pôr-do-sol literário no próximo sábado (30). Isso porque a área do balanço gigante será palco do lançamento de dois livros de poesias, com direito à exposição artesanal, um mini sarau com declamação de poesias e música ao vivo. A Prefeitura de Maceió apóia a iniciativa.

“O livro de Bia e suas poesias” é a primeira obra da jovem alagoana Maria Beatriz dos Santos Oliveira, 18 anos, e foi escrito durante o tempo em que a escritora esteve, em 2021, na Unidade de Acolhimento Infantojuvenil Luiz Mariano Neto, localizada no município de Campo Alegre.

Hoje, Bia trabalha como jovem aprendiz, pretende fazer um curso noturno de Enfermagem e, no final do ano, fará o ENEM para Medicina. O livro dela foi editado pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos, sob o apoio cultural da deputada estadual Jó Pereira.

A outra obra que será lançada é “Odo – Livro Preto de Poesia”, escrito por jovens pretos da periferia alagoana, de assentamentos sem-terra e socioeducandos. Uma iniciativa do Instituto Raízes de África, o livro é resultado de um concurso realizado em 2019.

Segundo a ativista Arísia Barros, coordenadora do Instituto Raízes de Áfricas, Odo (que na língua Iorubá quer dizer juventude) é a primeira obra do gênero em todo Brasil.

“O livro é uma proposta de ruptura, uma ousada forma de legitimação e reconhecimento da literatura de jovens pretos da periferia que escrevem, querem ser considerados escritores como quaisquer outros. E são!”, destacou Arísia Barros.

A deputada Jó Pereira diz ser gratificante poder colaborar para que as obras fossem lançadas. “Tanto para a Bia, que eu conheci durante uma visita à Unidade de Acolhimento de Campo Alegre, quanto para os jovens escritores do livro Odo, é extremamente significativo ter esse sonho realizado. É uma mostra de que é possível superar adversidades e de que todos eles, assim como milhares de jovens e adolescentes alagoanos, precisam e devem ter seu potencial reconhecido e incentivado”.


Fonte: Secom Maceió

Todos os direitos reservados
- 2009-2022 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]